Monitor5_728x90

quinta-feira, 10 de março de 2016

Denúncia de promotor condenado contra Lula já nasceu morta



Em discurso na tribuna da Câmara, na noite de quarta-feira (9), o deputado Bohn Gass (PT-RS) desqualificou a denúncia apresentada pelo promotor Cássio Conserino, do Ministério Público de São Paulo, contra o ex-presidente Lula, antes de tomar sequer o depoimento deste.

“Isso já nasceu morto, porque ele [ o promotor ] já havia feito um ato irregular, fazendo um prejulgamento e colocando essa matéria na Veja. Então, é uma espetacularização midiática. Mais do que isso, o promotor que acusa Lula é reincidente e já foi condenado por fazer showzinho midiático”, criticou o deputado.

A reincidência de Conserino, explicou Bohn Gass, deve-se ao fato de ele já ter sido duramente repreendido por um juiz, em função de procedimentos abusivos num caso que envolveu a prisão de policiais e de um advogado. Em 2012, Reynaldo da Silva Ayrosa Neto, juiz da 2ª Vara Criminal de São Vicente (SP), escreveu que o promotor “a um só tempo conspurcou e desrespeitou seu próprio trabalho” e causou “verdadeiro sensacionalismo midiático,intranquilidade e comoção nos meios jurídicos e policiais locais”.

Para o parlamentar gaúcho, o promotor “não gosta muito de ter trabalho obtendo provas” e ouvindo testemunhas ou os próprios investigados. “Ele prefere sempre o show da mídia à Justiça”, resume Bohn Gass.

“Nessa operação que levou o juiz do caso a acusá-lo de desrespeitar o próprio trabalho, o Promotor Cássio havia prendido policiais e um advogado, sob acusação de que eles estavam envolvidos em jogos de azar, mas faltava uma coisa fundamental: as provas”, argumentou o deputado, acrescentando que o recolhimento de provas não é “o forte” do promotor.

“Todos os acusados foram absolvidos, só uma pessoa foi condenada: o próprio promotor Cássio”, lembrou Bohn Gass.

Outro juiz, Joel Mandelli, da 6ª Vara Civil de Santos (SP), condenou o promotor a indenizar o advogado por tê-lo exposto à execração pública. “Pois este é o homem que já foi condenado, porque desrespeitou o próprio trabalho e causou sensacionalismo midiático, que hoje está no Jornal Nacional e amanhã nos demais jornais acusando o Lula”, ressaltou o parlamentar.

“Não tenho dúvida de que se trata apenas de mais uma contribuição para um deprimente espetáculo anti-PT, cujo objetivo não é, e nunca foi, combater a corrupção, mas voltar aopoder para governar sem o povo. E, para isso, nada melhor do que um promotor que é especialista em sensacionalismo midiático”, afirmou Bohn Gass.

O parlamentar encerrou o pronunciamento citando as contradições da oposição de direita. “Vai à rua e pede a volta da ditadura militar.

Mal sabem que nós lutamos para ter direito de manifestação. Falam contra a corrupção, mas não sabem, ou não querem lembrar, que no seu tempo se colocava tudo debaixo do tapete e não se apurava nada”, concluiu Bohn Gass.


...

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe