sábado, 23 de junho de 2018

CRÔNICAS DE UM IMPAÍS: Bolsoratos continuam assassinando o garoto Marcus Vinícius



Um garoto de 14 anos foi fuzilado enquanto ia para a escola, por um veiculo policial ( segundo testemunhas ).

Não bastasse sua morte, logo em seguida pessoas absolutamente horrendas ( que podem estar na minha ou na sua familia ) passaram a compartilhar "informações", ou seja, FAKE NEWS, acusando o INOCENTE MORTO de estar de alguma forma ligado ao tráfico (*).

Para justificar o assassinato.

Um garoto comum.

O mesmo modus operandi praticado no caso da vereadora Marielle.

Essas pessoas horrendas ( e robots ) são aquelas que, em sua imensa maioria, declaram voto a Bolsonaro, ou dedicam seu tempo e esforço a tornar isso aqui uma ditadura de extrema-direita.

Isso não é um mundo a parte, onde basta a gente ignorar e dizer que é coisa de política.

Não é.

É a SUA E A NOSSA SOCIEDADE.

É coisa prática.

É nosso cotidiano.

Tem aplicação, não é teoria.

Trata-se de algo mais cultural que politico, e que se manifestará na politica.

Alias, Bolsonaro é um que se vale dessa cultura ou forma de pensamento e mobilização para ganhar politicamente.

Repito: não é um mundo à parte.

Não dá pra simplesmente ignorar e tocar a vida.

Pois a vida está imbricada nisso.

É isso ou isso.

Bolha é só na Internet.

Na vida real, a vida te encontra uma hora ou outra.

PS: Que fique claro: apesar de ser o "gancho", essa reflexão não se refere apenas e especificamente ao indecoroso assassinato do menino pela policia e nem apenas sobre as fake news usadas contra ele. Isso é apenas um dos aspectos de um quadro muito mais amplo, e que envolve igualmente as mesmas pessoas horrendas a que me referi.

(*) Inclusive uma policial, "Sargento Etienne", flagrada no Facebook compartilhando a fake news sobre Marcus Vinícius, cometeu um pedido de "desculpas" tão arrogante, falso e insincero, que era melhor ter ficado calada.

.

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe