Monitor5_728x90

sexta-feira, 29 de julho de 2016

O paulistano é o lobo do lobo paulistano mais fraco


Basta sair às ruas pra ficar com vontade de processar por propaganda enganosa o gajo que inventou a frase "Existe amor em São Paulo". Aqui o lance é pisar no pescoço do outro. E isso, evidentemente, também se reflete e materializa nas decisões eleitorais. Mas o ideal seria preceber isso nos outros 3 anos e 10 meses em que não tem eleição. Ou melhor, 1 ano e 10 meses, já que temos eleições a cada 2 anos.

Reclama-se que religioso vive de ilusão, mas acreditar em alguma bondade natural no paulistano, de um modo geral, é pior que acreditar em unicórnio. Bondade é mais do que pagar cerveja pra alguém no balcão do bar, ou informar a localização de uma rua, pois isso não dá muito trabalho. É camaradagem, só isso. E interessada, pois quem informa endereço pensa que, no futuro, necessitará de uma informação também.

Agora, vai você, por exemplo, falar numa padaria na Moóca sobre incêndio em favela, pra ver como a coisa de fato é.

Eu falei Moóca, mas pode ser Vila Prudente, Vila Mariana, Tatuapé, Ipiranga.

Conhecer meia dúzia de abnegados e generosos em nossa jornada, em meio aos milhões de Norman Bates que nos circundam é muito pouco. O paulistano é o lobo do lobo paulistano mais fraco. E dos poucos que não são lobos.

Fim da inocência.

...

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe