segunda-feira, 14 de março de 2016

A #MarchaDosCorruptos e a representatividade dos números


A cabala dos números

Os "maiores protestos da história do Brasil", segundo o Jornal Nacional. Não há mais o que discutir, quando 3,6 milhões de brasileiros ocupam as ruas para expressar a sua vontade. Ou, melhor ainda, 6,9 milhões, segundo "os organizadores" (Isto tem CNPJ? Tem alguma metodologia de mensuração convalidada? De onde lhe advém a autoridade concedida pelo jornalismo?).

Se 6,9 milhões disseram que Dilma tem que ir embora, tudo o que cabe ao Congresso é apressar o impeachment da presidente. "Como não?" sorriem os apresentadores. "É evidente" respondem os provedores de sonoras para os telejornais da noite. Tudo certo, tudo combinado, não é mesmo?

Mas, vêm cá, 43,7 milhões de pessoas, em 2014, preferiam que Aécio fosse o presidente, e não Dilma, mas isso não bastou para conferir o mandato que o mancebo desejava e de que, até hoje, julga-se merecedor. Como é que em 2016, uma fração de pouco mais de 15,8% disto (segundo "os organizadores) ou, pior, uma fração que representa 8,2% (segundo a PM) desses votos, agora decide quem perde mandatos? Que alquimia marota é esta?

Vou tentar ser ainda mais claro: se os manifestantes de ontem não representam nem 9% dos que NÃO QUERIAM DILMA PRESIDENTE EM 2014, como é que, de repente, a vontade desta fração passa a ser mais representativa do que a vontade de todos os outros que se expressaram claramente nas urnas no mesmo sentido.

Posso dizê-lo de outro modo, se ainda não fui claro. Em 2014 foram precisos 54,5 milhões de brasileiros para conferir a Dilma Rousseff um mandato popular, como é que agora bastam apenas 3,6 milhões de descontentes para que este mandato seja suprimido? Não entendo esse hocus pocus dos números que fazem com que um valor que representa apenas 6,6% do outro deva prevalecer sobre o maior. Por favor, alguém me explique, qual é a base democrática desta cabala que faz com que cada manifestante que se expressa num protesto valha 15 vezes mais do que um eleitor que se expressa nas urnas, pois eu cá já não estou entendendo nada. Boa noite e bons sonhos.


...

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe