sexta-feira, 19 de junho de 2015

Requião e outros senadores vão à Venezuela conversar com "autoridades constituídas e representantes legítimos da sociedade venezuelana", diferentemente de Aécio e sua trupe tucana



Nova comissão vai a Venezuela. Com outro proposito

Os senadores Roberto Requiao (PMDB-PR), Vanessa Graziotin (PcdoB-AM), Lideice da Mata (PSB-BA) e Lindberg Farias (PT-RJ) vao fazer parte de uma nova comissão externa do Senado que irá à Venezuela na próxima semana. Requerimento neste sentido foi aprovado pelo plenario. Diferente da comissao integrada basicamente por senadores do PSDB e que foi obrigada a voltar ao Brasil sem conseguir seu objetivo, que era o de visitar adversários do presidente Nicolás Maduro, que estão presos, a nova comissão pretende estabelecer contatos “com as autoridades constituídas” e com “representantes legítimos da sociedade venezuelana”.

Ao propor a nova comissão, os senadores afirmaram que aquela liderada pelo tucano Aécio Neves “não atende às exigências de isenção e imparcialidade que a gravidade do momento delicado requerem”.

– Os ilustres senadores que compõem aquela comissão marcam o seu discurso pela indução ao acirramento dos ânimos, tanto para atingir objetivos na política interna brasileira (desgaste político do governo federal), como para fortalecer um dos lados na disputa democrática venezuelana”, afirmam os proponentes da nova comissão.

Para esses senadores, “é dever do Brasil – logo da diplomacia parlamentar – identificar e promover condições de diálogo, pacificação e redução da agressividade que tem marcado o processo democrático venezuelano”.

– A Venezuela, o Brasil e a América do Sul precisam, na verdade, é da ação parlamentar que abra os caminhos para o diálogo interno e promova para o debate sereno dos problemas venezuelanos”, ponderaram Requião, Vanessa, Lidice e Lindberg. 



.






.


















.


Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe