domingo, 14 de julho de 2013

Vilões de HQ verossímeis e invencíveis ( V ): Quase um combate



Comecei a falar sobre os vilões inspirados na vida real mas esqueci de botá-los no campo de batalha. Sem confronto Bem X Mal os gibis não vão vender e a editora vai falir. Aliás, faz tempo que eu não escrevo nada sobre isto. O povo até já deve ter esquecido de nossos personagens, sejam vilões ou heróis. Quem lembra, por exemplo, do grupo de superseres do bem, denominado "LIGA DOS BONS". Ou de um de seus membros, o CAPITÃO GAGAU?

Para ser sincero, nem mesmo eu lembro dos personagens...

( O autor dá uma pausa e vai consultar os posts nos quais foram apresentados os personagens. O leitor boceja. Finalmente, o autor retorna, com a memória refrescada )

Ah, sim! Como eu pude esquecer de meus estimados vilões "LAMÚRIA" e "RESMUNGO"? Foram os primeiros personagens e devo tudo a eles. E eu os vejo todo santo dia... Acho que estou ficando craque em ignorá-los.

BATALHA
Toca o telefone na LIGA DOS BONS. A secretária, Dona Delécia atende colocando o fone entre a orelha e o ombro, enquanto fica digitando e consultando qualquer coisa no celular:
- Siiimmm?
- Aqui é o Chefe Barrete, da Chefatura de Polícia. Tem algum herói aí? É urgente!! Rápido!
"Voou veerr", diz, miando, Dona Delécia ( esteticamente inspirada na Dona Tetê, do Recruta Zero ). Em vez de ir pessoalmente à sala dos heróis, dada a urgência da hora, ela manda uma comunicação impessoal  por celular. E volta a digitar qualquer coisa no aparelho. Baixa uma foto dela de bikini, no Facebook. Em segundos, consegue 328 "Curti".
Cinco minutos depois, quase cochilando, o Chefe Barrete, desperta da leseira que lhe foi imposta pela espera ao telefone e berra:
- E ENTÃO, PORRA!!? Tem herói aí ou não?
"Putz, que cara chato", pensa Dona Delécia, respondendo:
- Ninguém respondeeeu... Vou lá verrrr...
- Dá prá ser agora?
- Ahhhtááááhhhbommmm...

Dois minutos depois, alguém atende o Chefe Barrete:
- Pois não! Aqui é o Tenente Brasil ( versão verde-amarelo do Capitão América ) quem fala! Qual o problema?
- Tenente! Aqueles vilões do Mal, LAMÚRIA e RESMUNGO, invadiram um banco para roubar um cofre, explodiram tudo ( dinheiro inclusive ) , se deram mal e agora, cercados pela PM, fizeram reféns! Vocês têm que fazer alguma coisa!
- OK, Chefe! Vou reunir os outros heróis imediatamente para traçarmos uma estratégia e...
- URGENTE, PELO AMOR DE DEUS! Com essa bagunça toda, o trânsito começou a parar na região e daqui a pouco é horário de pico! Ninguém vai chegar em casa hoje por causa do trânsito!
- ISSO É MUITO MAU! Já vou providenciar ajuda!
- DEUS LHE ABENÇOE! Tá na hora dos humanos direitos tomarem as rédeas da situação nesse país!
- Sem dúvida, Chefe! Até logo!
( Clic! )

Imediatemente, o Tenente Brasil, um dos líderes do grupo, convoca os demais heróis. Ainda meio baleado, devido a sua frágil situação física causada e agravada pela falta de seu GAGAU ESTELAR - a fonte de seus poderes - o CAPITÃO GAGAU é o primeiro a aparecer, mas é dispensado.
Em seguida chegam o MOTOBOY ASSUSTADOR  ( versão brazuca do Motoqueiro Fantasma ); O DOUTOR FALTÁSTICO ( que, quando não está em missão pela LIGA DOS BONS, chama-se Higino e atende - bem, isso é modo de dizer - como médico em hospital público ); COMBUSTÃO, o herói piromaníaco que atua, na vida real, no mercado imobiliário paulistano; e PROFETA, outro líder dos BONS. Profeta é o cérebro informal da equipe. Contumaz leitor de jornais e revistas, Profeta debate, estuda, filosofa, fala, discursa e convence. É também o Relações Públicas da LIGA DOS BONS. Um chefe nato e muito bem-informado a respeito das coisas do mundo, ele é quem define - mediante acordo tácito entre os demais, que lhe concederam tais poderes de decisão - quais serão as diretrizes a serem seguidas pelo grupo. Usa de sua capacidade retórica para convencer os mais recalcitrantes da validade de suas teses e afirmações. Justiça seja feita, ele não convence ninguém, mas é tão chato e intrujão que as pessoas concordam com ele só prá que ele cale a boca.

Acreditem ou não, esses são os heróis. Alguns deles. Faltam vários, além das heroínas. Outra hora eu falo deles.

- A situação é grave, diz o TENENTE BRASIL. Esses vilões estão dominando o Brasil e nossos esforços não estão sendo suficientes. 
- Falta verba, falta pessoal, retruca MOTOBOY ASSUSTADOR.
- Falta nada, replica PROFETA. Uma equipe enxuta e profissionais estimulados são fundamentais. Cada um  sendo recompensado por sua produtividade e...
- Lorota, responde MOTOBOY. Só os líderes e acionistas é que faturam com essa política de "bônus ao mérito". Os pequenos ralam de trabalhar. Nós perdemos mais membros desse grupo de heróis para a síndrome de BURN-OUT que em batalhas contra os vilões.
- Pffff! Indolência e preguiça, isso sim!, treplica o PROFETA.
"Senhores, por favor"!, interrompe o DOUTOR FALTÁSTICO que só apareceu na reunião pra poder dar o cano no posto de saúde. "Temos um assalto com reféns em andamento!"
- OK!, responde o MOTOBOY
- Deveras, responde PROFETA.
- Quem são os vilões em ação?, indaga COMBUSTÃO.
- LAMÚRIA!...
Ahhhhhnãããããoooooooo!, resmungam em uníssono.
- ... e RESMUNGO!
Ahhhhhhhnããããããaão....!!!!!
- Putz, esses caras são chatos demais!, diz MOTOBOY ASSUSTADOR. Noutra ocasião, esse RESMUNGO ficou reclamando de eu andar na contramão. Onde já se viu?
- Em minha identidade secreta - diz o DOUTOR FALTÁSTICO - eu atendi o LAMÚRIA no posto de saúde onde às vezes dou ponto. A minha vontade era de colar sua boca com esparadrapo. Só não fiz isso porque estava em falta no posto.
- Tudo bem, heróis. Não devemos temê-los. Temos de enfrentá-los agora! Quem está comigo?
- Eu não!
- Nem eu! Me arruma outra coisa pra fazer!
- Banco tem seguro!
- Deixa quieto! A polícia resolve! Tô vendo aqui no Datena!
- Putz merda! Olha a bala de borracha prá todo lado!
TENENTE BRASIL tenta animar os heróis a cumprirem seu dever mas, nesse momento, Dona Delécia passa pelo corredor, digitando algo ao celular, e todos ficam secando sua bunda. 


.










Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe