sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Homem que salvou judia do nazismo perde 6 parentes em Gaza e devolve homenagem que recebeu de Israel


Homem que salvou judia do nazismo perde 6 parentes em Gaza
O holandês de 91 anos devolveu um prêmio que ele e a mãe receberam de Israel em 2011 - por considerar "insulto" manter homenagem

Um holandês de 91 anos que recebeu, em 2011, a medalha e o certificado “Justo entre Nações” ( dado pelo Estado de Israel para pessoas que arriscaram vidas durante o Holocausto para salvar judeus do extermínio pelo nazismo ) devolveu o prêmio à Embaixada israelense em Haia após perder seis familiares em Gaza durante ataques do Exército israelense no final do mês de julho. As informações são do Haaretz.

Henk Zanoli e sua falecida mãe, Johana Zanoli-Smit, foram premiados em 2011 por ter arriscado suas vidas durante a invasão nazista na Holanda para salvar uma criança judia, Elhanan Pinto. A criança foi mantida pela família Zanoli entre os anos de 1943 a 1945, época em seus pais foram mortos em um campo nazista. 

Na época da Segunda Guerra Mundial, o pai, um irmão e um cunhado de Henk morreram por defender a resistência holandesa contra a invasão nazista.

Agora, décadas depois, o idoso que é advogado aposentado recebeu a notícia de que uma sobrinha-neta perdeu toda a família em Gaza, após sua casa ter sido atingida por bombardeios aéreos no dia 20 de julho. Quatro gerações da família foram mortas neste mesmo ataque. 

Atordoado, Zanoli devolveu sua medalha e certificado – e o prêmio póstumo da mãe – à Embaixada de Israel com uma carta dizendo que manter a homenagem seria um “insulto à memória de sua corajosa mãe, que lutou a favor da preservação da vida humana”. Ele também disse na carta que, como advogado, quer explicações sobre o ataque à família em Gaza.


.


Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe