terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Batedores de panelas dormem em sono profundo



O DÉFICIT DA PREVIDÊNCIA seria muito pequeno ou nem existiria sem o mecanismo da DRU (desvinculação de receitas da união) que retira bilhões da Seguridade Social e transfere pra pagar juros e despesas correntes. Claro que é preciso acabar com privilégios tipo super aposentadorias e vencimentos do Legislativo/Judiciário/Forças Armadas, mas não é isso que essa Reforma da Previdência faz. Ela penaliza os pobres e a classe média que morrerão sem se aposentar ou com aposentadorias muito baixas. Trata-se de aumento de impostos disfarçado de reforma.

Uma Reforma Tributária que buscasse a progressividade, que cobrasse de quem pouco ou nada paga, que reduzisse a sonegação, que taxasse mais a renda e patrimônio e menos o consumo e a produção, traria muito mais resultados ao país. Isso é o que ocorre na maioria dos países desenvolvidos. Mas não dá pra esperar isso desse governo e Congresso que tomaram o poder com dois objetivos claros: 1) aparelhar o MP, PF, CGU e STF pra escaparem da cadeia e sufocar o combate á corrupção fortalecido pelos governos Lula e Dilma, que viraram os únicos alvos da Mídia/Justiça partidária, corporativa e corrupta; 2) realizar reformas neoliberais que destroem direitos dos trabalhadores, ao gosto do Pato Amarelo, do Mercado e da Mídia.

Já vimos esse filme no governo FHC, onde o país crescia para poucos. Estamos vendo isso novamente neste governo tucano temeroso. Se ilude quem acredita que a direita tem projeto de nação com objetivo de desenvolver o país para todos. Se isso fosse verdade, seríamos uma Suíça em 2002 e Lula nunca teria vencido. Quando que o braneleiro (brasileiro paneleiro) vai parar de acreditar no Homer do Jornal Manipulacional, pensar com a própria cabeça, relembrar a história, associar fatos, admitir que foi manipulado e fazer algo pra mudar esse país, senão agora, pelo menos em 2018?

Chris Penha, no FACEBOOK

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe