segunda-feira, 29 de abril de 2013

Restaurante francês serve pratos com minhocas e grilos



David Faure: O chef francês que cria pratos com minhocas e grilos

O restaurante onde tudo acontece tem uma estrela Michelin e é um dos locais gastronómicos mais famosos da cidade francesa de Nice. Além de pratos com um requinte realmente aprofundado, Faure apresenta algumas criações com insetos.

Para muitos a cozinha ‘gourmet’ é realmente algo divinal. Para outros é apenas um prato que sabe sempre a pouco. Por todo o mundo há milhares de chefs que sonham ver os seus restaurantes no famoso guia Michelin.

David Faure, um chef francês, já o conseguiu. O seu ‘Aphrodite’, situado na cidade francesa de Nice, tem uma estrela.

Mas eis aquilo que parece ser o grande segredo.

Na sua lista de pratos especiais, Faure tem refeições onde os pratos vêm com minhocas e grilos.

Os mesmos podem ajudar a ‘enfeitar’ o prato ou podem ser mesmo servidos quase como um aperitivo. 


Kosovo: pobres eram aliciados por médicos para que vendessem seus órgãos


Cinco médicos condenados no Kosovo por tráfico e transplante ilegal de órgãos
Pessoas com graves carências económicas eram aliciadas com dinheiro para entregar os seus próprios órgãos.

Um tribunal no Kosovo condenou, nesta segunda-feira, cinco médicos por tráfico e transplante ilegal de órgãos, através de uma rede com ramificações na Europa, América do Norte e Médio Oriente. Os cinco homens operavam através da clínica Medicus, em Pristina, encerrada em 2008 depois de um homem ter sofrido complicações graves após ter-lhe sido removido um rim.

A pena mais pesada foi aplicada ao urologista Lutfi Dervishi, sentenciado num tribunal da missão europeia de polícia e justiça, a Eulex, com oito anos de prisão. O seu filho, também médico, Arban Dervishi, foi condenado a sete anos e três meses de prisão. Três outros arguidos vão cumprir uma pena entre um e três anos. Dois outros suspeitos neste processo, um deles Ilir Rrecaj, antigo responsável do Ministério da Saúde kosovar, foram absolvidos pela Eulex, missão encarregada dos dossiers mais sensíveis em matéria criminal no Kosovo.

Durante as investigações e no julgamento, Ilir Rrecaj admitiu que foram feitos transplantes ilegais na clínica Medicus, negando, no entanto, ter estado envolvido em qualquer das intervenções.

Os cinco homens agora condenados eram acusados de crime organizado e exercício ilegal de actividades médicas, segundo a acusação apresentada pelo procurador europeu Jonathan Ratel. O caso foi julgado por dois juízes apontados pela União Europeia e um magistrado kosovar.

Ainda de acordo com a acusação, mais de 30 cirurgias para a remoção de rins e transplantes foram realizadas na clínica Medicus, em actividade até 2008, altura em que rebentou o escândalo.

Os doadores, pessoas com graves carências económicas, recrutadas na Europa ou na Ásia central, eram aliciados a troco de promessas de 15 mil euros, enquanto os pacientes pagariam cerca de 100 mil euros pelo órgão e transplante. A rede a que pertenciam os arguidos fazia falsas promessas de pagamentos de cerca de 14.500 euros por um rim e cobrava entre 110 mil euros e 137 mil euros pelo órgão e respectivo transplante.

A acusação indica que além dos cinco kosovares, um médico turco e um cidadão israelita estão envolvidos na rede. O israelita é considerado o cérebro da rede de recrutamento de dadores, enquanto o médido israelita é suspeito de ter realizado transplantes na clínica Medicus. Os dois homens não foram no entanto ouvidos no processo por não se conhecer o seu paradeiro. ( PUBLICO )

UE vai proibir três inseticidas prejudiciais às abelhas


Três inseticidas mortais para as abelhas estarão proibidos na União Europeia (UE) durante dois anos a partir de dezembro, anunciou nesta segunda-feira a Comissão Europeia após uma votação que demonstrou as fortes pressões da indústria e dos "lobbies" agrícolas.

No total, 15 países, inclusive França e Alemanha, votaram a favor da proposta de proibição apresentada pela Comissão Europeia. Oito países, entre eles Reino Unido, Itália e Hungria, votaram contra, e quatro, entre eles a Irlanda, se abstiveram. Apesar de apertada, a votação de 187 países a favor da proposta, 125 contrários e 33 abstenções foi suficiente para aprovar o texto.

Nas próximas semanas, a decisão de suspensão por dois anos de três neonicotinoides - clotianidina, imidacloprid e tiametoxam -, presentes em pesticidas fabricados para quatro tipos de cultivos: milho, colza, girassol e algodão. A medida será válida apenas para alguns cultivos e durante certos períodos do ano, nos quais as abelhas estão em atividade.

"As abelhas são vitais para nosso ecossistema e é preciso protegê-las, sobretudo porque fornecem uma contribuição anual de 22 bilhões de euros à agricultura europeia", declarou o comissário europeu encarregado do texto, Tonio Borg. Para que o projeto fosse aprovado, ele teve de adaptar a versão original, adiando a aplicação de 1º de julho para 1º de dezembro e aceitando prolongar os testes científicos sobre o tema. A Comissão Europeia rejeitou, entretanto, a proposta húngara de autorizar decisões nacionais a respeito destes produtos.

As organizações de defesa do meio ambiente parabenizaram a decisão. A Avaaz declarou que a aprovação do texto “responde a uma campanha apoiada por 2,6 milhões de pessoas”, enquanto a Greenpeace se contentou com o fato de “os países opostos a essa proibição terem fracassado”. Para apresentar sua proposta, a Comissão Europeia se baseou em um relatório negativo da Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (EFSA).

Já os grandes produtores agrícolas e as multinacionais químicas e agroalimentícias lamentaram e tentaram bloquear a decisão. “A comissão deveria voltar à mesa de negociaçoes ao invés de forçar uma proibição”, afirmou o grupo Syngenta, uma das fabricantes dos pesticidas, segundo a qual o produto não prejudica a saúde das abelhas. “É um retrocesso para a tecnologia e a inovação”, destacou a alemã Bayer, por comunicado. ( RFI )

domingo, 28 de abril de 2013

Fantasma de Michael Jackson dança para sua irmã


La Toya Jackson, irmã do cantor e compositor Michael Jackson, afirmou ter visto seu fantasma.
La Toya Jackson especificou que o fantasma do artista apareceu na sua casa em Ensino, nos subúrbios de Los Angeles.
“Ouvem-se distintamente os passos de sua dança. Ele mesmo não pode ser visto, mas se sente sua presença”, disse La Toya.
Michael Jackson comprou a casa em Ensino em 1981. Ele morou ali durante bastante tempo com seus filhos. O cantor faleceu no verão de 2009. ( VOZ DA RUSSIA )

E MAIS!!!!

Irmã de Jackson afirma que ouve o fantasma do músico
La Toya, de 56 anos, irmã do rei da pop, acredita que o fantasma do músico ainda anda por casa e que tem protegido os três filhos, Prince, Paris e Blanket.
La Toya afirmou que consegue ouvir o irmão a fazer passos de dança na mansão em Encino, Califórnia. "Não se consegue ver nada, mas consegue-se sentir a presença dele", garante.
Desde que Michael Jackson morreu em 2009, La Toya tem recorrido a centros espíritas e psicanálise para comunicar com o irmão. "Se o Michael quer dizer-me alguma coisa, eu quero saber", sublinhou. ( JN )

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Síria: tráfico de órgãos humanos envolve americanos, franceses e mercenários !!!


Contrabando de órgãos humanos floresce na Síria
Cidadãos dos Estados Unidos, da França e da Turquia, juntamente com combatentes da oposição síria, estão envolvidos no contrabando de órgãos humanos na Síria, informa hoje o canal de televisão libanês Al Mayadin.
De acordo com testemunhas, em particular, este "negócio" floresce no norte da Síria, onde as operações são realizadas não apenas em cadáveres, mas também em pessoas feridas. Depois, os órgãos são transportados para a Turquia.
Anteriormente, foi relatado que os terroristas que matam civis na Síria, recebem grandes montantes de dinheiro em troca de qualquer corpo ou pessoa ferida, contrabandeados para fora do país. ( VOZ DA RUSSIA )

terça-feira, 23 de abril de 2013

Chupacabras: moradores de Porto Rico relatam ataques da criatura


O conto, postado nas redes sociais, descreve um encontro com uma estranha criatura, no início deste mês em Guayama, em Porto Rico.
De acordo com o relatório, Rey D. Rodríguez ( apelidado de "Chaka" ) e seu sobrinho estavam usando uma caminhonete para encontrar e recuperar seu gado .
A noite tinha caído e os homens estavam usando as luzes do caminhão juntamente com uma lanterna potente para ajudá-los a encontrar os animais.
Quando estavam saindo, Chaka avistou um par de olhos vermelhos através da escuridão. Ao mover o caminhão, eles perseguiram o animal acreditando ser uma das vacas, mas quando finalmente chegaram cara a cara com a criatura que acabou por ser algo completamente inesperado.
Descrito como um humanóide laranja/amarelo com olhos vermelhos e penas em suas costas, a criatura correu para o mato quando eles se aproximaram. Chaka tentou perseguir o intruso mas acabou por ser muito rápido para ele e desapareceu.
Na semana seguinte, surgiram relatos de ataques a animais com um abate misterioso de duas éguas e dois bezerros na área. O caso continua a ser impossibilitado de verificado e inexplicável. ( Arquivo UFO )

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Psiquiatra inglês acha que consumo de cocaína por bacanas de Wall Street foi que jogou o mundo nos braços da cise econômica!!



E se tivesse sido a cocaína a precipitar a crise financeira?

Teoria defendida por cientista e ex-conselheiro do governo britânico no combate às drogas
Avançar com uma explicação linear para um fenómeno que mudou a face da economia mundial é uma excelente maneira de reforçar uma reputação. E que essa reputação oscile habitualmente entre o rótulo de sábio ou de provocador com gosto pelas frases de choque, não é novidade para David Nutt. É ele o homem que, em poucas palavras, definiu a crise financeira que condiciona a vida económica do ocidente desde 2008 como uma consequência direta do uso endémico de cocaína por parte dos altos quadros de Wall Street, ponto de partida para o problema global.
A teoria é simples, talvez excessivamente simples para a complexidade do fenómeno que procura explicar. Mas desde que foi formulada com todas as letras, no passado domingo, numa entrevista publicada no «Sunday Times», não para de ocupar espaço nos «media» internacionais. 
Nutt, que completou 62 anos nesta semana, é um respeitado - mas polémico - psiquiatra e professor de neurofarmacologia, que se especializou no estudo do consumo de drogas e seus efeitos. Em sua opinião, os mecanismos que estiveram na origem do descalabro financeiro coincidem, ponto por ponto com os comportamentos de dependentes de cocaína. «O uso de cocaína por banqueiros de topo meteu-nos nesta confusão», afirmou, desenvolvendo a ideia a seguir: «É uma droga que tende a dar um excesso de confiança a quem a usa, que assim se sente capaz de assumir mais riscos. Leva as pessoas a querer sempre mais, o que encaixa na perfeição na cultura de excitação e ganância, típica da indústria financeira», diz.
O fundamento científico para as ideias de Nutt é simples: um dos efeitos do uso de cocaína é a acumulação de dopamina no cérebro, um neurotransmissor que estimula a sensação de bem-estar e de autoconfiança. Nos casos de uso intensivo, os períodos de satisfação são cada vez mais curtos, sendo substituídos pela necessidade de estímulos mais fortes e mais complexos ¿ e este processo tem muitos pontos em comum com o comportamento de viciados no jogo, ou em apostas, e estende-se a vários ramos de investimento na finança.
Embora nunca tivesse sido formulada desta forma por um especialista científico, a teoria de Nutt dá corpo a algumas ideias defendidas ao longo do tempo por outros comentadores. Entre eles, o insuspeito governador do banco de Inglaterra, Mervyn King, que em 2010, em pleno diagnóstico da dimensão da crise, definiu as funções de um banco central como «aquele que leva embora o jarro das bebidas quando as pessoas se entusiasmam demais numa festa», algo que não aconteceu antes de 2008. 
A metáfora da bebida foi também usada pelo então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, que definiu o eclodir da crise com uma fórmula igualmente linear: «Wall Street ficou bêbeda», afirmou então, enquanto o chefe da Reserva Federal, Alan Greenspan, definia a bolha do crédito como um clima de «exuberância irracional». Exactamente a mesma frase usada pelo irlandês Chris Luke, diretor clinico do Hospital Universitário de Cork, que em 2010 antecipou as ideias de Nutt, lembrando que «o uso generalizado de cocaína nos centros de decisão financeira levou a uma megalomania que originou comportamentos de exuberância irracional», sintetizou.
Resta acrescentar que esta está muito longe de ser a primeira polémica a envolver David Nutt. Em 2009, o cientista e investigador foi afastado da presidência do ACMD, um órgão de aconselhamento do ministério da Saúde britânico para as políticas relacionadas com o combate à droga. A sua permanência no cargo durou pouco mais de um ano, por efeito da oposição declarada à política governamental de combate à cannabis. No entender de Nutt, que escreveu vários textos sobre o assunto, esta é uma substância muito menos prejudicial para o indivíduo e a sociedade do que o álcool ou o tabaco. A gota de água foi um artigo científico que comparava favoravelmente a dependência do ecstasy com a participação em corridas de cavalos no que se refere a riscos para a saúde. ( IOL )

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Milhares de norte-americanos pobres estão morando em túneis



Em Kansas City, nos EUA, a policia descobriu na semana passada vários túneis profundos onde moravam em paupérrimas tocas um grupo de famílias sem teto, que foram despejadas imediatamente com o argumento de "entorno inseguro". Só que não tiveram destino certo. "Eles vão acabar achando um lugar similar, na rua é que não vão ficar", disse John Cooper, morador de uma rua próxima à entrada de um dos túneis, revoltado com a insensibilidade das autoridades. "Devem achar que esse pessoal gosta de ficar embaixo da terra. Eles não tem é para onde ir", concluiu.

Está longe de ser só naquela cidade onde existe esse tipo de moradia. Nas principais cidades dos EUA, que se apresenta como um dos países com melhor nível de vida do mundo, milhares de pessoas sem lar vivem debaixo das ruas, em túneis subterrâneos, revela Matheus O’Brien, jornalista citado em reportagem do jornal Rússia Today.

No ano passado foi relatada a história de mais de 1.000 pessoas que moram em 321 quilômetros de túneis, debaixo das ruas de Las Vegas. Eles mobíliam seus barracos do jeito que podem, alguns têm camas, armários e até pequenas bibliotecas, formadas de livros abandonados.

"São pessoas de todas as idades, entre eles há muitos veteranos de guerra que sofrem traumas", contou O’Brien, jornalista que se encontrou com pessoas de um dos túneis quando estava investigando um caso de assassinato. Depois disso escreveu várias reportagens e até um livro sobre o tema.

As autoridades da cidade de Nova Iorque têm uma política oficial de expulsar as pessoas que moram nos túneis, conhecidas como ‘gente toupeira’, mas suas tentativas de encontrá-los a todos, para a expulsão, fracassam.

A casos de famílias que montaram um acampamento que conta com galinhas, uma igreja e até um piano como é o caso da cidade de Lakewood, em Nova Jersey.

Filho de Will Smith diz que acredita em aliens e até falou com Obama sobre isso


Jaden Smith, filho do superastro Will Smith e Jada Pinkett Smith, acredita em seres de outro planeta. Ok, isso pode até ser explicado pelo fato do pai e da mãe terem estrelado uma série de superproduções de ficção científica, como Eu Sou a Lenda, Independence Day, Homens de Preto e Matrix. E também por que o menino, que já está seguindo os passos da família em produções como À Procura da Felicidade (2006), o remake de Karatê Kid (2010) e vai estar novamente ao lado de Will Smith no ainda inédito Depois da Terra, tem apenas 14 anos de idade.
“Eu gosto de alienígenas. E acho que eles são muito legais por que eles existem”, afirmou Jaden Smith, em uma entrevista surreal para a revista Wonderland. “Conversei com o presidente Obama sobre extraterrestres. Ele disse que não poderia confirmar nem negar a existência de aliens, o que significa que eles são reais. Se as pessoas pensam que estão sozinhas no universo, então existe algo de errado com elas”, disse o rapaz, cheio de convicção, ao relatar sua conversa com o homem mais poderoso da Terra.
Vale dizer que Will Smith é ligado a Cientologia, que acredita em seres galácticos. A polêmica religião também como adeptos outros astros de Hollwood, incluindo John Travolta e Tom Cruise – o primeiro fez um filme inteiro em homenagem a L. Ron Hubbard, a principal figura da Cientologia e o segundo é praticamente um embaixador dos seus ensinamentos. As teorias da conspiração começam em 3, 2, 1…

domingo, 14 de abril de 2013

Importante político mineiro é acusado de tráfico de órgãos!! Pacientes em hospitais, ainda vivos, tinham seus órgãos extraídos!


Leandro Fortes: Tucano Carlos Mosconi é acusado de tráfico de órgãos
Pela quarta vez consecutiva, Carlos Mosconi é presidente da Comissão de Saúde do Parlamento de Minas Gerais

por Leandro Fortes, em CartaCapital

Enquanto o Congresso Nacional é submetido a um constrangimento diário desde a eleição do deputado Marcos Feliciano (PSC-SP), pastor evangélico de discurso homofóbico e racista, para o comando da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, um caso semelhante na forma, mas muito mais grave no conteúdo, permanece escondido na Assembléia Legislativa de Minas Gerais.

Em 1˚ de fevereiro, o tucano Carlos Mosconi assumiu pela quarta vez consecutiva a presidência da Comissão de Saúde do Parlamento mineiro.

Médico de formação, Mosconi é idealizador da MG Sul Transplantes, ONG que servia de central clandestina de receptação e distribuição de órgãos humanos em Poços de Caldas, no sul do estado. Segundo uma investigação da Polícia Federal, Mosconi chegou a encomendar um rim para o amigo de um prefeito da cidade mineira de Campanha.

Em 19 de fevereiro, o juiz Narciso Alvarenga de Castro, da 1a Vara Criminal de Poços de Caldas, condenou quatro médicos envolvidos no esquema de compra e venda de órgãos humanos, a chamada “Máfia dos Transplantes”.

João Alberto Brandão, Celso Scafi, Cláudio Fernandes e Alexandre Zincone, todos da Irmandade Santa Casa, eram ligados à MG Sul Transplantes. Scafi era sócio de Mosconi em uma clínica da cidade. A ONG era responsável pela organização de uma lista de pacientes particulares que encomendavam e pagavam por órgãos retirados de pacientes ainda vivos. A quadrilha realizava os transplantes na Santa Casa, o que garantia, além do dinheiro tomado dos beneficiários da lista, recursos do SUS para o hospital.

A máfia de médicos de Poços de Caldas foi descoberta em 2002 por causa do chamado “Caso Pavesi”, que chegou a ser investigado na Câmara dos Deputados pela CPI do Tráfico de Órgãos Humanos, em 2004. Em 19 de abril de 2000, Paulo Veronesi Pavesi, 10 anos de idade à época, caiu de um brinquedo no prédio onde morava e foi levado à Santa Casa. O menino foi atendido pelo médico Alvaro Ianhez, coordenador do setor de transplantes do hospital e, soube-se depois, chefe da central clandestina de tráfico de órgãos. Ianhez é amigo particular do deputado Mosconi, responsável por sua nomeação no hospital.

A partir de uma denúncia do analista de sistemas Paulo Pavesi, pai do garoto, a PF abriu um inquérito e descobriu que a equipe de Ianhez havia decretado a morte encefálica de Paulo quando ele estava sob efeito de substâncias depressivas do sistema nervoso central.

Ou seja, teve os rins, o fígado e as córneas retirados quando provavelmente ainda estava vivo. Pavesi pai foi obrigado a pedir asilo na Itália, depois de ser ameaçado de morte por diversas vezes em Minas Gerais. Atualmente, mora em Londres, onde aguarda até hoje o julgamento do caso do filho.

Outros oito casos semelhantes foram descobertos pela PF e pelo Ministério Público Federal durante as investigações.

Um deles, o do trabalhador rural João Domingos de Carvalho, foi o que resultou nas condenações de fevereiro passado. Internado por sete dias na enfermaria da Santa Casa, entre 11 e 17 de abril de 2001, Carvalho foi dado como morto quando estava sentado e teve os rins, as córneas e o fígado retirados pelos médicos Fernandes e Scafi.

“Era pura ganância, vontade de enriquecimento rápido, sem se preocupar com o sofrimento dos demais seres humanos”, escreveu o juiz Nasciso de Castro na sentença que condenou os médicos da Santa Casa a penas de 8 a 11 anos de prisão, em primeira instância. Todos continuarão em liberdade até o julgamento dos recursos.

Pavesi não se amendrontou à toa. Em 24 de abril de 2002, Carlos Henrique Marcondes, administrador da Santa Casa, foi assassinado no dia exato de seu depoimento no Ministério Público sobre a atuação da máfia dos transplantes lotada no hospital. Ele tinha gravado todas as conversas com os médicos envolvidos no tráfico de órgãos e pretendia entregar as fitas às autoridades.

Antes de falar, Marcondes foi encontrado morto no próprio carro com um tiro na boca. Segundo um delegado da Polícia Civil da cidade, o ex-PM Juarez Vinhas, tratou-se de suicídio. O caso foi sumariamente arquivado. O laudo pericial constatou, porém, que três tiros haviam sido disparados contra Marcondes, embora apenas um o tenha atingido.

Mais ainda: a arma usada e colocada na mão da vítima desapareceu no fórum de Poços de Caldas, razão pela qual foi impossível periciá-la. Levado à Santa Casa, o corpo do administrador foi recebido por dois médicos do hospital. Um deles, João Alberto Brandão, foi condenado em fevereiro. O outro, Félix Gamarra, chegou a ser indiciado, mas acabou beneficiado pela lei de prescrição penal, por ter mais de 70 anos de idade.

A dupla raspou e enfaixou a mão direita de Marcondes, supostamente usada para apertar o gatilho, de modo a invibializar o exame de digitais e presença de resíduos de pólvora. E o advogado da Santa Casa, o também ex-PM Sérgio Roberto Lopes, providenciou a lavagem do carro.

O nome de Mosconi apareceu na trama em 2004, durante a CPI do Tráfico de Órgãos. Convocado pela comissão, o delegado Célio Jacinto, responsável pelas investigações da Polícia Federal, revelou a existência de uma carta do parlamentar na qual ele solicita ao amigo Ianhez o fronecimento de um rim para atender ao pedido do prefeito de Campanha, por 8 mil reais. A carta, disse o delegado, foi apreendida entre os documentos de Ianhez, mas desapareceu misteriosamente do inquérito sob custódia do Ministério Público Estadual de Minas Gerais.

Mosconi foi ouvido pelo juiz Narciso de Castro e confirmou conhecer Ianhez desde os anos 1970. O parlamentar disse “não se recordar” da existência de uma lista de receptores de órgãos da Santa Casa, da qual chegou a ser presidente do Conselho Curador por um período.

Sobre a MG Sul Transplantes, que fundou e difundiu, afirmou apenas “ter ouvido falar” de sua existência. Declaração no mínimo estranha. O registro de criação da MG Sul Transplantes, em 1991, está publicado em um artigo no Jornal Brasileiro de Transplantes ( volume 1, número 4 ), do qual os autores são o próprio Mosconi, além de Ianhez, Fernandes, Brandão, e Scafi, todos investigados ou réus de processos sobre a máfia de transplantes de Poços de Caldas.

Procurada por CartaCapital, a assessoria de imprensa de Carlos Mosconi ficou de marcar uma entrevista com o deputado. Até o fechamento desta edição, o parlamentar não atendeu ao pedido da revista.

Mulher albanesa descobre que médicos teriam lhe roubado rim 15 anos após a cirurgia


Uma mulher albanesa que foi operada para lhe retirarem uma pedra do rim descobriu, 15 anos depois, que lhe extraíram o órgão completo, segundo relata hoje a comunicação social local.

Shegere Likaj, de 54 anos, foi submetida a uma cirurgia em 1998 no Centro Hospitalar Universitário “Madre Teresa”, em Tirana, o mais conceituado do país, para remoção de uma pedra no rim.

Numa revisão médica realizada recentemente na Grécia, onde vive a sua filha, apercebeu-se que lhe tinham retirado todo o rim sem lho terem comunicado.

Sem querer acreditar no que os médicos gregos lhe disseram, a mulher voltou a submeter-se a exames clínicos em Tirana, onde novamente lhe confirmaram que não tem um rim.

“Quero que me digam a verdade, saber o que fizeram ao meu corpo”, afirmou Shegere Likaj, numa entrevista a um canal de televisão albanês, adiantando que, após a cirurgia em 1998, lhe foi indicado que tudo tinha corrido bem e que o rim iria funcionar normalmente.

A mulher solicitou os registos médicos sobre a sua operação, mas as autoridades de saúde respondem-lhe que não existe. Já pediu intervenção policial para investigar o que aconteceu e exigiu uma indemnização pelos danos causados. ( IOL )

quinta-feira, 11 de abril de 2013

"A Indústria da Multa não existe", em: Era uma casa muito engraçada...


A essa altura dos acontecimentos, creio que minha seleta audiência já tomou conhecimento da alegada situação de sucateamento da gloriosa CET-SP. Se não, clique aqui. Informa-se que nem de cadeira pro povo sentar eles dispõem. Evidentemente, a matéria informa também uma cifra mirabolante que, supostamente, seria a "receita" da Companhia no período entre 2009 e 2012. Seja lá o que signifique "receita", mas dá para captar a mensagem subliminar: tal valor seria monstruoso. E, prosseguindo com a mensagem subliminar, "tais valores são provenientes da quantidade escorchante de multas que esses marronzinhos nos aplicam, nós, povo que não faz nada de errado". Não existe outro motivo para apresentarem tais cifras. Não se pergunta, por exemplo, porquê não se contrata mais agentes de trânsito. Claro que não farão tal pergunta, pois seria admitir que há falta destes agentes. E que, portanto, não tem tanta multa assim.
Pois bem, vou contar o que aconteceu comigo uns dois dias atrás: retornava do trabalho, umas 3 e meia da tarde, de busão. A certa altura, sempre com o propósito masoquista de me auto-torturar, olho na direção de uma "ilha" que ficou famosa, um dia, quando o jornal do bairro fez reportagem sobre estacionamento proibido e usou este local como exemplo. Até então eu não sabia que é proibido estacionar em ilhas. Não conheço lei de trânsito, já que nem sei dirigir. Depois desse dia, nunca mais consegui desviar o olhar quando passava perto do local. Também digno de menção o fato de que várias das pedras que delimitam o local ( acho que se chamam "prismas", não sei ao certo ) foram arrancadas. O que facilitou o acesso dos veículos ao seu interior. Coincidência pura.
Pois então: dois dias atrás, passei no local e tinha cerca de meia dúzia de carros parados ali. Mais do que eu já havia visto antes. Sabe o que é interessante? O local fica numa avenida de grande circulação, à vista de todos, inclusive dos carros de polícia que passam ao longo do dia. 
Uns 100m adiante, numa esquina onde se vê a placa "PROIBIDO ESTACIONAR" havia mais três veículos. Ah, lembrei: ali tem um hidrante.
À minha direita, a uns vinte metros desta esquina, outra esquina também adornada com a placa de proibição. E mais seis veículos parados.
Estes três locais que mencionei são algo que chamo "pontos viciados" ( aludindo aos locais "manjados" onde as pessoas despejam lixo, sucata, etc ), pois sempre apresentam a situação que descrevi acima. Mas, diferentemente dos pontos onde se despeja lixo,  estes veículos ficam ali às vistas de todos, enquanto os pontos de lixo costumam ser escondidos, ermos.
Dois minutos depois, desci no meu ponto e corri pro orelhão, para cumprir meu dever de cidadão de bem. O atendente da CET me deu dois números de protocolo referentes aos locais que indiquei ( o do hidrante eu deixei quieto ). Eu ainda fui bastante incisivo:
- Você percebe que são DOZE CARROS estacionados em locais proibidos, certo? Que é só chegar e fazer a colheita...

( ***** )

Mas não fiquei satisfeito com essa mixórdia. Corri pra casa, liguei o computador, entrei no Twitter e informei ao mundo:

"Tornando publico: solicitei fiscalização à @CETSP_ há 10 min, p/ apanhar cerca de 12 motoristas meliantes estacionados em locais proibidos"

E, como as história precisam de um fim...:

"Amanhã o distinto público saberá se a @CETSP_ cumpriu com sua obrigação, tenho aqui os 2 protocolos que serão consultados mais tarde"

O "amanhã" chegou e, à tarde, passo pelos mesmos locais e vejo a mesma meliância criminosa. Algo deu errado, imaginei.
Telefono à CET, e informo os números dos protocolos. A resposta foi mais ou menos o que eu esperava, mas mesmo assim fiquei decepcionado:
- As solicitações não foram atendidas por falta de efetivo na região...
"Falta de efetivo geral", devia ter dito o atendente.
Como sou um cara de palavra, informei o desfecho do caso pelo Twitter:

"Conforme prometido ontem, trago o desfecho dos pedidos feitos à @CETSP_ : Por falta de efetivo, não foi atendido"

Essa é a tal "Indústria da Multa". A implacável "Indústria da Multa". A onipresente e onipotente "Indústria da Multa", a carniceira "Indústria da Multa".
Que sequer tem efetivo para apanhar uma dúzia ( não é pouca coisa, correto? ) de carros estacionados em locais proibidos.
As pessoas sabem disso, sabem que não existe "Indústria da Multa" mas não lhes convém admitir. E seguem reclamando. Coisa de caráter.




Homem processa igreja por não conseguir expulsar demônios de sua casa


O advogado romeno Madalin Ciculescu da cidade de Pitesti afirmou que “demônios flatulentos” rondavam a sua casa, ligando e desligando sua TV e deixando o local constantemente fedido. Um desses espíritos estaria assombrando o secador de cabelo de sua mãe, pois “uma sombra negra veio de fora quando alguém tentou usá-lo”, conta.

Ciculescu, 34, chamou então quatro sacerdotes da Igreja Ortodoxa para realizar um exorcismo, mas ele afirma que o fedor continuou depois de eles terem terminado. Agora, decidiu processá-los por “fraude”. O caso que os acusa de “prática religiosa enganosa” é o primeiro do tipo a chegar a um tribunal romeno. De acordo com o processo, o bispo Constantin Argatu, que nunca esteve na propriedade do advogado, também deveria responder, pois lidera os padres que lá estiveram.

O processo fora rejeitada por um tribunal inferior da Romênia e agora foi anulado pelo Supremo Tribunal romeno, mas o advogado diz que pretende apelar para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

A alegação do advogado que move a ação é: “Se eles (os acusados) representam a Deus, então Deus está falhando. Eles não expulsaram os demônios que deixam mau cheiro como prometeram. Eu continuo vendo diferentes tipos de demônios, em forma de animais, geralmente de galinha, e eles estão arruinando a minha vida. Quando estou em casa, ligam e desligam a TV o tempo todo e deixam um cheiro horrível, que me dá dores de cabeça. Basicamente, ficam vagando pela minha casa e meu escritório.”

O advogado da Arquidiocese, Anton Alin, rejeitou a alegação de fraude, dizendo que um exorcismo fora realizado segundo a tradição ortodoxa e não há como provar que os demônios continuam lá. O tribunal romeno concordou com a defesa da igreja e inocentou o bispo Argatu e os sacerdotes Ionut Cret Ovidiu, Gheorghe Nicut, Marius Dumitrescu e Gheorghe Dunitru. Como o apelo de Ciculescu foi rejeitado, ele foi condenado a pagar todas as despesas judiciais. ( PADOM )

terça-feira, 9 de abril de 2013

"Fantasma acende e apaga as luzes de minha casa!", afirma britânica


Fantasma assombra casa de família britânica
Assustada, Stacey McGill faz um apelo para conseguir uma nova moradia

Stacey McGill, 29, tem vivido tempos difíceis em sua casa.
A britânica afirma que sua família tem sido vítima de fantasmas e assombrações terríveis.
Ela quer que uma associação que promove moradias de baixo custo consiga uma nova casa para a família.
Entre os acontecimentos assustadores que ela relatou, está: um fantasma que liga e desliga as luzes.
Stacey se mudou em dezembro de 2012 para a casa geminada em Loughborough, Leics, Inglaterra, com seu marido Carl, 25.
O casal tem uma filha de 18 meses, Chelsey.
A mulher ainda relata que o micro-ondas funciona sem ser acionado e que eles acordam ouvindo barulhos de construção durante a madrugada.
Stacey chegou a chamar o investigador paranormal Dave Vickers, que atestou que a casa era mal-assombrada.
O nome do fantasma seria Nigel, 30, que possuía dificuldades de aprendizagem.
E agora? Será que a família terá que incluir Nigel na prole ou vão conseguir se mudar? ( R7 )

VER MAIS EM:

Mulher estaria sendo molestada por gnomos


Gnomos são acusados de violentar africana
Ela diz ter herdado as criaturas de sua avó

Uma mulher da região de Gokwe, no Zimbábue, causou um grande tumulto em sua aldeia.
Ela alega ter herdado, contra sua vontade, que fique bem claro, uma horda de gnomos de sua avó.
Clara Mashoko, a mulher desesperada, recorreu às autoridades de sua região.
Quando foi questionada sobre a quantidade de gnomos que estavam atormentando sua vida, ela disse não saber quantificar porque eles eram muitos.
Clara disse que sempre ouviu vozes estranhas e chegou a sentir como se alguém estivesse tendo relação sexual com ela.
Tudo piorou quando ela tentou se livrar das criaturas, e os gnomos se aliaram ao vizinho de Clara e passaram a atormentá-la ainda mais.
O Chefe Njelele, uma das autoridades locais, disse que a mulher pediu ajuda e que os sábios das aldeias estão trabalhando em uma solução para o problema.  ( R7 )

SAIBA MAIS:

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Horror: duas idosas decapitadas após serem acusadas de bruxaria


Papua Nova Guiné: mulheres foram torturadas pela população durante três dias

Duas idosas morreram na Papua Nova Guiné ao serem decapitadas após terem sido torturadas pela população durante três dias, acusadas de praticarem atos de bruxaria, revelou a imprensa local.

O caso aconteceu há uma semana em Lopele, na região autónoma de Bougainville, e, apesar da presença da polícia, a população acabou por matar as duas mulheres.

Herman Birengka, inspetor da polícia local explicou que os agentes pouco podiam fazer para enfrentar a população e salientou que a morte das idosas foi o ato «bárbaro e absurdo».

O mesmo inspetor disse que a polícia tentou negociar a libertação das duas mulheres sequestradas por familiares de um professor que morreu há umas semanas.

As duas mortes juntam-se à de outras seis mulheres acusadas de bruxaria que durante a Semana Santa foram atacadas e agredidas antes de serem despidas e torturadas com ferros em brasa nos genitais e antes de serem queimadas vivas.

A Amnistia Internacional já instou o governo da Papua Nova Guiné a tomar medidas preventivas à caça às bruxas no país, um método muitas vezes utilizado para justificar a agressão às mulheres. ( TVI24 )

Canadá: policia procura quatro violadoras de rapaz de 19 anos



Agressão sexual aconteceu após encontro em clube noturno
A Polícia de Toronto, no Canadá, está à procura de quatro mulheres suspeitas de terem violado um rapaz de 19 anos na madrugada de domingo 31 de março.
O rapaz saiu de um clube noturno de Toronto acompanhado de quatro mulheres que conheceu no local e que se ofereceram para levá-lo a casa. Mas «o queixoso foi, ao invés, conduzido a um parque de estacionamento» onde foi «molestado sexualmente por todas as quatro suspeitas», como informa o comunicado das autoridades que o «National Post» cita.
As quatro suspeitas são descritas como brancas, na casa dos 30 anos, com 1,65m de altura e com cerca de 90 quilos de peso.
Um relatório de 2003 referido pelo jornal canadiano refere que 8 por cento das violações denunciadas às autoridades têm homens como vítimas.
( TVI24 )

VEJA TAMBÉM:

domingo, 7 de abril de 2013

Os novos direitos dos trabalhadores domésticos, Por Roberto Caldas Alvim de Oliveira


A Proposta de Emenda à Constituição Federal, PEC 66/2012, estende aos empregados domésticos direitos já existentes para os demais trabalhadores. São empregados domésticos todos aqueles que trabalhem em residências, com vínculo de emprego e tendo como empregador, em regra, uma pessoa física, proprietária ou locatária de imóvel para moradia própria e da família.

Profissão das mais antigas e de fundamental importância para a organização familiar, as domésticas exercem papel relevante no cuidado e na educação das crianças, com a limpeza da casa e alimentação da família, na guarda do imóvel ajudando, assim, a preservar a unidade familiar.

Inevitável, neste momento, o levantamento de questões, tais como: que a nova lei poderá gerar o desemprego, o despreparo e a falta de profissionalismo desse tipo de trabalhador, as dificuldades para controlar a jornada de trabalho, com o recolhimento do FGTS, para o cálculo de horas extras, do adicional noturno, entre outros complicadores.

A partir da promulgação da Emenda Constitucional, a doméstica terá direito à jornada semanal de 44 ( quarenta e quatro ) horas e não superior a 8 ( oito ) horas diárias. A jornada diária exige intervalo para descanso e refeição de, no mínimo, uma hora e no máximo duas horas por dia. Como exemplo: a doméstica que chega ao emprego às 7 horas da manhã deverá deixar a residência às 16 horas ( 8 horas de trabalho + uma hora de intervalo para descanso e refeição ). 

Ultrapassado esse horário, terá direito a receber horas extras, remuneradas com valor, pelo menos, 50% superior à hora normal de trabalho. Importante destacar que a jornada diária de 8 horas exige trabalho aos sábados, de 4 horas, para completar as 44 horas semanais. Patrão e empregado poderão negociar a compensação das 4 horas durante a semana e a doméstica não trabalhará sábado nem domingo.

Como se fará o controle da jornada? A relação entre o trabalhador doméstico e seu empregador é, geralmente, uma relação de confiança e o horário estipulado entre ambos poderá ser cumprido sem a necessidade de um controle formal. Contudo, caso o empregador queira, poderá se valer de uma anotação diária (um livro ponto) que será rubricada pelo empregado.

Como resolver a situação da empregada doméstica que dorme no emprego? Esta é uma situação mais complexa, pois a doméstica está à disposição do empregador em tempo integral e, nesse caso, terá direito às horas extras e, ainda, ao adicional noturno, no percentual de 20%. A partir da promulgação da Emenda Constitucional, o empregador deverá observar rigorosamente a jornada de 8 (oito) horas por dia e de 44 ( quarenta e quatro ) horas por semana. Significa dizer que, encerrada a jornada diária de 8 horas, o empregador não poderá exigir da empregada qualquer outro tipo de trabalho, podendo ela até mesmo se ausentar da residência e retornar para o descanso noturno, se assim desejar.

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (  FGTS ) deverá ser recolhido ( em banco ou agências autorizadas para recebimento ) em guia própria, no percentual de 8% do salário do empregado e ficará à disposição do trabalhador para saque nos casos previstos em lei e quando demitido sem justa causa. Nos casos de demissão sem justa causa, o empregador deverá pagar, além das verbas rescisórias, a multa equivalente a 40% do valor acumulado na conta do FGTS.

Alguns benefícios dependerão de regulamentação específica, tais como, seguro-desemprego; salário-família; assistência gratuita aos filhos e dependentes do empregado ( creches e pré-escolas ); e o seguro contra acidentes de trabalho.Não necessitarão de regulamentação o cumprimento da jornada diária e semanal; o pagamento das horas extras e do adicional noturno; a prevenção de acidentes; e o reconhecimento das convenções e acordos coletivos de trabalho.

Como toda a novidade, o empregador do doméstico terá algumas dificuldades iniciais, mas, certamente e com o passar do tempo, a relação jurídica se aperfeiçoará e o trabalhador doméstico finalmente terá seus direitos reconhecidos por toda a sociedade.

* Roberto Caldas Alvim de Oliveira é advogado de Direito do Trabalho e sócio da Advocacia Maciel – roberto@advocaciamaciel.adv.br

Ex-Libris Comunicação Integrada
Fone: (11) 3266-6088 – ramal 218
Caio Prates – caio@libris.com.br
Thais Restom – thais@libris.com.br

Culinária infantil para pais idiotas: Receita de Gagau de Farinha Láctea


Dado que muitos pais não têm competência técnica, ética, moral e outros quesitos necessários para cuidar de seus filhos e, por isso, estão terceirizando os cuidados da prole a domésticas, empregadas, babás, professores e avós, este blog resolveu dar uma ajudazinha para eles, pais. Na redes sociais encontramos milhares de testemunhos de pais despreparados. Não queremos que as crianças padeçam de fome por causa do desconhecimento paterno sobre como preparar pratos sofisticados como o que segue. Assim, os pais ainda aproveitam para desfrutar os raros momentos com seus filhinhos nesta vida tão corrida, que tem nos impedido de curtir situações de carinho e amor que só alcançamos no convívio com nossos entes queridos. Não se apavore e vá em frente. Imagine que você está se empenhando para cumprir as metas definidas pela empresa:

Ingredientes ( você sabe o que é "ingrediente", não? ):
500 ( é o que vem depois do 499 ) ml ( mililitros, uma medida de quantidade ) de leite (  aquilo que sai das fêmeas dos mamíferos; geralmente se usa leite de vaca. Sim, vaca, aquele bicho que faz "Muuuu!"; Veja a foto aqui ) quente ( contrário de "frio" )
10 ( uma dezena, vem depois da unidade 9 ) colheres ( colher, amigo, isso que você pegou é um coador de café... não, cacete, isso aí é um garfo... alí, ó, do lado da faca, issooooo! ) de sopa ( esqueci de dizer, a colher é a de sopa; essa aí é de sobremesa, a de sopa é aquela ali ó...essa mesma! Como assim, "por quê elas têm esses nomes?" Sei lá, oras! ) de Farinha Láctea ( Isso, essa lata sobre a mesa, eu deixei aí prá facilitar para você. Abra a tampa e... CUIDADO, NÃO VAI SE CORTAR!! Isso, beleza! Viu como não foi difícil? )
3 ( vem depois do 2 ) colheres de sopa ( essa você já aprendeu ) de açúcar ( aquele pó branco que... NÃO, CARAMBA, ESCONDE ISSO, QUE DÁ CADEIA! É aquilo que fica no açucareiro, será o Benedito que eu tenho que fazer tudo por aqui? Aquele pó doce, que é o contrário do "sal". Ó lá, tá até escrito no recipiente... Não tá vendo que nesse tá escrito "sal"? O outro... isso, esse mesmo! Tá pegando o jeito!!! )

Modo de Fazer:
Colocar tudo ( "tudo", não, ô imbecil: as colheres de sopa e o açucareiro você deixa fora! ) no liquidificador ( eu deixei ele pronto ali na pia, pois sabia que você o confundiria com o aspirador de pó e...ESCONDE ESSE PÓ, EU JÁ DISSE! ) e bater até ficar cremoso ( "bater" os ingredientes no liquidificador e não, bater na filha chorona ou na babá insubmissa )
Servir em potinhos de sobremesa ( estão ali, ó; é só pegar e despejar o conteúdo que se encontra no copo do liquidificador, no interior e... EU DISSE "INTERIOR"!... isso, dentro dos potinhos... isso, beleza, acertou um!  Pelo menos já tem um pouquinho pra criança comer )
Quantidade: 4 porções

TÁ VENDO COMO FOI FÁCIL, PAPAI? VOCÊ É MOTIVO DE ORGULHO PARA NOSSA SOCIEDADE! PARABÉNS

sábado, 6 de abril de 2013

Papua Nova Guiné: seis mulheres, acusadas de bruxaria, são torturadas e queimadas como 'sacrifício de Páscoa'. Anistia Internacional pede providências.



Amnistia insta Papua Nova Guiné a agir contra feitiçaria, após novo 'sacrifício'
Sydney, Austrália, 05 abr (Lusa) - A Amnistia Internacional renovou hoje o apelo para o fim da violência relacionada com a feitiçaria na Papua Nova Guiné, na sequência de notícias de que seis mulheres foram torturadas com ferros quentes num 'sacrifício' da Páscoa.
A Amnistia Internacional disse que a polícia da Papua Nova Guiné estava a investigar o caso, mas a polícia em Port Moresby não confirmou a informação à agência AFP.
A notícia surge semanas depois de uma mulher, acusada de bruxaria, ter sido queimada viva por populares.
Uma notícia publicada pelo The National dava conta de que seis mulheres e um homem acusados de bruxaria foram torturados em "sacrifícios" da Páscoa numa aldeia do sul do país, a 28 de março.
O indivíduo, Komape Lap, 54 anos, disse ao jornal que lutou contra os seus atacantes, mas que não sabia o que aconteceu às mulheres, duas delas suas esposas.
Komape Lap contou que as mulheres estavam de mãos amarradas, despidas, e tinham ferros quentes introduzidos nos genitais durante o "sacrifício".
A Amnistia Internacional exortou as autoridades na Papua Nova Guiné a prevenirem e punirem este tipo de violência.
"A prioridade deve ser descobrir o que aconteceu a estas seis mulheres", disse a investigadora da Amnistia Internacional para a região do Pacífico.
"Os autores do crime devem igualmente ser levados à justiça por sequestro, crimes sexuais e outros, se confirmados", acrescentou.
O pedido segue-se a um caso da morte de uma jovem mãe, em fevereiro, que depois de despida e regada com petróleo, foi incendiada na rua principal de Mount Hagen, perante a assistência de centenas de pessoas. ( TIMOR LOROSAE NAÇÃO )

13% dos americanos acham que Obama é o anticristo


Mais norte-americanos acreditam que o seu Presidente é o anticristo do que os que acham que a aterragem na Lua foi mentira. Uma das teorias mais populares é de que o aquecimento global é uma invenção.
Uma sondagem a várias teorias da conspiração mostra que 13% dos americanos acham que o seu Presidente, Barack Obama, é o anticristo, enquanto outros 13% dizem não ter a certeza. A teoria é explicada, por exemplo, num vídeo no Youtube ( prova de que Obama é o anticristo, com mais de três milhões de visionamentos ) e sites de verificação de emails enganosos têm também explicações sobre por que emails com este título são falsos.
Recentemente, a minissérie A Bíblia, do canal História, provocou polémica: a primeira aparição de Satanás deixou as redes sociais a fervilhar com comparações entre o actor que o personificou e o Presidente norte-americano.
Segundo o inquérito da Public Policy Polling, que colocou algumas teorias da conspiração em forma de pergunta, a ideia de que Obama é ou pode ser o anticristo não é, no entanto, a mais popular. A que ficou em primeiro lugar foi a de que o aquecimento global é uma invenção: 37% não acreditam que este fenómeno exista.
Ainda segundo a sondagem, 28% acreditam que Saddam Hussein esteve envolvido nos ataques de 11 de Setembro e outros 28% acham que há uma conspiração de uma elite global para estabelecer uma nova ordem mundial. Há ainda 15% que dizem que o Governo ou os media usam tecnologia para controlo da mente no sinal de transmissão, e 14% acreditam na existência do Abominável Homem das Neves.
Já a teoria de que Osama bin Laden está vivo é verdade para 11% dos inquiridos, enquanto 7% partilham a desconfiança sobre a veracidade da ida do Homem à Lua. Outros 5% acham que Paul McCartney morreu em 1966, e 4% acreditam que há répteis vivendo disfarçados como pessoas na Terra, preparando-se para assumir o controlo.
A sondagem pretendeu ainda ver a diferença entre eleitores republicanos e democratas no que diz respeito a algumas teorias.
Por exemplo, em relação ao aquecimento global não ser um fenómeno verdadeiro, a maioria dos republicanos inquiridos concorda ( 58% ), seguindo-se os independentes ( 41% concordam ) e os democratas ( 11% concordam ). Quanto à conspiração para uma nova ordem mundial, 34% de republicanos, 35% de independentes acreditam na teoria, contra 15% de democratas.



sexta-feira, 5 de abril de 2013

Jornal "Estadão": demissão de funcionários e redução do número de páginas. Rumo à extinção?



Estadão prepara cortes e mudanças
Jornal vai dispensar jornalistas e reduzir número de páginas, resumindo conteúdo em três cadernos
O Estadão deve anunciar, nas próximas horas, profundas mudanças em sua estrutura que deverão impactar recursos humanos e produtos editoriais. Após a circulação de boatos na quinta 4, o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo contatou a diretoria do grupo para discutir a situação dos funcionários.
Informações internas confirmam a reestruturação. Há notícias sobre redução de páginas, que seriam agora distribuídas em três cadernos principais: o primeiro, com editorias de política, internacional, cidades (Metrópole) e esportes; permanecendo separados economia e cultura (Caderno 2). Seguindo ao enxugamento editorial, muitos funcionários da redação também seriam dispensados. Em dezembro de 2011, o Estadão já havia descontinuado os suplementos Feminino, Agrícola e Caderno de TV e dispensado cerca de 40 jornalistas.
As notícias causam ainda mais ansiedade diante do ocorrido com o Jornal da Tarde no ano passado. A redação começou 2012 com cerca de 70 profissionais, mas perdeu 21 postos em julho, quando começaram os boatos sobre a descontinuidade do jornal. Naquele mesmo mês, uma mudança na diretoria trouxe Francisco Mesquita Neto para a presidência do grupo, o que amenizou a tensão. Mas informações sobre o fim do JT voltaram a circular com força poucas semanas depois, sempre negadas pela diretoria, apesar de diversos sinais ao contrário. O boato só foi confirmado na véspera do anúncio, em outubro. 

segunda-feira, 1 de abril de 2013

'Se não têm pão, que comam insetos!": alimentação à base de grilos é cogitada como alternativa para subnutrição


Com alto teor de proteínas e ferro, a ideia é que o alimento seja distribuído em regiões carentes como complemento alimentar

Um grupo de estudantes da Universidade McGill, no Canadá, propôs um projeto para tornar em escala industrial a produção de insetos comestíveis, especificamente grilos. Como se sabe, os insetos comestíveis são altamente ricos em proteínas, ômega-3 e ferro, além de possuir baixa taxa de gordura. A ideia é que o alimento seja distribuído em comunidades pobres para servir como complemento na alimentação.
O projeto está concorrendo na edição 2013 do Hult Prize, premiação que, embora recente, já é considerado uma espécie de prêmio Nobel dos estudantes de MBA e vale um milhão de dólares. Nesta edição, o tema envolve a segurança alimentar global e como garantir a suficiência e o acesso aos alimentos, sobretudo, para os milhões de indivíduos que vivem em condições de pobreza.
O projeto de nutrição através dos grilos da Universidade de McGill já venceu a etapa regional, competindo com universidades de prestígio como Harvard e MIT. Na próxima fase, irá competir com outros quatro grupos finalistas de Xangai, Londres, Dubai e São Francisco.
A equipe apresenta três produtos interconectados: o primeiro se trata de grilos cozidos e embalados, o segundo é uma farinha que incorpora a proteína dos grilos e é mais digerível para quem tiver resistência a comer insetos. Já o terceiro é um biopolímero extraído das cascas deles que será vendido para fins industriais.
De acordo com a equipe, milhões de pessoas já consomem insetos ao redor do mundo e que o desafio seria configurar tal tipo de alimentação de maneira mais sustentável e confiável.
A ideia da complementação alimentar com grilos não foi exclusiva da Universidade McGill no Hult Prize, contudo eles atribuem o sucesso à diferenciação na estruturação do projeto. Além dos produtos, há o projeto de desenvolver um kit que permita aos moradores das regiões carentes criar grilos para própria subsistência ou então para venda, como forma de fortalecer as comunidades locais. ( REVISTA GALILEU )

VEJA O QUE NÓS JÁ PUBLICAMOS SOBRE O ASSUNTO "GASTRONOMIA ENTOMOLÓGICA"

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe