Monitor5_728x90

sábado, 23 de julho de 2016

Ninguém chorou nem criou hashtag: ataques aéreos criminosos cometidos pelos Ocidentais na Síria matam 20 crianças em uma semana, denuncia Unicef



O mundo chorou a morte de civis franceses após o atentado atribuído a radicais islâmicos que deixou dezenas de feridos na semana passada, mas há pouco espaço no noticiário para as perdas de civis muçulmanos em ataques do Ocidente, como as 20 crianças que sucumbiram no norte da Síria apenas nesta semana.

A Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) informou que as mortes ocorreram na cidade de Manbij, no norte da Síria. A cidade e seus arredores, que abrigam 150 mil pessoas, são controlados pelo Estado Islâmico (EI), mas estão sob intenso assédio de forças curdas, apoiadas pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos e que tem na França um dos principais aliados.

“Nesta semana, mais de 20 crianças foram assassinadas em ataques aéreos em Manbij, e um garoto de 12 anos foi brutalmente morto em Aleppo”, declarou Hanas Singer, representante do Unicef no país árabe. Segundo o órgão, 35 mil crianças estão presas na região sitiada.

Singer acrescentou que “esses terríveis episódios deixam ainda mais claro às partes em conflito sua responsabilidade de respeitar as leis internacionais humanitárias que protegem as crianças na guerra”, acrescentou Singer.

Manbij é considerada crucial na guerra contra o Estado Islâmico porque fica a cerca de 130 quilômetros de Raqqa, tida como a capital do grupo na Síria.


LEIA MAIS:





Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe