Monitor5_728x90

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Cunha será cassado?, por Jasson de Oliveira Andrade





O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, responde processo no Conselho de Ética da Casa por quebra de decoro por supostamente ter mentido na CPI da Petrobras ao negar ter contas no Exterior. Cunha alega que os recursos que tem na Suíça foram obtidos por meio da exportação de alimentos para o Zaire, atual República Democrática do Congo, na década de 1980, quando existia no Brasil a Ditadura. Ele diz ainda não ter mais documentação sobre as transações. Já Camila Turtelli, no Estadão (7/11/2015), revela: “O cenário das exportações de carne pelo Brasil em 1980 era incipiente e o embarque para países africanos era algo raro de se ver. Segundo o professor da Escola Superior de Agricultura (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP), Sérgio De Zen, no período, o Brasil embarcava entre 3% e 5% do que produzia, ante uma média atual de 20%. “Além disso, era normal no Governo Militar [Ditadura] decretos que suspendiam as exportações brasileiras”, diz De Zen. “Foi a época em que o Brasil perdeu bastante participação de mercado”. (...) De acordo com De Zen, a venda externa de carne enlatada era comum, JÁ NEGÓCIO DO SETOR COM PAÍSES AFRICANOS NÃO” (destaque meu). Sem comentário!

À respeito do dinheiro que Cunha diz não possuir no Exterior, tem uma notícia que o desmente. O jornalista Graciliano Rocha, na Folha (7/11/2015), sob o título “Cunha sofre derrota na justiça da Suíça’, noticia: “A Suíça rejeitou recurso impetrado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que visava anular (sic) o ato de cooperação que autorizou envio de provas DE EXISTÊNCIA DAS CONTAS SECRETAS NAQUELE PAÍS (destaque meu) e torná-las invalidas (sic) perante a Justiça brasileira. (...) Como não há possibilidade de recurso, a decisão enterra a possibilidade do congressista obter, pela via judicial suíça, a paralisação do inquérito que corre no STF (Supremo Tribunal Federal), em Brasília”. O Estadão, na mesma data, informa: “Ao ESTADO, fontes próximas ao processo na Suíça afirmaram que o congelamento [das contas] só ocorreu depois que ficou claro a existência de suspeitas de que o dinheiro não tinha origem legítima. “Existe uma suspeita inicial suficiente de que, também em relação a estas transações efetuadas para Cunha, trata-se de produtos criminosos”, alertou um informe interno do MP [Ministério Público] suíço. (...) “Existe uma forte suspeita que os pagamentos efetuados às contas de Cunha são pagamentos de propina e que Cunha é culpado também por lavagem de dinheiro, declarou o Ministério Público”.

Outra notícia péssima para Cunha. O Estadão (7/11) publicou: “Para Aécio, “provas” contra o peemedebista “são contundentes”, declarando ainda que o PSDB votará contra Cunha numa possível votação pela cassação do mandato dele. Já o Estadão, no Editorial “Cunha e a Velhinha de Taubaté”, diz: “O deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) deve achar que os brasileiros somos uma versão coletiva da crédula e ingênua Velhinha de Taubaté. Não pode ser outra a explicação para a fantástica (sic) história que ele pretende contar ao Conselho de Ética da Câmara para tentar justificar os vultosos recursos, a ele vinculados, que foram descobertos na Suíça e que até outro dia ele jurava que não existiam”, concluindo: “Cunha disse que tratará o caso “com calma, tranqüilidade e riqueza de detalhes”. Detalhes decerto suficientes para rivalizar com a imaginosa carochinha. Um deputado fiel a Cunha resumiu, ao jornal O Globo, a intenção do deputado: “Não interessa se vai colar ou não. O que importa é ter algo a dizer”.

Com tudo isso contra, Cunha vai ser cassado? Ele poderia renunciar à Presidência da Câmara dos Deputados e assim ver-se livre da cassação. Por que não fez? Logicamente Cunha confia naqueles deputados do “baixo clero”, como é chamado um bom número de parlamentes. Confia neles para se livrar da punição. Também acho. Para mim, ele só será afastado da Presidência com uma decisão do Judiciário! Como sempre digo: A CONFERIR.

JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu 

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe