domingo, 8 de novembro de 2015

Depois de 28 dias, O Globo pede desculpas a filho de Lula por notícia falsa. Mas o estrago já está feito


De novo e de novo e de novo. Mas eles sabem que o estrago já está feito. 
Que, a partir dali, a falsa informação se entranhará nas famosas redes sociais e, então, de volta pro mundo real - mas um milhão de vezes mais forte.
E muita gente levará pro caixão essa história como verdade. 
E muitos, talvez a maioria, JÁ SABENDO DO DESMENTIDO, continuarão "acreditando" na história falsa e disseminando-a "inocentemente". Conheço muitos que agirão assim MESMO APÓS O DESMENTIDO!!

Quantas notícias como essa, que O Globo foi obrigado a desmentir, foram sendo disseminadas, e seu conteudo falso, inventado, errado, equivocado etc impregnado indelevelmente na cabeça da opinião pública, ou de boa parte dela?

Indelevelmente.

Sobre isso, pincei no Facebook o desabafo de alguém. Certeiro. Ele não é ingênuo a ponto de acreditar que as pessoas que disseminam tais mentiras pararão por aqui. Destrinchou bem a coisa. Dá até pra fazer um esqueminha. Acompanhem:

O jornal publica a mentira ===> pessoas lêem a mentira ===> disseminam a mentira ( sem questionar, já que atinge o alvo que eles desejam ) ===> saem cobrando Deus e o mundo a respeito dos "fatos" noticiados pelos meios de comunicação ===> quando esses desmentidos e desculpas ocorrem "fazem cara de paisagem" ===> aguardam a próxima mentira ===> O jornal publica nova mentira ( sim, haverá outras... )




( *** )


O arrependimento “slow-motion” de Lauro Jardim. Ofensa hoje, desculpas em um mês


A  coluna de hoje de Lauro Jardim um ato de arrependimento com aquele inconfundível sabor  de “tomei processo e vou perder”.

É o pedido de desculpas por ter dito, em sua estréia no jornal dos Marinho que o delator Fernando Baiano Soares disse ter pago despesas do flho de Lula, Fábio.

Jardim sabia faz tempo que isso era uma mentira, mas só o corrigiu agora, passados 28 dias.

Se foi aconselhado a agir assim pelos advogados é algo que não elite a falta de espontaneidade que, de fato, está contida num pedido de desculpas sinceras.

Aliás, é evidente que os advogados da empresa entraram no circuito, porque orientaram a dar uma chamada de primeira página do tamanho prudente para que não fosse obrigado a fazer o desmentido com o mesmo escandaloso destaque que deu à mentira.

Os 28 dias do ciclo de arrependimento do jornal e do jornalista mostram-lhes a insinceridade.

São lágrimas de crocodilo, nada mais.

Aliás, para O Globo publicar a verdade, em relação a Lula, só obrigado ou na iminência de ser obrigado pela Justiça.


( *** )




PRA DENUNCIAR É MANCHETE. PRA SE RETRATAR, É NOTA DE CANTO DE PÁGINA

Mas o estrago já está feito, graças à potencialização propiciada pelas novas formas de comunicação cibernéticas, que permitem que boatos e falsos "fatos" sejam disseminados como o ébola. E a retratação não será disseminada com a mesma intensidade e alcance.

Que bom que a Dilma deverá sancionar o Direito de Resposta do Requião. Jornais, jornalistas - e leitores - canalhas irão à míngua

.

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe