Monitor5_728x90

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Lula é corrupto ou não?, por Juremir Machado da Silva



É o tema do momento: Lula é corrupto ou não?

A vida material de Lula melhorou. Mas acima das suas possibilidades? Eu, que ganho menos do que um presidente da República, poderia comprar um triplex à prestação. E um sítio também. É claro que nenhuma empreiteira os reformaria de graça para mim. Elas, de fato, o fizeram para Lula? Parece que sim. O dono da empreiteira iria visitar o apartamento comigo? Claro que não. Em contrapartida, com ou sem ilícito, um ex-presidente da República é sempre um cliente especial e recebe atenção personalizada.

Lula ganhou dinheiro com palestras como Bill Clinton também ganha.

A questão é saber se não houve mais do que isso, uma triangulação: vai com o empreiteiro visitar o amigo Maduro ou outro qualquer, descola um contrato para o empreiteiro amigo; volta para casa, vai visitar o BNDES e descola o financiamento para a obra que será tocada pelo empreiteiro amigo no país do presidente parceiro. Recebe uma comissão como se fosse por palestra. Não parece legal.

Há quem sustente que todo ex-presidente faz lobby para que empresas nacionais ganhem o mundo.

É tudo nebuloso.

Por outro lado, boa parte das coisas que correm na internet sobre a família Lula é tão verdadeira quanto a existência da mula sem cabeça. Nenhum filho de Lula é dono da Friboi ou das terras de Alegrete.

Também é verdade que filhos do Lula obtiveram contratos e parcerias inusitados.

O mesmo teria ocorrido com o filho de FHC, que fez parceria com a Disney.

Todos iguais? Há diferenças? Citar FHC serve aos interesses petistas?

Como tentar entender a complexa trama sem cruzar todos os seus fios?

Há uma discrepância no noticiário. Delator cita FHC. Um segundo no Jornal Nacional.

Delator cita Lula: meia hora no horário nobre, capa na revista Veja, manchete no Estado de S. Paulo.

Instituto Lula divulga documentos para se defender. Mídia diz que publicou nota.

Família Lula vai 111 vezes a sítio em Atibaia. Tudo aparece no Porto da Transparência.

As manchetes sugerem ilegalidade acachapante.

Eu não botaria minha mão no fogo por Lula.

Mas já estudei o mesmo cerco contra Getúlio Vargas e Jango.

Nunca se provou coisa alguma contra eles.

História requentada?

Talvez. Dizer isso também pode ser uma racionalização, uma estratégia ardilosa do acusado e acuado.

Verdades opostas se enfrentam: é certo que a oposição, com ajuda da mídia, investe contra Lula para derretê-lo e impedir que seja candidato a presidente em 2018. É o temor de mais uma derrota.

Também é verdade que as contas de Lula não fecham ortodoxamente. A relação com as empreiteiras deixa à vista um rastro de favores que certamente não foram feitos somente por admiração.

Esses elementos fazem de Lula um bilionário e o político mais corrupto da história do Brasil? Ainda não está provado. Os investigadores terão de trabalhar mais. Por enquanto, apostam mais nos holofotes do que na robustez das provas obtidas. Indícios, porém, não faltam. Na caça ao Lula há legítimo combate a possível corrupção e também acerto de contas, ódio de classes, revanche ideológica. O que mais?

As certezas do momento, de parte a parte, são todas ideológicas.


.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe