terça-feira, 4 de junho de 2013

Grudados no celular o dia inteiro, Por Xênia Bier



Toda descoberta científica ou tecnológica é muito bem-vinda. E todo início de descoberta é dedicado ao bem da humanidade, por mais simples que seja. Quem pesquisou e descobriu trabalhou muito em laboratório e tinha em mente aliviar a dor e facilitar a vida das pessoas. Mas, cara leitora, você já percebeu que tudo, ou quase tudo, que os humanos recebem, verdadeiras dádivas, é transformado em coisas negativas? Exemplo: a energia nuclear. No que homem transformou? Em bombas que desintegram cidades. Anestesia, que permite que o paciente seja operado sem dor, o ser humano transformou em vício e degradação que mata. Uma descoberta tecnológica que facilita muito a vida das pessoas está se transformando numa verdadeira praga, um vício: é o famigerado celular! Ando pelas ruas e, de dez pessoas que vejo, oito estão grudadas no aparelho. Espero minha neta na saída da escola e a garotada sai correndo, abrindo as mochilas e já ligando o aparelhinho. Devagar, depressa, parados, nos carros, juro que já vi um motorista de ônibus atendendo um celular!



Isso sem falar no incômodo que eles causam no cinema, no teatro, em hospitais. Eu queria saber o que esse povo tanto tem para conversar. Veja você a coincidência: é meia-noite e meia agora que escrevo e o vizinho do prédio saiu na janela berrando com alguém. Ele fala ao celular na janela, porque ali o sinal pega melhor. Não tenho essa coleira eletrônica, mas pelo jeito terei que comprar uma para falar com minha filha e minha neta, que, se não estão no celular, estão no computador! Valha-me Deus!


Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe