quarta-feira, 11 de julho de 2018

Ricos apóiam Bolsonaro porque ele não os confrontará nem afetará



Algumas pessoas parecem surpresas com o apoio da classe dominante a um palhaço truculento como o Bolsonaro.

“Mas como? Essa elite inclui mulheres, gays, ateus, gente que lê livros, que gosta de artes... como podem apoiar um boçal que surfa na onda da homofobia, do racismo, do ódio às mulheres, da escola sem partido, da censura, do obscurantismo?”

E a razão é simples: essa elite sabe que a Lei não é para ela.

Quando Bolsonaro diz que espancaria um casal gay se os visse se beijando, não se refere a casais gays de banqueiros.

A legislação pode até ficar pior quanto ao direito das mulheres decidirem se querem seguir com uma gravidez indesejada, mas isso não é problema para mulheres ricas, que sempre terão clínicas seguras para isso, ou poderão viajar para o exterior para fazer aborto.

Os museus brasileiros podem fechar: sempre haverá o Louvre e o Metropolitan.

As escolas públicas podem até vir a ensinar que a Terra é plana: os filhos dos ricos estão em boas escolas particulares ou na Suíça.

A elite pode continuar cheirando e se injetando, porque sabe que jamais será tratada como o menino pego com um baseado nas esquinas das periferias.

Foi assim também na Ditadura Militar e, basicamente, nos diversos regimes fascistas.


.




.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe