segunda-feira, 8 de abril de 2013

Horror: duas idosas decapitadas após serem acusadas de bruxaria


Papua Nova Guiné: mulheres foram torturadas pela população durante três dias

Duas idosas morreram na Papua Nova Guiné ao serem decapitadas após terem sido torturadas pela população durante três dias, acusadas de praticarem atos de bruxaria, revelou a imprensa local.

O caso aconteceu há uma semana em Lopele, na região autónoma de Bougainville, e, apesar da presença da polícia, a população acabou por matar as duas mulheres.

Herman Birengka, inspetor da polícia local explicou que os agentes pouco podiam fazer para enfrentar a população e salientou que a morte das idosas foi o ato «bárbaro e absurdo».

O mesmo inspetor disse que a polícia tentou negociar a libertação das duas mulheres sequestradas por familiares de um professor que morreu há umas semanas.

As duas mortes juntam-se à de outras seis mulheres acusadas de bruxaria que durante a Semana Santa foram atacadas e agredidas antes de serem despidas e torturadas com ferros em brasa nos genitais e antes de serem queimadas vivas.

A Amnistia Internacional já instou o governo da Papua Nova Guiné a tomar medidas preventivas à caça às bruxas no país, um método muitas vezes utilizado para justificar a agressão às mulheres. ( TVI24 )

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe