quarta-feira, 3 de maio de 2017

Ditadória manda ofensiva de advogados para intimidar, censurar e calar quem o critica nas redes sociais.




Doria contrata advogados – do escritório de seu secretário – para notificar quem o critica nas redes

O prefeito tucano, provavelmente tentando atenuar as críticas, contratou advogados do escritório do secretário municipal de Assuntos Jurídicos, como pessoa física, e não como prefeitura, para perseguir usuários que o critica nas redes sociais. Internauta postou conversa em que advogado pede para retirar conteúdo

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), contratou advogados para perseguir usuários das redes sociais que fazem críticas a ele na internet. Os advogados do escritório Pomini Advogados estão fazendo notificações extrajudiciais que depois podem ser usada para formular processos contra os autores. Isso está sendo feito por meio de “pedidos” educados para a retirada de conteúdo que, para um dos alvos, foram interpretados como intimidação.

Os advogados não defendem a prefeitura, mas o próprio João Doria enquanto pessoa física. Eles trabalharam para o PSDB e para a campanha do atual prefeito.

“O trabalho não é da prefeitura, não tem nenhum vínculo com ela. O recurso é de fonte privada, de pessoa física”, disse Guilherme Ruiz, um dos advogados que está executando o serviço, ao site BuzzFeed Brasil.

Em postagem no Facebook nesta terça-feira (2), o também advogado Guilherme Coelho mostrou imagens de uma abordagem de um dos advogados de Doria solicitando que ele retirasse um conteúdo crítico ao prefeito de sua página.

“Prezado Dr. Guilherme, tudo bem? Em consulta à sua página do Facebook, verifiquei a existência de um “post” sobre o direito constitucional à greve em que há menção a João Dória. Como faço parte da equipe jurídica do João, eu gostaria de lhe pedir apenas uma gentileza: que você retire do texto a parte em que se estimula a “ovada”. Você poderia fazer isso? Obrigado e bom final de semana.”, escreveu Guilherme Ruiz.

Em resposta, o internauta disse que retiraria o conteúdo por que tem “medo”.

“Eu vou tirar, sabe porque? Porque eu tenho medo de vocês. Triste fim de um advogado perseguir e censurar post de cidadãos comuns. Triste. Vou tirar porque sei o quanto vocês são poderosos, tem dinheiro e patrulham as pessoas. Estamos caminhando para um estado totalitário. Você não está pedindo, você está ameaçando. É bem diferente. Espero que tenha um péssimo final de semana e trabalhe até morrer”, escreveu.

O advogado de Doria negou que a ação se trate de um “patrulhamento”, como definiu o internauta.

“Nunca patrulhamos ninguém. E é óbvio que não se trata de censura. Não há censura quando há ofensa à lei. Internet não é terra sem lei”, disse o advogado, que explicou que o alvo das notificações são mensagens que estimulem a violência e que atentem contra a integridade física do prefeito.

O escritório de advocacia contratado por Doria pertence ao secretário municipal de Negócios Jurídicos, Anderson Pomini.

( Com informações do site REVISTA FÓRUM

COMENTÁRIO DO BLOG: 
Que saudade da "ditadura comunista bolivariana" do PT, onde os próprios ditadores eram o tempo todo alvo da imprensa em peso e também das redes sociais. Cinco meses apenas na cadeira de prefeito, e recebendo críticas esparsas, uma vez que a imprensa está fechada com ele - como de praxe, quando se trata do PSDB - e o cara não aguenta meia dúzia de postagens e um buquê de flores. Imagina se tivesse que enfrentar uma campanha diária e obsessiva por parte da Justiça, meios de comunicação e redes sociais, como vem enfrentando há anos o Lula. 

.


.

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe