sexta-feira, 18 de maio de 2012

Vikings, sioux e astecas descenderam dos turcomanos, diz pesquisador

Tanto os vikings como os astecas parecem ser descendentes dos antigos turcomanos, e o deus nórdico Odin teria sido na realidade Zoroaster, também ele nativo da Ásia Central, segundo um investigador da cultura do Turquemenistão.
Teorias «exóticas» que reescrevem a história e que colocam o Turquemenistão sob os holofotes fazem parte da vida de Odek Odekov, um geólogo que actualmente está a dar cartas, ao contrariar toda a história antiga, segundo o site Fergana News.O investigador conseguiu encontrar vestígios no Turquemenistão dos antigos sumérios, os chineses e os ainu, que em tempos habitaram as ilhas japonesas, escreve Odekov.
No que diz respeito à relação entre os turcomanos e os ainu, o pesquisador argumenta que ambos os povos sentavam-se de pernas cruzadas, considerado a «forma de sentar à turco» na Rússia.
Os ainu povoaram ambas as Américas, tornando-se ancestrais dos sioux e dos astecas, cita ainda o geólogo.
O fundador do Zoroastrianismo, uma das mais proeminentes religiões do mundo antigo, também terá tido origem no Turquemenistão, e não no Irão como se pensava originalmente, sustenta.
Zoroaster também serviu de inspiração para Odin, deus nórdico, que se diz que no século XIII chegou à Escandinávia da «Terra dos Turcos», trazendo consigo alguns locais, acrescenta.
O presidente turco Gurbanguly Berdymukhammedov apelou à comunidade académica em 2010 para rever a história do Turquemenistão, pedindo especial atenção à origem dos países. ( DIARIO DIGITAL )

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe