quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Livro diz que Hitler morreu na Argentina em 1962. De velhice.

Afinal Hitler morreu de velhice na Argentina em 1962
No recém-publicado livro “Lobo Cinzento: A Fuga de Adolf Hitler”, dois historiadores desafiam a história e acreditam que a vida de Hitler não terminou no bunker em Berlim.
Os autores reclamam ter encontrado indícios evidentes de que Hitler e Eva Braun não se terão suicidado mas sim fugido de submarino para um enclave nazi na Argentina. No país, o casal ter-se-à divorciado, deixando duas filhas.
“Não há provas forenses que comprovem a morte do casal e os relatos de testemunhas que confirmam a sua presença na Argentina são extremamente excitantes” diz o autor Gerrard Williams. As ossadas que alegadamente pertencem a Hitler (e se encontram hoje na Rússia) são de uma mulher de 40 anos, quando Hitler teria, à data da morte, 56 anos.
A teoria não fica por aqui. O livro explica que os serviços de inteligência americanos permitiram a fuga do Führer em troca de acesso a tecnologia de guerra nazi.
Nos dias cruciais, antes da chegada das tropas aliadas a Berlim, dois duplos terão tomado o lugar do casal alemão, dando-lhes tempo para a fugir. Durante a fuga viajaram para a Dinamarca, passaram por Espanha e, com o apoio do General Franco, embarcaram num submarino com destino a Mar del Plata na Argentina.
Os autores baseiam-se também numa investigação no terreno, tendo recolhido relatos de testemunhas que viram Hitler na Argentina.
A teoria de Williams e Dunstan tem sido ridicularizada por outros historiadores. “É 2000% de lixo”, afirma o famoso historiador Guy Walters. “Os dois autores deviam ter vergonha de tentar impingir este tipo de disparates. É simplesmente inacreditável que as editoras lhes tenham dado todo este destaque”.
O historiador reclama que ele e os seus colegas estudaram e comprovaram a morte do casal no bunker em Berlim e sentem que esta nova teoria tenta “deitar ao lixo décadas de investigação feita por verdadeiros historiadores”. ( Sábado )

COMENTÁRIO: Provavelmente continuará prevalecendo a "visão marxista" da História, que diz que Hitler se suicidou em seu bunker.

Um comentário :

ksenia klyueva disse...

Lo editado por Gerrard Williams y Simon Dunstan en su hipothesis basica (..y tambien todo lo editado por Abel Basti.. ) es una muy mala copia de El escape de Hitler (ver website con copyrigth de 1999 !! www.hitlers-escape.com ) de Patrick Burnside y editado en varias ediciones y editores desde el año 2000 y hasta 2004 en español.


The edited by Gerrard Williams and Simon Dunstan in hipothesis basic (no relation to the daughters of hitler, a fantasy of the 40's without foundation) is a very bad copy of Hitler's escape (see website with copyrigth 1999 !! www.hitlers-escape.com ) from Patrick Burnside and published in various editions and publishers from 2000 to 2004 in Spanish “El escape de Hitler”.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe