domingo, 14 de abril de 2013

Mulher albanesa descobre que médicos teriam lhe roubado rim 15 anos após a cirurgia


Uma mulher albanesa que foi operada para lhe retirarem uma pedra do rim descobriu, 15 anos depois, que lhe extraíram o órgão completo, segundo relata hoje a comunicação social local.

Shegere Likaj, de 54 anos, foi submetida a uma cirurgia em 1998 no Centro Hospitalar Universitário “Madre Teresa”, em Tirana, o mais conceituado do país, para remoção de uma pedra no rim.

Numa revisão médica realizada recentemente na Grécia, onde vive a sua filha, apercebeu-se que lhe tinham retirado todo o rim sem lho terem comunicado.

Sem querer acreditar no que os médicos gregos lhe disseram, a mulher voltou a submeter-se a exames clínicos em Tirana, onde novamente lhe confirmaram que não tem um rim.

“Quero que me digam a verdade, saber o que fizeram ao meu corpo”, afirmou Shegere Likaj, numa entrevista a um canal de televisão albanês, adiantando que, após a cirurgia em 1998, lhe foi indicado que tudo tinha corrido bem e que o rim iria funcionar normalmente.

A mulher solicitou os registos médicos sobre a sua operação, mas as autoridades de saúde respondem-lhe que não existe. Já pediu intervenção policial para investigar o que aconteceu e exigiu uma indemnização pelos danos causados. ( IOL )

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe