segunda-feira, 4 de junho de 2018

VEJA contra Temer. Artigo de Jasson de Oliveira Andrade

A VEJA é anti petista. Publicou em várias de suas capas fotos de Lula, com matérias contra o ex-presidente. Portanto, a revista é insuspeita, agora que mostra em sua capa foto de Temer, com críticas ao presidente. Foi o que aconteceu no último número de VEJA. Na capa, publicou uma foto de Temer, com uma mancha de pneu de caminhão atravessada
no peito como se fosse a faixa presidencial. Na legenda, escreveu: “GREVE ATROPELA TEMER – Com a ajuda das transportadoras, os caminhoneiros param o país, impõem mudança no preço dos combustíveis e EXPÕEM A FRAGILIDADADE DESCONCERTANTE DO GOVERNO”. A reportagem tem o título “O GOVERNO ATROPELADO – Greve dos caminhoneiros ganha adesão nacional, paralisa o país e DÁ UM NÓ NO PRESIDENTE MICHEL TEMER – que cede à pressões e fica refém dos piqueteiros”: “Em um movimento sem liderança clara, convocado por meio de grupos no WhatsApp e que ganhou apoio aos poucos, a greve dos caminhoneiros contra OS SUCESSIVOS AUMENTOS NO PREÇO DO DIESEL [aumentou várias vezes por semana!] alcançou mobilização maciça, raras vezes vista no país”.

TUCANO PRESO – Quando Azeredo (PSDB-MG) foi para a cadeia, escrevi o artigo FINALMENTE UM TUCANO FOI PRESO. Agora a VEJA noticiou a prisão, com um título parecido com o meu: “ENFIM, TUCANO NA GAIOLA – A prisão de Eduardo Azeredo é mais um item na pilha de escândalo que envolvem o PSDB -- e mostra que o partido não está imune ao peso da lei”: “Demorou quase vinte anos, mas o ex-presidente do PSDB e ex-governador de Minas Gerais ENFIM INAUGUROU A FILA DE GRÃO-TUCANOS PRESO POR MAUS-TRATOS AO DINHEIRO PÚBLICO”. Veja ainda afirmou: “Quebrou uma escrita histórica: UM TUCANO NA GAIOLA”. Até a VEJA estranhou a demora: QUASE VINTE ANOS!

TEMER RECEBEU PROPINA – Outra reportagem da VEJA, na mesma edição, escrita por Thiago Bronzatto, narra outro escândalo de Temer. O título da reportagem: “Operação Aeroporto – O coronel Lima, amigo do presidente, recebeu 1 milhão de reais. Há um documento justificando o pagamento. VEJA teve acesso ao papel. É A HISTÓRIA DE UM TRAMBIQUE”. Na longa reportagem, Thiago Bronzatto diz: “O primeiro ato é conhecido. Em sua fracassada tentativa de fechar um acordo de delação, o empresário José Antunes Sobrinho, dono da Engevix, disse ter repassado 1 milhão de real a Michel Temer, em 2014, em troca do apoio do então vice-presidente à aprovação de um aditivo contratual na obra da Usina de Angra 3”. Bronzatto conseguiu o texto completo dessa delação e o transcreve na íntegra na reportagem. O jornalista, em ENTREPOSTO, faz esta revelação: “[Coronel] Lima: suspeito de simular serviço para ocultar PROPINA”. Será que essa denúncia, bem fundamentada, terá alguma punição? DUVIDO. A ver...

JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu

.

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe