Monitor5_728x90

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Prelúdio de uma tragédia inconclusa



Na primeira noite eles apareceram para tomar a presidência, na marra, do PT. Disseram que era por crime de responsabilidade e, se isso não bastasse, era porque o Brasil estava em crise econômica, a presidente não sabia falar e era feia e o PT era o partido mais corrupto da história. Eu não era petista, estava preocupado com a crise, não gostava de corrupção nem de políticos, não me importava demais com sutilezas democráticas e quando dei por mim já havia envergado uma camisa da CBF, seguia um pato amarelo e gritava "fora, Dilma e leva o PT junto".
Na segunda noite eles reapareceram e decidiram que os serviços públicos brasileiros iriam ser congelados no estado pavoroso em que se encontram - e isto por vinte anos. Não importa o crescimento, o envelhecimento e o empobrecimento da população, o Estado só gastará em serviços para o cidadão o que gasta hoje, e não é suficiente, nas próximas duas décadas. Coincidentemente, mesmo tempo que durou o governo militar. Mas eu já pago a escola dos filhos e o plano de saúde da minha família e fui convencido de que governar o país é como ser dona de casa, de forma que até achei que foi muito, mas deixei pra lá.
Na terceira noite eles vieram e decidiram que se aposentar é feio, deselegante com a pátria e coisa de gente de Terceiro Mundo. Que os brasileiros, portanto, bem merecem sair de um atrasado Estado de Bem Estar Social para o Primeiro Mundo de um Estado Neoliberal, se não no PIB per capita pelo menos no que tange à Previdência Social. Puxadíssimo, mas se é para salvar o Brasil do "estado gastador" do PT eles devem ter razão.
To be continued...



.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe