terça-feira, 29 de outubro de 2013

Exército sírio expulsa mercenários de Sadad, cidade cristã milenar

.


As Forças Armadas da Síria anunciaram, na segunda-feira, a libertação da cidade de Sadad, das mãos dos terroristas que atuam a serviço dos EUA no país.

Segundo a agência de notícias SANA, o exército prossegue na caça aos bandidos nos povoados vizinhos. Sadad é uma cidade citada duas vezes no Velho Testamento e que segundo arqueólogos e historiadores possui mais de 4 mil anos.

A tradicional Igreja Tudor, pertencente ao ramo Siríaco da Igreja Ortodoxa, foi destruída pelos fanáticos.

Na tomada da cidade, terroristas foram abatidos, suas armas tomadas e explosivos desmontados.

A cidade, além de seu caráter histórico, tem disposição estratégica pois fica a meio caminho entre Damasco e Homs.

Durante o período que ficou nas mãos dos terroristas muitos dos moradores de Sadad fugiram para as cidades vizinhas e os que lá permaneceram, sofreram por escassez de alimentos.

No dia 27, um dia antes da libertação de Sadad, o Patriarcado da Igreja Siríaca Ortodoxa havia expedido um comunicado, pedindo que todas organizações e associações em todo o mundo, assim como os governos, se somassem pela liberação dos cidadãos da cidade presos em meio ao cerco à cidade.

Entre os tesouros de caráter arqueológicos, o Patriarcado destaca o monastério de Santa Mama, construída sobre ruínas do templo dos arameus, em 1715.

"Na Igreja de São Jorge, na mesma cidade, encontram-se afrescos religiosos de estilo único" alertava o Patriarcado Siríaco.

No dia seguinte à libertação de Sadad, o encontro da Liga Siríaca, na cidade libanesa de Jdeidah, saudou a salvação de seus cidadãos e acervo e conclamou todas as igrejas em todo o mundo a se unirem na pressão para impedir que as agressões sectárias contra os cristãos das diversas correntes que habitam a Síria, continuem a ser perseguidos, saqueados e violentados.

A Liga denunciou que a Igreja Al Estiqlal, da cidade de Tal Abiad, também foi destruída através de incêndio. ( HORA DO POVO )



.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe