terça-feira, 5 de setembro de 2017

"Vantagens da terceirização para o trabalhador": Reportagem da Folha recebe críticas de leitores do jornal



do "painel do leitor" da folha:



TERCEIRIZAÇÃO

Se o empregado direto que passa a ser terceirizado tem perda salarial média de 2,3% e quem faz o inverso ganha 4,7%, é óbvio que existe perda salarial. O título da reportagem não condiz com o achado da pesquisa.

JOSÉ M. THALENBERG (São Paulo, SP)

*

A reportagem beira a desonestidade. Inúmeras investigações científicas indicam que a terceirização reduz direitos e avilta as relações de trabalho, visando obsessivamente à redução de custos. Progressivamente, retira o Estado da relação entre capital e trabalho, conquista civilizatória. É a Folha ouvindo apenas os que expressam a posição da plutocracia brasileira, quando o que vemos no Brasil é o retorno do mundo do trabalho ao século 19.

CLARILTON RIBAS (Florianópolis, SC)

*

É um acinte e uma vergonha professores da USP afirmarem que na terceirização do trabalho não ocorrem perdas para os terceirizados. Eles próprios fazem os cálculos tendenciosos e constatam as perdas, mas afirmam o contrário. Acho que estão terceirizando interesses.

ADEMIR VALEZI (São Paulo, SP)




é, parece que o golpezinho esperto que o jornal tentou dar saiu pela culatra.


.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe