Monitor5_728x90

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Ex-presidente nacional do PSDB, Eduardo Azeredo é condenado a 20 anos de cadeia por mensalão tucano-mineiro de 1998


NÃO COMEMOREM!
Um tucano, ainda mais um dos "caciques" e quadros importantes do PSDB ser condenado por qualquer coisa, e até correndo o risco de ir mesmo para a cadeia, é sinal dos tempos, e demonstra de forma cabal que Deus deve estar mandando novo dilúvio, uma outra série de pragas bíblicas, coisa do tipo. O fim está próximo, irmãos! Arrependei-vos!

Azeredo é condenado a 20 anos de prisão por mensalão tucano

Ainda em primeira instância, a sentença deverá ser cumprida em regime fechado

O ex-senador Eduardo Azeredo (PSDB) foi condenado, nesta quarta-feira (16), a 20 anos e 10 meses de prisão, pelos crimes lavagem de dinheiro e peculato (desvio de dinheiro público). Ele é o primeiro político do PSDB condenado no esquema do mensalão tucano 17 anos depois de os crimes ocorrerem.

Ainda em primeira instância, a sentença deverá ser cumprida em regime fechado. A decisão foi assinada pela juíza Melissa Pinheiro Costa Lage, da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte. Azeredo pode recorrer da decisão em liberdade.

O ex-senador do PSDB foi condenado por sete crimes de peculato, e seis de lavagem de dinheiro. Além dos 20 anos de reclusão, Azeredo terá de pagar 1.904 dias-multa, cujo valor será calculado sobre o salário mínimo vigente em 1998 (R$ 130).

Azeredo renunciou ao cargo de senador em 19 de fevereiro de 2014. Em carta enviada por seu filho Renato Penido Azeredo ao presidente da Câmara dos Deputados, à época Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), o ex-senador disse que abria mão de seu mandato por não concordar com as acusações dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro.

Coincidência
O responsável por enviar ao Supremo Tribunal Federal as alegações finais do processo contra o tucano foi o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que nesta quarta-feira (17) pediu o afastamento de Eduardo Cunha do cargo de deputado e de presidente da Câmara.


.

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe