quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Cartilha orienta pais e educadores a combater o consumismo entre crianças

O material incentiva medidas como a prática da troca de brinquedos ao invés da compra de novos. Além disso, orienta os adultos a promoverem reflexões junto com as crianças sobre o ato da compra.
(1’28” / 346 Kb) - “Consumismo infantil: na contramão da sustentabilidade”, é o tema da cartilha desenvolvida pelo Ministério do Meio Ambiente e o Instituto Alana. A publicação tem como objetivo ajudar pais e educadores a ensinar para as crianças a diferença entre o “querer” e o “precisar”, relacionado ao consumo de mercadorias.
O material incentiva medidas como consumir lanches mais saudáveis feitos em casa, que geram menos lixo e descarte de embalagens. Também a prática da troca de brinquedos ao invés da compra de novos. Além disso, orienta os adultos a promoverem reflexões junto com as crianças sobre o ato da compra.
A cartilha ainda faz um alerta sobre a influência que a publicidade tem sobre os pequenos. De acordo com a publicação, as crianças brasileiras assistem, em média, mais de 5h de televisão por dia; e estão entre as que mais assistem TV no mundo.  
Um dos reflexos dessa exposição excessiva é o consumismo. Uma pesquisa da Universidade Federal do Espírito Santo apontou que de todos os anúncios transmitidos pelas emissoras de TV às vésperas do Dia das Crianças de 2011, 64% foram direcionados ao público infantil.
A cartilha, lançada na última quarta-feira (31), está disponível na página do Instituto Alana - www.alana.org.br.
De São Paulo, da Radioagência NP, Daniele Silveira.
05/11/12

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe