Monitor5_728x90

domingo, 24 de julho de 2016

Panelassholes, tomem na tarraqueta: Globo diz que é contra a universidade pública gratuita e, portanto, os pobres e remediados que se f**odam.


O editorial de hoje de O Globo (" Crise força o fim do injusto ensino superior gratuito" ) é a senha para a destruição da universidade que dialoga com a sociedade. Que contribui com pesquisas de excelência para a população brasileira.

O monopólio, que só se mantém com aportes vultosos do BNDES, declara guerra às instituições que recebem recursos do Tesouro ou de governos estaduais, como é o caso da USP, Unifesp e Unicamp.

Nunca o discurso pela mercantilização do ensino foi tão descarado. Invertendo causa e efeito, o texto afirma que “é entre os mecanismos concentradores de renda que está a universidade pública". Nada é dito sobre a estrutura tributária regressiva, concentração fundiária ou a não taxação do capital financeiro. O que o jornaleco da família nefasta pretende é claro: entregar a educação para a rede privada e acabar de vez com a formação de pensamento crítico no Brasil. O mesmo vale para a saúde pública, entregue às operadoras de plano de saúde. Desnecessário falar sobre o Pré-Sal.

O grupo de criminosos que tomou o governo, com apoio da mídia corporativa e dos segmentos médios reacionários e idiotizados, vai acabar redimindo os golpistas de 1964. Estes torturavam nos porões. Os de agora fazem a sociedade agonizar a partir dos ditames do mercado. E as panelas cúmplices silenciaram.

Gilson Caroni Filho, no FACEBOOK

...

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe