segunda-feira, 24 de junho de 2013

Aumenta o número de pessoas que se estropiam por causa dos celulares




Cuidado, o celular pode derrubar você 
Segundo um estudo da Universidade de Ohio, nos EUA, no período de 2005 a 2010, dobrou o número de pessoas que visitam as unidades de pronto-atendimento do país, por causa de quedas, por tropeçarem, ou acidentes mais graves enquanto caminham distraídos falando ao celular. Foram 1,5 mil atendimentos em 2010. 
Para os pesquisadores Jack Nasar e Derek Troyer, o número pode dobrar até 2015, pois a tendência de uso do aparelhinho ainda é crescente. O estudo, a ser publicado na revista Accident Analysis and Prevention de agosto, mostra que os jovens com idade entre 16 e 25 anos são os mais suscetíveis a traumas por distração causada pelo celular, e que a gravidade dos traumas variou desde a queda de uma ponte [ grifo nosso ] até atropelamento. 
Mais interessante: no mesmo período, o número de pedestres com trauma atendidos nessas unidades de urgência reduziu-se pela metade. Não precisa muito para se distrair com o aparelho. Falar ao celular estava relacionado em 69% dos casos, enquanto digitar texto implicou 10% das ocorrências de acidentes. O número de acidentes com carros é ainda mais alarmante e, segundo os autores, é subestimado em centenas de vezes. Portanto, se estiver falando ao celular, não dirija ou se movimente.

Dr. ROGÉRIO TUMA | Carta Capital / Legrand 

LEIA TAMBÉM:

Inimigo secreto
Enviar mensagens pelo celular ao dirigir quadruplica o risco de acidentes no trânsito
Folha de São Paulo, 10/01/2010

.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe