Monitor5_728x90

terça-feira, 1 de março de 2016

A prisão de João Santana e a cassação de Dilma, por Jasson de Oliveira Andrade



Quando da prisão do publicitário João Santana e de sua esposa Mônica Moura, marqueteiros da campanha da presidente Dilma, os jornais Estadão e Folha deram praticamente a mesma manchete de primeira página: “Moro manda prender marqueteiro de Dilma; ação no TSE ganha força”, no Estadão, e “Moro decreta prisão de marqueteiro de Dilma, e cassação tem novo fôlego”, na Folha. Por essas manchetes, se percebe o perigo que corre o mandato da presidenta.

O marqueteiro e a esposa disseram que o dinheiro por eles depositado no Exterior nada tinha com a reeleição de Dilma e sim de campanhas que se fez fora do Brasil. No entanto, essa versão não convenceu. Segundo notícia no Estadão (27/2). “uma nova planilha de pagamentos apreendida pela polícia Federal com a funcionária da Odebrecht Maria Lúcia Tavares aponta repasse de R$ 4 milhões no Brasil (sic). (...) Onze procuradores da República que subscreveram o pedido de renovação da custódia [prisão] alegam que João Santana e Mônica “mentiram” em seus interrogatórios”. A desconfiança que houve depósito ilegal referente à campanha de Dilma é desmentida pelo Ministro Edinho Silva, da Comunicação Social e ex-tesoureiro da campanha da presidenta à reeleição. Ele declarou à Folha (Painel, 27/2): “Fazem um esforço imenso para vincular a campanha de Dilma ao caixa dois. Não adianta. Não acharão. Não teve caixa dois”. A ver ...

Já a jornalista Mônica Bergamo, na Folha (27/2) faz mistério: “O Ministério Público Federal está FESTEJANDO (destaque meu) uma nova delação premiada feita recentemente em Brasília. Ela seria, nas palavras de procuradores, uma “das melhores” já obtidas até agora no âmbito da Operação Lava Jato”. Será? A CONFERIR!

Pelo noticiário se vê que o cerco ao governo Dilma é enorme. É o que pensa o ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini. Em declaração ao jornalista André Barrocal, CartaCapital, ele disse: “A Lava Jato é direcionada (sic) ao PT e a inviabilizar o Lula e/ou a Dilma. Isso começou a ficar claro no fim do ano passado e agora essa ação contra João Santana prova isso”. Parece que as manchetes do Estadão (ação no TSE ganha força) e da Folha (cassação tem novo fôlego) poderão mesmo se concretizar. Teremos que esperar mais alguns dias para verificar se as previsões desses dois jornais vão mesmo se tornar uma realidade ou é apenas um desejo deles. A trama, segundo Berzoini, vai dar certo?

JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu

...



Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe