terça-feira, 30 de dezembro de 2014

"Hellfie" ( Conto )


Uma jornada de mil quilômetros começa com o primeiro passo. Se não quiser e não tiver genuína vontade, nem atravessar a rua você faz.

E eis que Joselfio resolveu trilhar seus mil quilômetros, num rumo incerto, mas empenhado em representar bem o papel ao qual estava cosmicamente destinado: ser o protagonista desde pequeno conto. 

E botou-se na trilha. Primeiro passo. Segundo passo. Terceiro...

Os passos foram se multiplicando: centenas, milhares. Um trajeto que parecia não se acabar. Mas, verdadeiro dono e senhor de seu destino pessoal, Joselfio não sucumbiu. Teve ocasiões em que fraquejou um pouco, é bem verdade. Questionou a si mesmo se aquilo valia a pena. Mas não havia o que fazer. Era inexorável. A satisfação de ter completado um percurso de tamanha envergadura haveria de valer a pena.

(***)

E os dias foram se passando. E os meses.

(***)

Até que, do alto de um morro, Joselfio avistou no horizonte próximo algo que parecia um outdoor. Sem esforço, leu: "Bem-vindo, Joselfio. Você conseguiu!".

(***)

"UAU!!!", exultou ele. "Finalmente!"
Respirou fundo, agrupou forças, e entrou em disparada rumo ao destino derradeiro, ao final da jornada. Chega de sofrimento, de dor, de calos e bolhas nos pés.

(***)

Faltando cerca de 100 metros, ao tocar no bolso de trás para pegar seu celular, a fim de imortalizar o momento, Joselfio tremeu. Estremeceu. Gelou.
- Putaquepariu, esqueci o celular!!!, berrou.

(***)

Já diante do outdoor, ele olhou tudo aquilo, suspirou, olhou de novo.
Olhou pra trás, e viu as pegadas que iniciavam lááááá ao longe e terminavam perto dos calcanhares de Joselfio. 
Suspirou novamente:
- É o jeito...

Uma jornada de volta de mil quilômetros começa com o primeiro passo.

FIM

.




Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe