quarta-feira, 5 de abril de 2017

Eduardo Cunha condenado a 15 anos de prisão. Artigo de Jasson de Oliveira Andrade


Eduardo Cunha primeiro foi cassado como deputado federal pelo PMDB do Rio. Depois foi preso e agora, em 30/3, é condenado a 15 anos e quatro meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta de divisas. Ele foi o maior responsável, junto com Michel Temer, pelo impeachment de Dilma. 

O professor Leonardo Avritzer, em texto no Estadão, analisa essa sentença do juiz Sérgio Moro: “A condenação de Eduardo Cunha a mais de 15 anos de prisão é, ao mesmo tempo, um bom e um mau sinal para a democracia brasileira. É um bom sinal no sentido de apontar para o fim da impunidade dos delitos cometidos pelos membros do sistema político. No caso de Eduardo Cunha, esses delitos são ainda mais graves, porque não se tratou apenas do crime de corrupção, mas de integração da chantagem (sic) e da extorsão no interior da própria vida parlamentar. (...) Mas a condenação de Cunha expressa também um lado obscuro da nossa democracia. É inevitável pensar que ele foi o personagem principal do processo do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Todos sabemos que sem Cunha o processo teria desfecho desconhecido. (...) Ao mesmo tempo, sabemos, hoje, depois do depoimento de José Yunes (sic) à Procuradoria Geral da República, que parte do Congresso que votou a favor do impeachment foi eleito com financiamento ilegais, processo esse que era do conhecimento de Cunha. (...) Assim, paira sob o processo de impeachment a pergunta sobre o tamanho da influência de Eduardo Cunha NA REMOÇÃO DE UMA PRESIDENTE LEGITIMAMENTE ELEITA SOB A QUAL NÃO PAIRAVAM ACUSAÇÕES GRAVES (destaque meu)”. O deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) disse: “Tomara que ele conte tudo o que sabe para que a gente possa passar a limpo o Parlamento”. Já o jornalista Leonardo Sakamoto, aconselha: “Cunha você foi preso, abandonado, condenado. Tá esperando o que? Delata tudo!”. Se isto realmente ocorrer muita gente vai tremer de medo, inclusive e principalmente Michel Temer. Tanto assim que, em sua defesa, Cunha fez perguntas sobre o presidente, citando inclusive José Yunes (sic), mas o juiz Moro cortou por não ser, segundo ele, pertinente. Cunha recorreu. Não se sabe qual vai ser o desfecho dessa condenação. Ele vai ficar calado ou reagirá? A ver...

Outro fato que merece ser divulgado: as novas pesquisas sobre o governo de Temer. José Roberto de Toledo, no artigo “Réus (sic) e impopulares”, revelou: “Não adiantou liberar dinheiro do FGTS. Tampouco transpor o São Francisco. A popularidade de Michel Temer não aumentou em março. Pesquisa nacional Ipsos – divulgada aqui em primeira mão -- mostra oscilação de 59% para 62% na taxa dos que acham o governo Temer ruim ou péssimo. Indagados se aprovam ou desaprovam a atuação de Temer 78% ainda dizem desaprová-la. (...) As más notícias não param. Para 90%, o Brasil está no caminho errado (sic). São 3 pontos a mais do que a taxa encontrada no mês passado. Mas não só: é a maior desde que Temer chegou ao poder. (...) Quase todas as comparações são desfavoráveis ao presidente. Temer é o terceiro político mais impopular do Brasil. Só não é líder da categoria graças aos correligionários Renan Calheiros (83% de desaprovação) e Eduardo Cunha (87%). O trio do PMDB protagonista no impeachment é ainda mais desaprovado do que a alvo do processo. Dilma Rousseff segue sendo rejeitada por 74%”. A pesquisa do IBOPE, embora com outros números, confirma essa do Ipsos. A FOLHA noticiou: “Reprovação ao governo Temer chega a pior índice, aponta pesquisa [IBOPE]”. Esses resultados desmentem o lema da propaganda do PMDB: Temer, o homem certo, na hora certa! A COLUNA DO ESTADÃO (3/4/2017) revelou: “MAIS DEVAGAR – Pesquisa qualitativa sobre o programa do PMDB veiculado quinta-feira [30/3], indicou uma REJEIÇÃO (Destaque meu) ao slogan “presidente certo, na hora certa”. O lema foi considerado muito precipitado”. Até os peemedebistas reconheceram o exagero!

JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe