quarta-feira, 29 de julho de 2015

Romário vai até a Suíça e confirma que Veja mentiu novamente



Depois de ter sido acusado pela revista de possuir uma conta milionária e não declarada na Suíça, o senador foi até o país para comprovar que não é dono do dinheiro e agora cobra explicações: “Aqueles que devem, podem começar a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar de todas as formas”

Por Redação

O senador Romário (PSB-RJ) promete não deixar barato o episódio envolvendo as acusações falsas que a revista Veja fez contra ele em sua última edição. A publicação da editora Abril afirmou, no final de semana, que o ex-jogador possuía uma conta milionária em Genebra, na Suíça, e que o valor não teria sido declarado na Receita Federal – configurando crime no Brasil.

No dia seguinte ao que a revista chegou às bancas, o senador fez um esclarecimento em seu Facebook apontando as mentiras da matéria e disse que confirmaria a existência da conta na Suíça para tomar as providências cabíveis. “Revista cretina”, afirmou na ocasião.

E assim o fez. Também via Facebook, o ex-jogador publicou uma foto, nesta quarta-feira (29), em que está em Genebra e ironizou dizendo que está “chateado” por confirmar que não é o detentor do valor milionário.

“Galera, bom dia! Chateado! Acabei de descobrir aqui em Genebra, na Suíça, que não sou dono dos R$ 7,5 milhões. Aguardem mais informações… Agora, aqueles que devem, podem começar a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar de todas as formas. Eu não finjo ser decente, não faço de conta ser sério e pareço ser correto. Eu sou!!!”, escreveu em um post.

Em outra publicação, o senador foi ainda mais incisivo e pede explicações da revista Veja por mais uma mentira, postando a foto de um documento falso que a revista usou para incriminá-lo.

“Alguém aí tem notícias dos repórteres da revista Veja Thiago Prado e Leslie Leitão, que assinaram a matéria afirmando que tenho R$ 7,5 milhões não declarados na Suíça? E do diretor de redação Eurípedes Alcântara? Dos redatores-chefes Lauro Jardim, Fábio Altman, Policarpo Junior e Thaís Oyama? Gostaria que eles explicassem como conseguiram este documento falso”, enfatizou.


.
.

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe