domingo, 23 de dezembro de 2012

Primeiro Mundo News: França estuda proibição total do consumo de álcool para motoristas

O Conselho francês da segurança nas estradas estuda a proibição total do consumo de álcool para os motoristas entre 18 e 24 anos de idade. A medida visa diminuir os acidentes automobilísticos, muito mais frequentes nessa faixa etária. Associações temem que projeto seja apenas simbólico.
Em entrevista publicada nesse domingo na imprensa francesa, o responsável do governo sobre as questões ligadas à segurança nas estradas, Frédéric Péchenard, afirmou que a proibição total do consumo de álcool pelos motoristas será discutida com as autoridades do setor. Atualmente, a França tolera uma taxa de álcool inferior a 0,5 g por litro de sangue. Se o projeto for aprovado, só passará no teste do bafômetro quem não apresentar nenhum vestígio de bebida alcoólica no organismo.
A medida deve ser submetida ao Conselho nacional de segurança nas estradas e visa principalmente os jovens entre 18 e 24 anos de idade. Segundo Péchenard, “essa faixa etária representa 25% dos mortos nos acidentes automobilísticos e o consumo de álcool está envolvido em 40% dos acidentes mortais” dessa categoria.
No entanto, as associações não acreditam que a proibição total seja a solução contra os acidentes. Para Alexis Capitant, diretor da associação Empresa e Prevenção, a medida é simbólica, pois “na maioria das vezes a mortalidade ligada ao álcool nas estradas envolve pessoas que apresentam uma quantidade de bebida no sangue três vezes superior ao autorizado”.
Alguns países do leste europeu, como a Romênia e a RepúblicaTcheca, já aplicam a tolerância zero para seus motoristas. O abuso do álcool é responsável por 25% das 30 mil mortes registradas anualmente nas estradas do velho continente, de acordo com as estatísticas do Observatório Europeu das Drogas e Toxicomania (OEDT).
O responsável do governo francês também alerta para a necessidade correr menos nas estradas. Para Péchenard, mesmo se nos últimos dez anos a velocidade no volante reduziu em média 10km/h, o resultado ainda é insuficiente. Para policiar os mais apressados, 200 novos radares serão instalados no país, elevando para 4200 o número de aparelhos de controle no território francês. ( RFI )


Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe