domingo, 17 de junho de 2018

Temer se aproxima do fim? Artigo de Jasson de Oliveira Andrade



Com tantas encrencas, Temer se aproxima do fim, apesar de ainda ter seis meses de governo? Para Leandro Colon, sim! É o que vamos ver a seguir.

Leandro Colon, em artigo à FOLHA, sob o título “PF se aproxima do xeque-mate no presidente mais impopular da história”. No texto, ele informa: “A Polícia Federal avança na investigação que envolve o presidente mais impopular da história e uma reforma da casa de sua filha. (...) A expectativa é que a PF conclua nas próximas semanas o inquérito apontando que PROPINA bancou a obra feita no imóvel de Maristela, filha de Michel Temer. (...) O dinheiro teria saído dos cofres da JBS e da Engevix para o coronel João Baptista Lima Filho, suspeito de intermediar RECURSOS ESCUSOS para o emedebista. Três fornecedores da reforma relataram que receberam os pagamentos em espécie da empresa do coronel, a Argeplan, e de sua mulher, a arquiteta Maria Rita Fratezi. (...) Os valores em dinheiro vivo somam R$ 1,1 milhão. Mais R$ 100 mil, de acordo com depoimentos, foram repassados por vias bancárias. (...) Maristela disse à PF que gastou em torno de R$ 700 mil. Afirmou que não GUARDOU COMPROVANTES E CONTRATOS. Segundo ela, O CORONEL E SUA MULHER DERAM UMA AJUDA POR CAUSA DA RELAÇÃO DE AMIZADE COM TEMER. (...) Maristela pode não ter contratos, mas um deles apareceu, E FOI ASSINADO POR ELA, conforme mostrou a FOLHA no sábado (9/6). Dos R$ 120 mil para comprar portas e janelas, R$ 56.500,00 foram depositados em dinheiro vivo na conta da empresa que vendeu o material. Maristela CHANCELOU POR ESCRITO O MODO DE QUITAÇÃO. Um extrato confirma que esse valor caiu no dia combinado. (...) Segundo o dono da empresa, Antonio Carlos Pinto Júnior, foi a mulher do coronel quem pediu para que essa parcela fosse paga em espécie. (...) O EMPRESÁRIO AFIRMOU QUE NÃO É NORMAL ESSA PRÁTICA NO MERCADO. NÃO É NORMAL EM NENHUM LUGAR. Em um país tão inseguro como o Brasil, quem carrega R$ 56.500,oo na carteira para comprar portas e janelas? (...) O xadrez da obra está cada vez mais perto do xeque-mate da PF. Caberá a Raquel Dodge (PGR) decidir por uma terceira denúncia contra Temer. O Datafolha mostrou que 82% dos brasileiros desaprovam seu governo. O povo já o abandonou e o Congresso não dá nenhum sinal de fidelidade para salvar sua pele”.

Será que a Raquel Dodge vai decidir por uma terceira denúncia contra Temer? A VER...

JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe