sexta-feira, 25 de abril de 2014

Europa fez 45 milhões de novos pobres em dois anos



O alerta é da Rede Europeia Anti-Pobreza (EAPN) que revela que o número de pobres na União Europeia subiu de 85 milhões para quase 130 milhões, entre 2010 e 2012.

O número de pobres na União Europeia subiu de 85 milhões para quase 130 milhões, entre 2010 e 2012, com mais 45 milhões de pessoas em situação de carência, divulgou esta quinta-feira, em Bragança, a Rede Europeia Anti-Pobreza (EAPN).

"A Europa está seguramente a fazer mais pobres, porque em pouquíssimos anos, entre 2010 e 2012, que são os dados disponíveis, passamos de 85 milhões para quase 130 milhões de pobres na União Europeia. É absolutamente inequívoco que estamos a produzir mais pobreza, mais desigualdade", declarou à Lusa Sérgio Aires, presidente da EAPN.

Para o dirigente, as eleições Europeias de Maio são "de extraordinária importância" para reflectir e se tomarem decisões sobre: "até que ponto é que queremos prosseguir neste caminho ou pretendemos alterar alguma coisa antes que seja tarde demais".

O presidente da EAPN falava, em Bragança, num encontro distrital com dirigentes de instituições sobre os desafios que se colocam a estas organizações perante os actuais problemas sociais e a necessidade de uma maior articulação e trabalho em rede para melhores respostas.


.
.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe