Monitor5_728x90

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

"HERÓI" DOS CANALHAS Moro presenteia doleiro de tucanos (*), e 122 anos de prisão se tornam três em casa. Crime compensa no Brasil de Moro.


ESPANTOSO: principal "doleiro" da corrupção na Petrobrás, condenado a 122 anos de reclusão, não ficou preso sequer 3 (três) anos e já está em prisão domiciliar.

Esta é a aplicação que o juiz Sérgio Moro faz da chamada "delação premiada" !!! Severo para uns e altamente benevolente para outros.

Assim, o crime passa a valer a pena, bastando ser "dedo duro"; ( alguém acredita que ele devolveu toda a "propina" que recebeu??? )

Afranio Silva Jardim, professor associado de Direito Processual Penal da Uerj. Mestre e Livre-Docente em Direito Proc.Penal (Uerj)





...

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe