Monitor5_728x90

domingo, 10 de maio de 2015

A boquinha de Arnaldo Jabor na TV Cultura




Em 14 de abril, os midiotas de plantão foram surpreendidos com a notícia de que o Arnaldo Jabor, o arqui-inimigo do “lulopetismo” e bajulador-mor do tucano FHC, não iria mais obrar suas colunas no Estadão. Numa notinha lacônica, o jornalão oligárquico simplesmente informou que ele havia sido enxotado.

O motivo da dispensa sumária não foi uma autocrítica da famiglia Mesquita, mas sim a própria crise da empresa, que está falida e endividada. Uma semana antes, o jornal já havia demitido outros 125 profissionais – num facão que foi questionado pela Justiça do Trabalho. 

O midiotas, porém, não precisam ficar mais tristes. Neste Dia das Mães, os órfãos do “calunista” foram agraciados com a notícia de que ele poderá ganhar uma boquinha na TV Cultura, a tevê pública que virou um biombo dos reacionários e um palanque do governador Geraldo Alckmin. 

Segundo a repórter Camila Gomes, do site de entretenimento F5, da Folha, “Arnaldo Jabor está sendo cotado para comandar um novo programa na TV Cultura. A atração será um ‘talk show’ intelectualizado, que ocupará o espaço de ‘Provocações’, comandado por Antônio Abujamra, que morreu na semana passada. A ideia é colocá-lo no ar também às terças-feiras”. 

A possibilidade da contratação do ex-colunista do Estadão – que ainda destila o seu veneno na TV Globo, outro veículo descaradamente golpista – deve alegrar os midiotas e paneleiros, mas entristece os que ainda se recordam do rico passado da TV Cultura. Ele “substituirá” o irreverente Antônio Abujamra, que brilhava num dos poucos programas que ainda prestavam nesta emissora pública. Lamentável!

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe