quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Farisaísmo na cobertura do caso Armstrong

ARMSTRONGFOLIA
José Luiz Portella

Lance Armstrong errou. Deve pagar por isso. Está pagando.
Agora, tem muito farisaísmo na cobertura dessa história. Quem acompanha o mundo do ciclismo sabe que a maior parte dos atletas se dopa. Muito. O caso Armstrong foi a tentativa de criar um mito, um semideus que desde logo era acusado de doping [ grifo deste blog ], para depois haver uma indignação cheia de surpresa. Melhor cair na real e não fazer onda.
Todo o mundo sabe que no atletismo há doping; no tênis, na natação. Melhor começar a perceber que seres humanos normais não conseguem ficar oito horas por dia na piscina treinando pesadamente, correr supermaratonas de 200km na neve nem treinar de forma tão intensa. Que simples suplementos vitamínicos não irão sustentar essa energia toda.
Melhor não haver a veneração de competições tõa espetaculares, tão míticas. E a pressão para tantos jogos, como fazem, por exemplo, os tenistas dando saques-porrada por horas e torneios permanentemente.
Ou, então, não cair em indignação tão chocante como se Armstrong tivesse trilhado um caminho tão distante do que estamos acostumados a saber.
Não temos direito a tanta ingenuidade.

LANCE, 23/01/2013

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe