terça-feira, 30 de agosto de 2011

A Espanha e o Cemitério-Laboratório de Criogenia

Congelamento de corpos para ressurreição
A Espanha anunciou ter planos para a criação de um Cemitério-Laboratório Ibero-Americano de Criopreservação, onde os corpos poderão ser congelados com o intuito de se descobrir meios de ressuscita-los.
A Espanha anunciou ter planos para a criação de um Cemitério-Laboratório Ibero-Americano de Criopreservação, onde os corpos poderão ser congelados com o intuito de se descobrir meios de ressuscita-los.
Localizado na serra de Madrid, o espaço contará com laboratórios de investigação científica, armazéns de materiais biotecnológicos, bancos de ADN, um centro de conferências e um hospital para doentes em fase terminal.
O cemitério, ainda sem data para a sua construção, terá capacidade para receber 500 corpos e custará cerca de quarenta milhões de euros, financiado por interessados de alto poder aquisitivo, segundo Francisco Roldán, director da recém-criada Associação Ibero-Americana de Criopreservação, entidade que reúne quase 100 médicos.
"Ficção científica? Se quiserem chamar assim, pois que chamem. Há milhares de anos atrás os homens sonhavam voar e não imaginavam que um dia o faríamos num avião", disse Roldão à BBC Brasil. "Hoje ressuscitar pode parecer a mesma utopia. Mas quem pode limitar os avanços da ciência?", acrescentou.
O investimento, sem garantias, custará cerca de 60 mil euros por cadáver. É o preço para ter o corpo congelado sob uma temperatura de 196 graus abaixo de zero num caixão de alta tecnologia industrial.
O cadáver é conservado numa espécie de urna de aço com um gerador de nitrogénio líquido projectado pelo engenheiro da associação, Alberto Sarmentero, que afirma ser "capaz de manter o corpo em bom estado durante aproximadamente um século".
Mesmo sem garantias nem bases científicas que comprovem que a ressurreição é viável, os quase cem médicos da associação já têm tudo o que precisam para criar o futuro cemitério-laboratório. ( Sabado

Manias...

P: Você tem manias que as pessoas acham estranhas?
R: Tem uma que é muito cruel e que as pessoas não se conformam. Nunca falei isso, mas tenho uma coleção de sedex lacrados, com coisas que me mandam. Não sei o que tem dentro, porque nunca abro e fica lá guardado. Começou com uma coisa que mandaram para minha editora e que o meu editor na época disse ser uma coisa urgente. Disse que depois pegava e ele me entregou o pacote somente seis meses depois. Fiquei com um pacote escrito "urgente" e pensei que não tinha urgência nenhuma naquilo. Aí não abri. Conforme fui ganhando outros fiquei com essa mania, e tem gente que não se conforma.

Você não tem curiosidade de saber o que tem dentro de cada pacote?
Nenhuma. É meio cruel, porque podia ser uma coisa incrível, pode ser uma coisa maravilhosa, pode ser uma coisa que mudaria minha vida, mas não preciso disso, sei lá. Acho que essa é uma mania estranha minha.

LOURENÇO MUTARELLI, artista, em entrevista concedida à revista Outro Estilo ( R$ 9,90, nas melhores bancas e revistarias - Que tal o merchán? ), Edição 06


O Tao da Matemática: obra de professor da UFRR denuncia "aproveitadores da fé", como Silas Malacheia, digo, Malafaia, RR$oares e até padres popstars

Polêmico livro com supostas denúncias sobre aproveitadores da fé alheia cita Silas Malafaia, Edir Macedo, Valdemiro Santiago, R. R. Soares e outros
Polêmico livro que denuncia abuso da Fé cita pastores como Silas Malafaia
Gentil Lopes da Silva, professor da Universidade Federal de Roraima (UFRR), lança livro polêmico que denuncia o abuso religioso de diversos líderes.
Lançado pela Letra Capital Editora o livro O Tao da Matemática na verdade não trata sobre matemática, mas busca com um olhar critico denunciar o abuso da fé promovido por muitos dos líderes espirituais entre eles Silas Malafaia.
Gentil Silva, que já pertenceu durante cinco anos à Igreja Adventista do sétimo dia, e que há muito tempo chegou a fazer parte da União do Vegetal em entrevista ao The Christian Post, disse hoje ser uma pessoa sem religião, mas que acredita em Deus, porém não na concepção cristã de Deus - isto é, de um Deus pessoal (com características humanas).
“Desenvolvi uma concepção própria do que seja Deus. Exponho essa concepção ao longo do meu livro”.
Gentil conta que o livro O Tao da Matemática lançado há pouco mais de um mês, é fruto de sua decepção com o mercantilismo descarado promovido por muitas das religiões atuais.
A idéia principal do livro é pra lá de polêmica, Gentil conta que quer com essa obra denunciar muitos dos lideres espirituais que estão em ênfase hoje e disse que cita no livro tanto nomes evangélicos quanto católicos.
“[A idéia principal é] Denunciar que os bandidos trocaram o revólver pela Bíblia para assaltar cegos indefesos (ovelhas)”. Estes são os únicos bandidos que ainda gozam da proteção da lei.
Alguns dos nomes que segundo ele, são citados em seu livro incluem Edir Macedo, Silas Malafaia, Valdemiro Santiago, R. R. Soares e até mesmo padres como o Pe Léo e Pe Fabio.
Além de fazer sérias acusações, o livro O Tao da Matemática trata da prática religiosa e tenta construir a visão de um Deus diferente das religiões atuais, um Deus mais de acordo com a ciência atual - uma fusão entre ciência e religião. ( CP )






segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Colocaram a pulseira ( ?! ) eletrônica na perna (??! ) postiça ( ??!! ) do prisioneiro

Pulseira electrónica colocada em perna falsa
"Eu só pedi que eles colocassem a maquininha em minha perna direita, e eles caíram como patinhos..."

Christopher Lowcock, britânico, de 29 anos, enganou as autoridades locais ao conseguir que lhe colocassem uma pulseira electrónica na prótese.
Lowcock, condenado por crimes relacionados com drogas e posse de armas, estava sujeito a recolher obrigatório imposto pelo tribunal.
A receita deste recluso era simples: sempre que queria quebrar esta medida de coacção, retirava a prótese que deixava em casa juntamente com o aparelho.
Os funcionários da G4S, uma grande empresa de segurança que trabalha com uma série de prisões privadas em todo o Reino Unido, foram enganados com uma perna falsa enrolada em ligaduras.
A G4S identificou o problema quando perceberam que o homem tinha sido preso por infracções de trânsito fora do horário de recolher.
Entertanto, os seguranças responsáveis pela colocação da pulseira em Lowcock foram já identificados e demitidos.
Em comunicado, o Ministério da Justiça britânico afirmou que os procedimentos "não foram seguidos neste caso" e que por isso a prótese passou despercebida. No entanto, apesar dos dois mil condenados que por semana receberem a pulseira electrónica, "incidentes como este são muito raros", acrescentou ainda. (
JN.PT )

domingo, 28 de agosto de 2011

Pastor diz que a Terra é quadrada e que a Bíblia prova isso

Para pastor, Terra é quadrada e prova está na Bíblia
A Terra é quadrada e o sol gira em torno dela, diz pastor utilizando versículos bíblicos
O pastor Carlos da cidade de Goianésia (GO) diz que a Bíblia afirma que a Terra é quadrada quando se refere aos quatro cantos da Terra.
“A palavra do Senhor diz que a Terra é quadrada, porque a palavra diz que enquanto o evangelho não for pregado nos quatro cantos da Terra não virá o fim”, diz ele.
Não há informações sobre qual a denominação que esse pastor representa, o vídeo foi postado no Youtube e gerou muita polêmica nos comentários.
Outra tese levantada pelo pastor Carlos é que a Terra não gira, e sim o Sol. “A Terra também não gira, quem gira é o Sol”, diz ele citando Eclesiastes 1:5 e também o capítulo Josué 10:12 que fala da oração que parou o Sol.
Os rapazes que filmaram o vídeo o questionam sobre a gravidade, querendo entender como estamos firmados na Terra se ela não gira e não é redonda, o pastor desconversa e tenta levantar outra polêmica: “O papagaio fala, mas o macaco não. Pela ciência diz que o homem veio do macaco, mas eu digo pra você e provo na Bíblia que Deus abre o bico do papagaio, mas não abre a boca do macaco”. ( CREIO )

LEIA MAIS:
Pastor de Goianésia-GO afirma que a Terra é Quadrada em pregaçõesUma afirmação de um pastor evangélico de Goianésia já está despertando a curiosidade de várias pessoas da cidade. O pastor é conhecido por Pastor Carlos e afirma que tem a missão de levar a palavra de Deus porque “já estamos no fim dos tempos e Deus em breve voltará”.
Pregando a palavra da Bíblia Sagrada em praças públicas e outros locais, inclusive hospitais e em unidades carcerárias, pastor Carlos conversa com pessoas e a partir do seu entendimento dos textos da Bíblia faz revelações assustadoras. Ele afirma em suas pregações, por exemplo, que o catolicismo pode não ser o caminho da salvação e todos os cristãos dessa crença estão condenados às chamas do inferno.
As revelações de pastor Carlos desperta no mínimo curiosidade. Sem medo, ele em poder de seu livro Sagrado faz revelações que vão de encontro à Ciência e afirma fatos e situações que foram provados ao contrário pelos cientistas. Segundo pastor Carlos, “a terra é quadrada” e ele ainda prova na própria Bíblia sua afirmação, citando trechos de livros como de Eclesiastes.
Se pastor Carlos estiver certo, todo o trabalho de Eratóstenes foi em vão. Há 285 anos antes de Cristo, o astrônomo, matemático e historiador Eratóstenes depois de fazer testes e mais testes por anos descobriu que a terra era redonda. Usando a sombra de objetos como dois palitos colocados em posição vertical o astrônomo chegou à conclusão de que estamos em um planeta arredondado.
No último mês de março deste ano a Agência Espacial Europeia (ESA), divulgou o resultado de uma longa pesquisa e revelou: “a terra não é completamente redonda e não tem somente os achatamentos”.
Além da afirmação de pastor Carlos de que a terra é quadrada está ainda a afirmação de que “o sol é que gira em torno da terra e ela [terra] fica quieta, [estática], sem nenhum movimento”. Suas pregações continuam em praças, feiras livres, hospitais, presídios e outros locais. (
INFORGOSPEL )vídeo


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Calor no inverno? Juro que já começo a acreditar em "reptilianos"

"Eu não quero que faça frio no inverno. É um absurdo fora do comum!"


Dia desses, na capa de um jornal, vinha isto: "Que frio é esse?".
Por estes dias também, mas no rádio, o sujeito disse que "graças a Deus ia esquentar no fim-de-semana e o Sol ia sair, que JÁ ESTAVA NA HORA". Oras, mas nós estamos NO INVERNO. A estação do frio, caramba!
Não acho ruim que alguém se queixe do frio. Frio demais é um saco. O p&**au encolhe e fica parecendo um amendoim, o saco parece uma ameixa. A canela congela. Eu sei disso tudo. A merda é que tem gente que parece achar UM ABSURDO que faça frio, mesmo que estejamos - repito - no inverno.
Você liga o rádio, e o sujeito, que tem a porta das casas aberta para disseminar suas informações e idéias às pessoas, pega e faz parecer que o Sol é a única maravilha que existe, que deveria ser proibido chover e fazer frio. Não pode chover porque prejudica a merda de trânsito. Não pode fazer frio porque não tem Sol ( às vezes tem, sim ) e daí não dá pra pegar um bronze e nem tomar uma cerva na praia. A vida é uma propaganda que combina carros, cerveja e celulares. Eu costumo fazer um chiste: digo que se alguém se candidatasse, propondo que teríamos 365 dias de Sol por ano, dia E NOITE, e esse alguém pudesse mesmo cumprir a promessa, tenho certeza de que ele seria eleito. O Sol faz parte da autoimagem do brasileiro, da "saúde" que apresentamos a partir da pele. Engraçado que num antigamente, em determinado lugar que não me recordo, a pele bronzeada era coisa de plebe ( acho que isso era na época feudal ), de quem fazia trabalho braçal. Hoje, pode-se dizer que o bronzeado é atestado de riqueza, de quem leva a vida, que relaxa. Nesse caso, como não se pode proibir o cara de pegar um solzinho na laje, ou seja, "o sol nasceu pra todos", é como se todos fossemos passear de iate em Comandtuba. A prova é o bronze que apresentamos. Tem tempo? Não. Tem dinheiro? Também não. Mas você pode pagar de ricaço, basta torrar no solão das 2 da tarde. Você não acredita? Tudo bem: a MAIORIA acredita, leva a sério e segue à risca.
Assim, acho que criam-se as condições para a extinção daquela película que protege a superfície do planeta dos malignos raios solares ultra-violeta e o aquecimento da Terra. E quem ganha com isso?
Aí é que vem a conspiração mostrar a cara: esse solão e aquecimento interessam aos répteis. Logo, as pistas apontam para um plano dos reptilianos visando tornar a Terra um lugar apropriado para estes seres de pele escamosa. Como eles farão isso, eu não sei. Mas o primeiro passo, que é convencer as pessoas da importância de termos sol e calor 24 horas por dia, 365 dias por ano, já está a todo vapor.




"Us pulíticu", us ladrão, e "us pulíticu ladrão"

Essa semana teve um episódio que deve até agora estar dando um nó na cabeça privilegiada do Datena e daqueles leitores de jornais que adoram mandar cartas, reclamando "dus pulíticus".
Já escrevi sobre isso umas tantas vezes, então me darei o luxo de considerar que o que escrever já será compreendido de antemão pelos meus diletos e escassos leitores.
Você abre um jornal e tá lá: nego a rôdo "criticando" aquela classe de pessoas que costuma dedicar parte quase integral de seu tempo na tarefa de fazer o Estado brasileiro funcionar, isto é, os políticos. Desculpe: "us pulíticus".
A "crítica" ( muito rasa, vaga e generalizante ) é, grosso modo, a seguinte: pulíticu é tudu ladrão. Nem levo essas afirmações em consideração porque, a meu ver, parte de pessoas que, no fundo, gostariam mesmo é de "estar lá". Pois não são anarquistas, tampouco extremo-esquerdistas que consideram que político é realmente tudo lixo devido a sua participação no circo eleitoral da democracia burguesa ( essa é a teoria mesmo: toda a esquerda que participa de eleições é corrompida, pois eleições democraticas representativas só servem à burguesia; isso significa PT, PCdoB, PSTU e PSOL; mas isso é outra história ).
Assim, pra certos eleitores e o Datena, a questão é se estamos ou não elegendo boas pessoas, cuja índole deve ser acima do bem e do mal. Eu, particularmente, não encontro gente assim nem em uma simples ida à padaria. Eu não votaria no meu vizinho.
Voltando à vaca fria: a casa, digo, mansão no Morumbi do deputado Salim Curiati, de 83 anos, foi invadida, foram feitos reféns, o deputado foi agredido, aquela violência de sempre. Mas, oras, vejam só: não fiquei sabendo de ninguém que tenha escrito carta para algum jornal cumprimentando os asaltantes. O senhor Curiati, médico, é POLÍTICO desde que eu me conheço por gente. Se for para jogar todos "us pulíticus" na vala comum, ele é um dos que merecem ir junto. Não estou querendo dizer que ele é bom ou mau político e nem sei se é boa ou má pessoa. A questão é a demagogia que gente como o Datena faz em cima da ignorância de grande parte de nossa população ( não me excluo ) sobre o papel que cada "político" - eleito ou não - cumpre nesse "jogo democrático". O sujeito não sabe, em primeiro lugar, o que um legislador ( deputado, vereador, sei lá ) tem como atribuições e, em segundo lugar, se o camarada cumpre bem ou mal suas tarefas. Joga todo mundo num saco de aleivosias mas, quando diante duma dessas autoridades, acaba ficando pianinho, bem vaselina: "A gente sabe que tem muito político ruim, mas o senhor é uma exceção, doutor."
Outra maneira de parecer "crítico" é simplesmente dar uma de "Maria-Vai-Com-As-Outras", descendo a bota em quem está por baixo, mesmo que esse "estar por baixo" seja uma condição temporária, ou que sequer tenha havido julgamento.

E vejam que emaranhado: um prefeito ( político ) pode ter seu mandato cassado pela Câmara de Vereadores do Município ( formada por políticos, vejam que coisa ) e a população comemora. Oras, um "pulítico" ( logo, um ladrão ) cassando outro "pulitico" ( outro ladrão )?
Mas me perco e retorno: falaram do assalto à mansão, mas não se preocuparam em questionar como "um púlíticu" mora em mansão no Morumbi. Oras, então essas reclamações são feitas visando a quem? As "críticas" costumam ser bem generalizantes, repito. Mas, na hora do "vamo vê", decidiram esquecer que Curiati é PULÍTICU. Deram até espaço para ele dizer que pobre tem que ser esterilizado, que é prá não ficar procriando que nem rato e parindo ladrões de mansões. Perdão, ele não disse isso.
Ele apenas defendeu o controle de natalidade de pobres e o fim do Bolsa-Família. E pediu que os salários dos policiais fossem aumentados: “A segurança pública está um desastre”. Se não estou enganado, ele faz parte da bancada governista.
Outra coisa que não posso desconsiderar: se você, "pulíticu", não cair nas graças de certa imprensa brasileira, pode crer que você tem que olhar três vezes antes de atravessar a rua. Pois existem casos em que você poderá ser acusado da paternidade de um escândalo criado por outro, como o do suposto Mensalão, criado pelo tucano Eduardo Azeredo em 1998 mas, graças a uma operação plástico-jornalística, até hoje é atribuído ao Zé Dirceu por 98% dos leitores da vEJA, do Globo e do Estadão. Se eles implicarem com você, você será considerado para sempre um "ladrão".

Revolução no transporte público: administração Kassab-Serra adota ônibus que só pode ser guiado pelo Carlos Cunha!!

Ninguém pode se queixar de saudade da "Martaxa"!

Ver notícia AQUI NESSE PONTO



- O QUÊÊÊ?! NÃO SABE OU LEMBRA QUEM É CARLOS CUNHA?

VEJA AQUI, ENTÃO!

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Rio subterrâneo encontrado no Amazonas?

Investigadores brasileiros descobriram indícios da existência de um rio subterrâneo de mais de seis mil quilómetros de extensão, que corre abaixo do rio Amazonas, no Brasil, segundo informa o Observatório Nacional.
A descoberta, que faz parte de um trabalho de doutoramento realizado na instituição, foi feita a partir da análise das temperaturas de 241 poços profundos perfurados pela Petrobras, nas décadas de 1970 e 1980.
"A partir dos resultados obtidos, foi possível identificar a movimentação das águas subterrâneas em profundidades de até 4.000 metros nesta região", explica, em comunicado, a instituição responsável pela investigação.
O curso de água subterrâneo encontrado possui um percurso similar ao do rio Amazonas, e corre a um fluxo de 3 mil metros cúbicos por segundo.
Essas características, segundo o professor orientador da investigação, Valiya Hamza, são semelhantes às de um rio subterrâneo. Em sua homenagem os investigadores decidiram baptizar a nova descoberta de "Rio Hamza".
O estudo abrange as áreas das bacias sedimentares dos rios Acre, Solimões, Amazonas, Marajó e Barreirinhas, todos com leitos nas regiões norte e nordeste do Brasil.
O rio Amazonas é considerado o segundo rio mais extenso do mundo e o de maior fluxo de água por vazão. A nascente deste rio está localizada no sul do Peru, mas a maior parte do leito corre em território brasileiro, no estado do Amazonas. ( "Rio subterrâneo de 6 mil km abaixo do Amazonas",
DN )



segunda-feira, 22 de agosto de 2011

"Lulu": colaboração entre Metallica e Lou Reed sai em Outubro

O álbum de parceria entre o grupo de heavy metal Metallica e o músico Lou Reed chama-se "Lulu" e sairá a 31 de Outubro, revelou a publicação New Musical Express.
O álbum inspira-se nas peças de teatro "Eart Spirit" e "Pandora's Box", do escritor alemão Frank Wededkind, que contam a história de uma jovem bailarina que sofreu maus tratos, refere a revista inglesa, citando a página oficial criada na Internet.
Lou Reed já tinha alinhavado uma adaptação musical das obras de Frank Wededkind para uma futura produção teatral agendada para Berlim, mas acabou por aproveitá-la agora para um álbum com os Metallica.
A primeira vez que se se ouviu falar desta colaboração entre os Metallica e Lou Reed foi no começo do verão, quando o grupo norte-americano anunciou na Internet que estava a gravar um novo álbum e que contava com a participação do ex-Velvet Underground.
"Desde que tivemos o prazer de atuar com Lou Reed no 25º aniversário do Rock and Roll Hall of Fame, em outubro de 2009, temos andado a pensar em fazer um álbum em conjunto", disse a banda na altura.
Foi aí, no Rock and Roll Hall of Fame, que terá acontecido a empatia final entre todos em relação a uma futura colaboração em estúdio.
Em maio passado estiveram a gravar na Callifórnia, nos Estados Unidos, dez canções que figuram agora em "Lulu", entre elas "Pumping Blood" e "Mistress Dread".
Lou Reed, 69 anos, afirmou recentemente que este álbum "possivelmente é O melhor que alguém fez. Pode criar um outro sistema planetário. Não estou a brincar, não estou a vangloriar-me".
Para os Metallica, Lou Reed é "um inovador e um dos mais influentes compositores, músicos e intérpretes da história do rock", tanto a solo como com os Velvet Underground, elogiou a banda metal numa mensagem deixada aos fãs na Internet.
DESTAK 22 08 2011

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Da série "Nos outros países é sempre melhor": Justiça morosa? Polícia incompetente? Aqui, não, violão!

"Lá como cá
Temos penas muito brandas e poucos detentos. Isso não é bom. A polícia, incompetente, prende apenas um em cada doze assaltantes de casas. Destes, um em cada treze recebe pena de prisão. Isso significa que apenas um em cada 156 assaltantes cumpre pena em presídio. A média para esse tipo de crime é um ano de cadeia. Isso significa que o bandido é solto em apenas seis meses.
A barbaridade não é da polícia e do Código Penal brasileiros ( 1 ), como o leitor está pensando. Este é o quadro da situação da Inglaterra e a informação foi dada pelo psiquiatra Anthony Daniels à revista Veja ( 2 ) da última semana."

( Publicado no "Colunão", Jornal Folha de V. Prudente, 19.08.2011

( 1 ) Não nos levem a mal, pois não somos o tipo de fanático por programas policialescos mundo-cão, do tipo Datena, ou lixos tipo Bolsonaro e vagabundos desse quilate que defendem a pena de morte e outros tipos de "Justiça" e não damos importância a discussões sobre a "segurança" da sociedade. A reprodução desse texto tem outro propósito;
( 2 ) Vejam a que ponto chegamos para trazer ao cidadão as melhores respostas aos lugares-comuns que costumam vomitar nas conversas cotidianas: reproduzindo texto que cita entrevista publicada na horrenda revista vEJA. Só nóis mesmo.


quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Males de nosso tempo: ver muita televisão pode encurtar a vida

Estudo revela seis horas de TV por dia podem diminuir vida em quase cinco anos
Uma investigação realizada na Austrália revela que ver muita televisão pode diminuir a esperança média de vida de uma pessoa, por quase cinco anos. O estudo aponta que após os 25 anos de idade, ver uma hora por dia de televisão pode reduzir a vida em 22 minutos, avança o «The Guardian».
O relatório aponta que uma pessoa que assista a uma média de seis horas de TV por dia viverá em média 4,8 anos a menos do que alguém não vê nenhuma. Os investigadores acreditam que este estudo está no «mesmo patamar do tabagismo e da obesidade».
«Enquanto que as taxas de fumo estão em declínio, ver TV não está, o que tem implicações ao nível da população» disse Lennert Veerman, da «School of Population Health at the University of Queensland».
Um outro estudo realizado também na Austrália, em 2010, concluiu que uma hora de TV por dia pode levar a um aumento de 8% de risco de morte prematura. O objectivo é analisar a esperança de vida no país, quando se assiste televisão.
Os australianos vêem cerca de duas horas de TV por dia. Segundo o estudo, a esperança média de vida ao nascer é reduzida a 1,8 anos para os homens e 1,5 para as mulheres.
As consequências registadas devem-se ao facto de se estar muito tempo sentado, sem qualquer actividade física, aumentando assim o risco de mortalidade, principalmente por doenças cardiovasculares.
«Logicamente sabemos que a actividade física faz bem à saúde e por isso não é tão estranho que o inverso não seja tão bom», explicou Veerman.
O estudo foi efectuado entre 1999 e 2000, com a participação de mais de 11.000 pessoas, com idades a partir dos 25 anos. (
TVi24 )

México: notícia de captura de fada leva milhares a romaria em Guadalajara

Mexicano encontra fada quando apanhava fruta
O fenómeno não tem confirmação científica, mas colocou em polvorosa a cidade de Guadalajara, no México: um pedreiro desempregado alega que encontrou uma “fada real” quando se encontrava a apanhar fruta.
Perante o minúsculo fenómeno, o homem decidiu colocar a referida criatura num frasco e está a deixar que os interessados possam ver com os próprios olhos a descoberta.
“Pensei que era uma libelinha. Apanhei-a e vi que se estava a mexer. Quando olhei sabia que era uma fada-madrinha”, disse Jose Maldonado à imprensa local.
Centenas de curiosos têm, desde então, realizado romarias à casa de Maldonado, que cobra dinheiro para quem quiser fotografar ou filmar a fada. (
CM )


Romarias em Guadalajara para ver descoberta. Pedreiro alega veracidade da descoberta.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

"A Indústria da Multa não Existe" em: Pedestre tem que contribuir, sim, tá pensando o quê?

Sejamos francos: ninguém quer abrir mão do automóvel. Já está mais que cristalizada na cabeça das pessoas a idéia de que o carro é um ítem de primeira necessidade, mais importante que o ar e a água. Alguns inventam a desculpa de que compraram o veículo para facilitar o acesso ao trabalho, e isso é muito nobre, já que estamos falando do famoso castigo bíblico. Assim, o sujeito trabalha para pagar a prestação do carro adquirido para trabalhar para pagar a prestação do carro adquirido para trabalhar etc etc.
Mas ninguém, em sã consciência, deixaria na garagem um bem adquirido a duras penas; portanto, é óbvio que havendo chance de usar o veículo, o proprietário usará o veículo. Não importa que seja apenas para ir à padaria distante 3 quarteirões de casa.
Mas mudando de assunto: já leram certos editoriais e cartas de leitores nos jornais, após a decisão da Prefeitura de multar quem prejudica o pedestre? Digo, essa campanha implantada num quadrado que compreende desde o centro da Capital até a Av. Paulista. Se você furar o sinal vermelho toma multa. Se avançar na faixa do pedestre, toma multa. Os jornais afinaram o côro ao dar as novidades diárias: "As muultaaaaaa...." ( fazer voz de zumbi ). Só falam em multa, parece uma palavra mágica. É óbvio que agindo assim fazem o motorista ficar com mais raiva ainda dos poucos cidadãos que ainda andam, obsoletamente, a pé nesta cidade. Tipo, "porra, já não chega a Indústria da Multa ( sic ) e vem essa Prefeitura favorecer ( sic, sic ) os folgados dos pedestres que se jogam de propósito no meio da rua só pra prejudicar o trânsito na Capital?"
Com esse tipo de pensamento que começa a invadir as conversas cotidianas, não estranhe se, no futuro, algum motorista um pouco mais psicopata do que aqueles que vemos atualmente jogar o carro sobre um transeunte "em protesto" contra a afronta ao direito de ir e vir dos automóveis, cometida pela Prefeitura fascista.
Portanto, caro obsoleto caminhante, você tem OBRIGAÇÃO de fazer algo:
- dê trabalho à CET: se flagrar carro sobre calçada, ligue pra fiscalização; se flagrar carro estacionado em lugar proibido, ídem; ligue, ligue, ligue.
- ande sempre com uma câmera ou celular: se flagrar vagabundo fazendo merda, filme e bote no You Tube. Mande pra todos que conhece, além de sites, jornais, blogs etc;
- deixe de considerar o patrimônio das pessoas algo mais importante que a integridade humana: se vir carros na calçada, em local proibido, coisas do gênero, e der para riscá-lo ou quebrar o retrovisor, causar algum dano, não pense duas vezes: FAÇA! Mas atenção: só em caso de você ter garantias de que não será apanhado. Sabe por quê? Simples: por mais que a gentalha estrebuche, não existe fiscalização em São Paulo, a começar da insuficiência de pessoal. Logo, se você catar um marginal travestido de "cidadão de bem, pagador de impostos" fazendo merda, saiba que ele o faz pela absoluta CERTEZA DE QUE JAMAIS SERÁ APANHADO. Nanoestado é isso.

Já viu aquelas placas que comerciantes cínicos botam na frente de seus estabelecimentos? Elas falam tudo sobre o caráter de quem a coloca ali:

"Srs Clientes

Por favor, não estacione sobre a calçada

SUJEITO A MULTA"

Existe mensagem mais cafajeste? Em primeiro lugar, pro "cliente" ser multado enquanto se encontra nas compras, é necessário o azar de estar passando um "amarelinho" ali, bem naquela hora. Tire isso da cabeça, que não vai acontecer. Em segundo, oras, "sujeito à multa"? Não seria "Sujeito a estar atrapalhando o caminho do pedestre"? Perceberam o egoísmo contido na mensagem? Se não houvesse o risco ( micromínimo ) de ser multado, o cliente talvez pudesse deixar o carro na calçada, se dependesse do comerciante. O pedestre que se lasque. Cada um com seus probrema... E, escárnio total, nem pense em chamar a CET para punir o "sujeito à multa", pois ela não virá. Ou melhor, não chegará a tempo. Então, "sujeito à multa" aplicada por quem?

Veja: se você fizer o que acham que você deve fazer, você chamará a CET e ela aparrecerá apenas DUAS HORAS DEPOIS DA CHAMADA, quando o bandido já foi embora folgadamente, e sem a punição merecida. Oras, o agente do Estado representa um espécie de intermediário entre as demandas das pessoas. Por isso que o cidadão não é obrigado a investigar e fazer cumprir as leis. Esse é o papel do Estado, representado por seus agentes. Isso dispensa a "justiça pelas próprias mãos". Mas a CET, sucateada do jeito que está - para melhor proveito dos cidadãos paulistanos, que fingem uma indignação de fachada - só favorece a bandidagem motorizada.

É por isso que eu não lamento - ao contrário, COMEMORO - os roubos de carros.

- E, finalmente: como já escrevi antes, o respeito ao pedestre começa na porta de casa. Como assim? Bem, é impossível caminhar pelas calçadas de São Paulo. As pessoas constroem do jeito que querem, sob o beneplácito do nanoestado municipal. Não há fiscalização, então o sujeito bota todo o tipo de obstáculo pelas calçadas, para facilitar o acesso de seu veículo à garagem ou vaga de estacionamento.

Se você não quiser quebrar o pé ou torcê-lo enquanto caminha, o jeito é andar pelo meio da rua, cuja superfície costuma ser plana. Mas é arriscado. Então, encha o peito, pegue sua caneta, máquina fotográfica, celular com câmera e documente tudo o que encontrar pelo caminho. Viu calçada com degrau, anote endereço, filme, etc e denuncie - ANÔNIMAMENTE - à Prefeitura ( claro que eu, sinceramente, acho que não existe APENAS uma fiscalização deficiente; acho que há outro tipo de coisa rolando, tipo um fiscal que "olha prá lá", sabe? ); pegue o vídeo e mande pros portais jornalísticos. Dê preferência àqueles em que você não é obrigado a se identificar: duvido que os dados fiquem em sigilo, sobretudo àqueles que você passa à Prefeitura; de repente, você começa a receber ligações estranhas, e entenderá o que estou dizendo. Zele por sua integridade e não entre em confusões.

1984?

Claro que não. Você não está fazendo isso porque acredita no sistema ou no governo. Os carros são o sistema. O sujeito vem com uma conversa fiada de "Indústria da Multa" como se o Grande Irmão o estivesse perseguindo por sua postura "libertária" e "inconfidente", enquanto você tem que desviar, andar pelo meio da rua, olhar pros 3 lados antes de atravessar, correr mesmo se o sinal está aberto para você, entre outras humilhações e riscos. O libertário aqui é você, que não acredita em propaganda do tipo "se eu fosse o último homem da Terra, as mulheres iam ter que dar prá mim de qualquer maneira", como eu vi na TV essa semana.

ESPAÇO

O poder público no Brasil sempre caminhou ( trocadilho bacana, mas involuntário ) no sentido de contemplar a indústria automobilistica e seus clientes. Mais carros nas ruas "obrigaram" os governos a abrir mais espaços para eles, mas a presença de mais pessoas nas ruas apenas restringiu o espaço disponível a elas. Cada milímetro pertencente ao pedestre de que os vagabundos se apoderam é um mílimetro irrecuperável.

Crepúsculo da esperteza: adolescente diz que é vampiro com 500 anos de idade, invade casa e morde mulher! Vai acreditar na TV assim na casa do chapéu!

"Vampiro com 500 anos" preso no Texas


PANACA

Um adolescente norte-americano alegou ser um "vampiro com 500 anos" ao ser capturado pela polícia de Galveston (estado do Texas) depois de ter mordido e agredido uma mulher em cuja casa tinha conseguido introduzir-se na madrugada de sábado.
Lyle Bensley, de 19 anos, entrou no quarto da desconhecida vestido só com boxers mas, em vez de tentar qualquer agressão sexual, limitou-se a fazer buracos estranhos e a mordê-la.
A mulher conseguiu fugir para o parque de estacionamento do prédio e entrou para o carro de um vizinho, sendo perseguida pelo alegado vampiro.
"Sou um vampiro e estou vivo há 500 anos", disse o adolescente aos agentes da polícia, acrescentando que precisava de alimentar-se e precisava de ser agarrado porque "não queria matar" os captores.
Bensley foi examinado por paramédicos e estes chegaram à conclusão que ele não estava sob a influência de drogas. Encontra-se detido na ala psiquiátrica da cadeia da cidade texana. (
CM )

domingo, 14 de agosto de 2011

Pastor que chamou mulher de adúltera e acusou-a de praticar incesto com o próprio filho condenado a pagar R$ 100 mil por danos morais

Igreja e pastor são condenados a pagar indenização de R$ 100 mil por danos morais


"Isso que tua mãe faz é muito feio, meu filho!!!"

O juiz Carlos Alberto Sá da Silveira, da 6ª Vara Cível de Fortaleza, condenou a Igreja Evangélica Assembleia de Deus / Ministério Bela Vista no Ceará e o pastor José Teixeira Rego Neto a pagar R$ 100 mil de indenização por danos morais para A.S.S.. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico dessa terça-feira (09/08).
De acordo com o processo (nº 537656-89.2000.8.06.0001/0), em 28 de janeiro de 2001, no templo central da Igreja, o pastor chamou A.S.S. de adúltera. Afirmou também que ela havia mantido relacionamento sexual com o próprio filho. As declarações foram feitas diante da congregação.
A.S.S. alegou que teve a vida exposta à execração pública, o que gerou prejuízos de ordem moral. Na contestação, José Teixeira Rego Neto negou a acusação e pediu a improcedência da ação.
No entanto, o juiz considerou que a prova testemunhal produzida pelo pastor não teve o necessário alcance para contrariar a tese da vítima. Examinando cuidadosamente a prova dos autos, convenci-me que assiste razão à autora. Destaco que o promovido declarou em depoimento que celebrou acordo com o Ministério Público para pôr termo à ação penal intentada pela autora em razão dos fatos narrados na exordial. Ora, as acusações assacadas pela autora contra o promovido são muito sérias. Se o processo criminal fosse adiante e não restassem comprovadas, seria a autora processada por crime de denunciação caluniosa. Desse modo, ao meu entender, a celebração de acordo nos autos do processo criminal implica reconhecimento de culpa.
O magistrado ressaltou, ainda, que os fatos foram confirmados por testemunhas. Além da indenização de R$ 100 mil, o pastor e a Igreja Evangélica Assembleia de Deus devem pagar as custas processuais e os honorários advocatícios.
Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Ceará
( SÍNTESE )


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

SETI: Jodie Foster promove campanha de angariação de fundos para retomar projeto

Jodie Foster traz procura por extraterrestres de volta
Depois de quatro meses parado devido a problemas financeiros, o programa SETI, que protagoniza a busca por inteligência extraterrestre, está de volta - com uma pequena ajuda de Jodie Foster.
A estrela de "Contacto", filme onde a própria comunica com uma civilização extraterrestre através deste programa, publicitou uma campanha que decorreu na Web, com vista a angariar fundos para o projecto.
Em apenas 45 dias foram angariados mais de 140 mil euros. Dinheiro suficiente para que 'aqueles que acreditam' continuarem a pesquisar os céus por, pelo menos, mais cinco meses.
Tom Pierson, o dirigente do instituto, disse à "Forbes" que espera conseguir garantir mais fundos para a expansão do projecto, que poderá usar as forças aéreas americanas para, durante o dia, "procurar objectos em órbita, que, de outra forma, poderiam representar uma ameaça para a Estação Espacial Internacional e o outros satélites".
O projecto da SETI tem por objectivo analisar o máximo de sinais de rádio captados por radiotelescópios terrestres, partindo da ideia de que se existe alguma outra forma de vida inteligente no universo, esta tentará comunicar com outras formas de vida através de ondas electromagnéticas (sinais de rádio), pois estas representam a forma de transmissão de informação mais rápida conhecida. (
DN.pt )

De que são feitos os homens ( segundo as revistas ditas "masculinas" )

Geralmente tais idéias só me brotam na cachola quando estou em minha habitual "filada" de jornais e revistas que empreendo na hora do almoço, na banca perto do trampo. O proprietário do estabelecimento, que já sabe que trabalhei nesse ramo por um tempo, e que foi com a minha cara, não liga se eu "filo" um pouco demais. Na minha época eu não dava a mesma boiada pros vagabundos folgados...
Pois bem. Por mera falta do que fazer, dei uma bizoiada em duas dessas revistas masculinas ( pista: numa delas está o FHC na capa ), para aprender como devo ser, como devo me comportar, descobrir quais são as coisas de que gosto mesmo sem saber ainda.
DESCOBRIR A SI MESMO ENQUANTO HOMEM
Assim, descobri que, antes de qualquer coisa, pra ser homem você tem que ter dinheiro. Muito, aliás.

E - obrigatoriamente - por ser homem, você DEVE gostar de carros, relógios, motos, gravatas, vinhos. Homem que é homem ( Copyright Luiz Fernando Veríssimo ) precisa de conta bancária e cartão de crédito Personalitée. Homens gostam de lanchas, alfaiates, canetas edição limitada, seguros, cognacs, jóias, cakes designes, pastas de couro, abotoaduras, wallets. Precisa gostar de chá.
A regra é clara, caro homem: caso você não saiba - e estou aqui pra lhe ajudar - você necessita freqüentar trattorias, hotéis boutiques, ski stations, boulangeries, casas de chá, sushi-bares. Você precisa viajar. Precisa ir a um spa, não acha?
E as galerias de arte, tem visitado?
E restaurantes, algum que sugeres?
Já ouviu falar daquele bistrôt, do qual todos andam falando?
First class, aviação executiva. Mmmm... vinhos brancos da Borgonha. Ovas de esturjão do Mar Cáspio. Superchefs. Bartenders. Luxury design home. Tendências. Seja homem, porra!
Tablets, iPads, Gadgets, apps, são tantas coisas. Como eu posso viver sem isso? Não posso. Não quero.
BMW. Land Rover. Audi. Lamborghini.
Ermenegildo Zegna.
Dolce & Gabbana.
Quadros em refúgios urbanos. Pôquer. Picadinho, mas não aquele que sua mãe faz. Tem que ter griffe.
Dudalina. Você, que é antenado, elegante, guerreiro, sabe que Dudalina não é uma mulher.
Mulheressss...
Adoram homens como nós. Que usam Hugo Boss.
Guilhermina Guinle. Sabrina Sato. Luana Piovanni. Carol Castro. Galisteu.
"A atriz Tainá Müller revela o que devemos ter no guarda roupa para impressioná-la".

Lições que fazem a diferença: aprenda e saia na balada com as beldades globais. Aprenda a detonar aquele whisky 30 anos e não ficar com cara de ressaca. Cure a bebedeira na academia.
Seja assim. Seja homem.

Viu como é fácil?

"A Indústria da Multa não existe" em: O pedestre também tem que "contribuir"...


Bastou a Prefeitura paulistana promover mais esta campanha demagógica e fadada ao previsível fracasso, que certos cidadãos vagabundos desta cidade passaram a "lembrar" que "o pedestre também tem que 'fazer a sua parte'". ( UGHHH! )
E qual seria a parte que cabe ao pedestre neste latifúndio? Pra começar, devemos "atravessar na faixa" ordeiramente, segundo estes gênios.
Começaram, há uns 3 meses, com a tal implantação da "Zona de Proteção ao Pedestre", que ocupa uns míseros km2 compreendidos entre a região Central e a ... avenida Paulista ( onde mais, não é? ). Depois, vieram com aquela historinha de o pedestre "levantar a mão", pedindo pros ogros motoristas de São Paulo pararem, imitando algo que existe em Brasília. Evidente que deu em nada ( a não ser, talvez, na Paulista, onde as pessoas que ali freqüentam quererem, a todo custo, provar que são do Primeiro Mundo ). Bom, eu cheguei a ver alguém levantar o bracinho próximo à estação Vila Prudente. O motorista, na via estreita, onde passam carros, ônibus e vans, deixou-o passar. Mas se não deixasse, não aconteceria nada. O que o pedestre ia fazer? Anotar a placa? Pra quê? Apenas ficaria ali, parado, com cara de tacho. Apenas deu sorte. Se bem que é bem típico dessas administrações tucanas obrigar o cidadão a fazer o serviço no lugar do poder público. Ele cria situações em que acabamos nos tornando delatores, fiscais, juízes. Para não ter que contratar marronzinhos e "aumentar os gastos com pessoal", joga motorista contra o pedestre. Onde fica aquela noção de "Estado" como intermediário? Mas esse tipo de campanha [ do trânsito ], que visa criar novo tipo de cultura entre o povo paulistano não pegará, pois nos bairros, onde a fiscalização jamais chegará, a barbárie continuará dando as cartas. E quando me refiro a bairros, falo em Moóca, Tatuapé, Vila Maria, Sapopemba, Vila Prudente, Ermelino Matarazzo, ou seja, onde as gentes remediadas, espremidas entre o Centro e as periferias, moram. Eu costumava chamar subúrbio, mas não sei se está certo. Nesses locais, sobretudo onde há mais residências, o pessoal folga mesmo. Se houver fiscalização, isso ficará restrito às ruas principais, avenidas e os famosos "largos" ou "praças".
Noticiou-se então que, a partir de 07/08, a coisa seria pra valer, com a CET autuando a vagabundagem que insistisse em desrespeitar o pedestre, por exemplo, "queimando" a faixa de travessia. Se ( vejam bem: "SE" ) tiver um amarelinho por perto, o meliante será multado, perderá pontos na carteira, blablabla.
Bastou essa notícia pros "gênios" citados logo no começo passarem a choramingar, quase responsabilizando os pedestres pelo caos no trânsito e por seu próprio atropelamento.
Não me estendo muito. Apenas observo que Sampa tem quase 3 vezes menos fiscais de trânsito que Manhattan e Cidade do México. Esses locais, até onde sei, ainda contam com redes de Metrô sabidamente muito maiores que a nossa ( cortesia da tucanalha, que sonega investimentos nesse meio de transporte há décadas ). A gentalha paulistana SABE que não tem amarelinho em São Paulo, mas fica botando pilha, pressionando ( a chamada "opinião pública" ), sendo "representada" pelos jornais, a impedir a Prefeitura de contratar estes agentes. Explico melhor: a "Indústria da Multa", já provei aqui, não existe, as pessoas sabem disso, mas continuam "denunciando" esse moinho de vento. A Prefeitura, que não é muito chegada num aumento de pessoal ( "elefantíase estatal", pensam eles ), finge que tá pegando pesado, quando não está, bota uns radares, pardais, Caetanos e o escambau e fica elas por elas. Assim, só um delirante como eu é capaz de ver gente falando ao celular enquanto dirige. Só um mitômano como eu enxerga carro sobre as calçadas. Claro.
Como eu sempre digo, se resolvêssemos todos os problemas decorrentes do canalhismo atávico dos paulistanos, ainda assim teríamos que lidar com uma cidade entulhada de automóveis. Então, são dois problemas: o caráter, a "cabeça do paulistano". E o dilema chapliniano homem versus máquina. Essa última sempre leva vantagem, uma vez que há quinqüênios as pessoas compram carros para terem destaque social, arranjar auto-estima, ter sorte no amor, serem bem vistas e quistas pela sociedade, essas besteiras de gente complexada. A propaganda explora isso muito bem e, se não funcionasse, as empresas não investiriam nesse meio de convencimento.
Outro aspecto demagógico da campanha da Prefeitura é: o respeito ao pedestre começa na porta de casa.
Assim, não adianta termos belos passeios e calçadas esplêndidas na Paulista, se nas ruas de Vila Prudente somos obrigados a tropeçar em calçadas ilegais. Não me refiro a chão quebrado, esburacado. Não. Falo sobre a fiscalização convenientemente ineficiente, que não autua os proprietários de imóveis que entulham a calçada com rampas, degraus, aclives, declives, acidentes de toda sorte, o que obriga-nos a caminhar pelo meio da rua. Eu, praticamente, só ando pelo meio da rua. Cansei de torcer - e quase quebrar - o pé numa dessas calçadas. Você pisa torto, perde o equilíbrio, pisa alto, baixo, salta degrau. O irônico nessa história: lembro-me bem, duma senhora ouvida pelo Jornal da Tarde, reclamando de ter que caminhar em calçadas nessas condições ( acho que na Pompéia, mas é em todo lugar ) mas na SUA CASA a calçada também é assim. Bem paulistano isso, heim?
Por fim, como corolário da falta de fiscalização, as calçadas, que são em sua maioria ilegais, ainda servem como estacionamento para os carros. Aí, realmente, a máquina tomou o lugar do pedestre. Aliás, ser humano. Condição mais básica de todas, somos, pedestre e motorista, seres humanos. A volta de um certo Antropocentrismo não seria má idéia.



quinta-feira, 11 de agosto de 2011

BBC: Grã-Bretanha libera 9 mil páginas de investigações sobre óvnis

O governo britânico liberou para o público quase 9 mil páginas de arquivos secretos sobre supostas aparições de óvnis (Objetos Voadores Não Identificados).

Os arquivos incluem desenhos feitos por testemunhas

Os 34 arquivos foram coletados entre 1985 e 2007.
Em um dos documentos, um comandante militar prevê que a população ficaria decepcionada se soubesse que "falta de fundos e outras prioridades" estavam impedindo o prosseguimento das investigações sobre os óvnis.
"Um dos documentos mais interessantes nos arquivos é de um oficial do serviço secreto que afirma que, apesar dos milhares de relatos recebidos desde a Segunda Guerra Mundial, eles nunca estudaram ou gastaram dinheiro com o assunto e que as pessoas não acreditariam nisso se soubessem", diz o consultor dos arquivos David Clarke.
O documento datado de 5 de julho de 1995 afirma que a imagem que a mídia consagrou da agência britânica de Inteligência DI55 “como defensora da Terra contra o perigo alienígena” estaria "anos-luz de distância da verdade".
O ex-investigador do ministério da Defesa britânico Nick Pope, que trabalhou na entidade entre 1991 e 1995, diz que "o fascinante sobre os arquivos é que eles refletem o debate que existe na sociedade: é interessante sermos visitados por alienígenas ou é pura bobagem?"
"Nós tínhamos os mesmos debates no Ministério da Defesa", diz ele.
Casos
Entre os documentos está o testemunho feito em 2001 de um controlador de vôo então aposentado da aeronáutica sobre um incidente ocorrido na região de Suffolk em 1956.
Freddie Wimbledon diz ter enviado jatos para interceptor um óvni captado por radar e testemunhos de pessoas. Um dos aviões seguiu o óvni de perto antes que ele partisse a "uma velocidade incrível".
Outros documentos relatam o testemunho de várias pessoas que dizem ter visto um óvni sobre o festival de Glastonbury, em 2003 e um disco voador sobre Nottinghamshire.
Mas há também o registro da reclamação de uma mãe e filha que foram ao Ministério da Defesa relatar terem visto um óvni "com o formato de um verme" sobre o bairro londrino de East Dulwich em 2003.
Durante seu depoimento, dois homens "vestidos em trajes espaciais e óculos escuros que se diziam chamar Mok e Mindy" se juntaram aos policiais, em uma aparente brincadeira com a denúncia das duas mulheres.
Na carta, a mulher diz acreditar que isso aconteceu "para nos fazer parecer idiotas e presumir que nossa história era inacreditável".
Os arquivos podem ser baixados gratuitamente durante 30 dias. ( BBC Brasil )



segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Tá com desejo de explodir caixa eletrônico? Expluda, mas não mata, e nem coloca reféns dentro de congelador em pleno inverno!

Impressões preliminares ao calor dos eventos (*)
(*) EVENTOS: O evento em questão é você filando um jornal na banca em paz e aí ter que escutar o gralhar de certos cidadãos de bem entrujões que apoiam o extemínio de marginais pela polícia ou quem quer que seja, ao arrepio da lei; nessa hora, você se dá conta de que certos cidadãos parecem bestas tão sádicas quanto os bandidos de quem eles dizem ser diferentes. Impotente e submisso mas bastante ressentido, nosso herói jamais gostaria de ver a mesma pena aplicada, por exemplo, ao psicopata do Porsche.

Nesses dias a Rota foi avisada de um roubo a caixa eletrônico e chegou bem a tempo - na verdade parece que foi uma espécie de emboscada, pois a polícia já se encontrava próxima ao local do assalto-,
a tempo de acabar com a festa de meia dúzia de meliantes.
Isso foi o suficiente para despertar os "Dirty Harrys" que moram em muitos de nossos concidadãos. Até mulher eu escutei dizendo algo como "tem que morrer, que a gente nem mais pode sair de casa".
Outro, que eu meio que conheço, morador de uma favela, felicitou a ação, dizendo que ele trabalha duro e tudo o que tem ( o negócio é "ter as coisas", isso em todas as classes sociais ) é com trabalho, e vagabundo que quer "ganhar na manha" tem mais é que morrer.
Algo parecido aconteceu, por volta de 12 de maio de 2006 quando, em meio a boatos, terror via boca-a-boca e ações concretas, tanto dos suspeitos apontados, quanto por parte de "franco atiradores" que queriam apenas ver o circo pegar fogo, o Estado de São Paulo se viu acuado diante de ataques creditados ao crime organizado, rebeliões em presídios, ônibus incendiados, ameaças de bombas, um pânico só. A notícia que correu foi de que a transferência - e apenas isso, o que descobrimos depois, não era verdade - dos líderes de carta facção para presídios do interior desencadeara a baderna. Os ataques se concentraram nas forças da lei: policiais militares, civis, guardas metropolitanos e até bombeiros foram alvos de ataques, com centenas de mortos e feridos.
Houve o troco, e a polícia reagiu com, digamos, força excessiva. Essa força excessiva, que causou centenas de mortes de "suspeitos", teve um apoio silencioso dos famosos "cidadãos de bem" como aqueles que mencionei acima. Aterrorizados pela ousadia da bandidagem, muitos destes cidadãos não veriam nada de mal se o monopólio da força produzisse uns presuntinhos. Se tivesse a participação de grupos de extermínio, tanto faz.
MAS...
Anos depois, em nove de maio último, foi divulgado - sem muito alarde por aqui - um estudo ( "São Paulo sob achaque" ) feito pela Justiça Global, em parceria com a Clínica Internacional de Direitos Humanos da Faculdade de Direito de Harvard, que revelou que as ações do PCC foram também uma revanche contra a corrupção policial:
" ( ... ) A denúncia principal é baseada em gravações em que um investigador de polícia surge como principal participante do sequestro e extorsão, em 2005, do enteado do suposto líder do PCC, Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola. Para libertarem o enteado de Marcola, os sequestradores pediram, na época, R$300 mil. No dia 12 de maio de 2006, pouco antes dos ataques, Marcola esteve no Departamento de Investigações Sobre Crime Organizado ( Deic ) e comentou sobre o sequestro: “Não vai ficar barato”.
“Não foi o PCC, surgido do nada, que invadiu São Paulo e provocou os ataques de maio. Isso foi um processo de anos da criação e fortalecimento do PCC, que aconteceu em função das deficiências do sistema prisional. E os achaques [ extorsão de dinheiro pela polícia ] foram o estopim dos ataques”, disse James Cavallaro, professor de Harvard e coordenador do estudo (
... )"
FUNDAR UM BANDO OU ROUBÁ-LO?
Realmente, eu fico sem entender certas opiniões que escuto aqui e acolá. Há um certo queixume comum, contra os bancos usurários e seus dirigentes inescrupulosos que arrancam o couro da pobre população com seus juros sobre juros e outras armas de destruição em massa.
Só que esse queixume desaparece quando um bando assalta um banco. Nessa hora, é como se a honra do trabalhador ou até do desempregado tivesse sido atacada. Como se os bancos não lucrassem o suficiente e não possuíssem seguro.
Eu não justifico o roubo de bancos, por uma singela razão: não há romantismo nisso, os autores querem mesmo, é tênis, carro, celular e piscina. Então, eu não me vejo nem um pouco obrigado a "defender" os personagens antagônicos: nem bancos parasitas e nem bandidos violentos e ambiciosos. Tenho medo é de estar andando na rua e levar um tirambaço na fuça. E detesto quando eles, bandidos, maltratam as pessoas que se encontram no local, geralmente sem necessidade nenhuma.
Às vezes, como uma espécie de atitude impensada, motivada exatamente pelo medo de morrer, alguém reage, tenta pegar a arma de um dos quadrilheiros, ou mesmo escapar durante um descuido. Não é que o sujeito queira dar uma de "herói" ou proteger o patrimônio de nossos honestos banqueiros, é algo como um reflexo do instinto de sobrevivência. Esse tipo de reação quase sempre dá em morte. E isso acaba atiçando a "opinião pública", que fechará os olhos para episódios de genocídio que pertencerão à crônica de nossa secular brutalidade policial.
O REMÉDIO
Assim, srs. ladrões, por quê não tornar um assalto um evento menos traumático para todos os envolvidos ( vocês também ), ou até mesmo prazeroso, sem recorrer à violência desnecessária e, às vezes, mortal? Que tal dissipar a tensão, empregando o método famoso conhecido pelo nome de "Boa noite, Cinderela"?
Juntem os hóspedes, digo, reféns, e lhes sirvam uma bebida ( pode ser um Dreher ) batizada com Rohypnol. Deixe que a beberagem faça efeito e termine tranquilamente seu serviço, sem medo de que alguém reaja. Como nos dias atuais muita gente sofre de insônia, talvez vocês acabem até recebendo a gratidão de um desses reféns.

Garantindo a integridade física dos reféns, vocês estarão garantindo a si próprios e a seus familiares. Poderão, até mesmo, com isso, granjear o apoio da opinião pública em seu favor, que poderá enxergar vocês como - que manjado! - um tipo de "Robin Hoods".

Pois vamos e venhamos: render uns trabalhadores e enfiá-los dentro dum freezer, em pleno inverno, foi uma puta piada de mau gosto.

Treinador de futebol é despedido por praticar bruxaria!!

O treinador do Vilankulo FC foi despedido no domingo passado, sendo acusado de bruxaria pelo presidente do clube moçambicano.
“Precisamos de treinadores competentes, que percebam de questões técnicas e tácticas e acima de tudo que o futebol é uma ciência e não tem nada a ver com curandeirismos. Reconheço que a falha foi minha ao tê-lo trazido de volta porque todos meus directores disseram-me que não valia a pena, mas pensei que ele pudesse aguentar com a equipa até ao final da temporada" disse Yassin Amuji, presidente do clube.
Ao longo de uma entrevista à Rádio Moçambique e à TVM, Yassin Amuji acrescentou que tomou esta decisão há sensivelmente 3 semanas quando o Vilankulo recebia o Ferroviário de Nampula.
O treinador terá retirado toda a equipa do local de estágio para ir dar um mergulho na praia às 08h00, num momento em que a temperatura em Vilankulo era de 7 graus.
Abdul Omar justificou esta atitude alegando que tinha sido informado de que alguém estava a prejudicá-lo e que iria à praia lavar toda a equipa das “magias negras” existentes no grupo.
Há poucas semanas, o mesmo treinador teve de ser escoltado do campo do Sporting da Beira, seu anterior clube, para fugir aos adeptos irados que o acusavam de ter deixado o clube "amarrado", justificação para as várias derrotas que colocaram a equipa no penúltimo lugar da tabela. (
CM )

Diz que soldado britânico tinha como hobby colecionar dedos de talibãs mortos

Soldado britânico coleccionava dedos de talibãs mortos
O Ministério da Defesa britânico informou que está a ser investigado o caso de um soldado que tinha por hábito cortar os dedos de talibãs mortos no Afeganistão.
Segundo o jornal 'The Sun' [ ver aqui, BBC News ], o militar pertencente ao Quinto Batalhão do Regimento Real da Escócia, ter-se-ia dedicado a essa prática macabra quando se encontrava na província de Helmand, no sul do Afeganistão."Aparentemente, ele cortava um dedo de cada talibã morto em combate", referiu uma fonte ao jornal.O soldado, que se encontrava na sua segunda missão, regressou este ano ao Reino Unido. (
Sábado.pt )

sábado, 6 de agosto de 2011

Até o Zé Carioca foi usado pela Editora aBRIL para desqualificar Lula em 1994!







A história acima do glorioso papagaio preguiçoso de Vila Xurupita foi, conforme anotado abaixo do primeiro quadrinho, publicada no ano de 1994, ano de eleições presidenciais.

Ainda no primeiro quadrinho, há um poste, e nele, estão afixados cartazes de candidatos. Temos o "Mané Orelha" e o "Zé Sorriso", que não parecem inspirados em nenhum político da vida real.

E há um terceiro candidato, barbudo, cujo nome "Mula" ( vejam o destaque ) curiosamente faz lembrar o do candidato do PT, o Lula. Se levarmos em consideração que muitos dos eleitores que têm hojeriza ao petista costumam tratá-lo ( consultem sites na Internet, onde os navegantes podem dar seus pitacos, muitas vezes acobertados pelo anonimato ) , deselegantemente, por "Lulla", ou - vejam só! - "Mula".

Para nos dar mais certeza do que estamos falando, os dois outros candidatos não parecem, repetimos, ter semelhanças nem físicas e nem de nome com gente da vida real, ao contrário do "Mula". Não temos nenhum "Ferrando Henrico", por exemplo.

Oras, é muita "coincidência", e não acreditamos em coincidências!!! Usar o bom e engraçado Zé Carioca nessa mensagem subliminar satânica mostra até que ponto o esgoto dos Civita é capaz de chegar.



quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Sueco é preso ao tentar construir reator nuclear em casa

Um desempregado sueco foi preso por tentar construir um reator nuclear dentro de casa.
Richard Handl, que vinha realizando experimentos nucleares na cozinha de seu apartamento, disse que estava tentando construir um reator como forma de passatempo.
Handl contou à BBC que tinha estoques de elementos rádio, amerício e urânio em sua residência quando foi preso por posse não-autorizada de material nuclear.
Ele afirmou que estava tentando descobrir se era possível fazer a divisão de átomos de forma caseira.
"Eu tenho um contador Geiger para medir os níveis de radiação e estava tudo sob controle. Não é tão perigoso'', comentou.
No entender de Landl, ''se eu tivesse conseguido dividir um átomo, os níveis de radiação teriam sido elevados, mas apenas um pouco''.
Handl comprou os materiais radiativos por meio do site de compras E-bay. Ele próprio alertou as autoridades suecas em uma carta para o departamento de fiscalização nuclear.
''Mandei a carta para perguntar se (o experimento) era legal. Então, eles resolveram vir ao meu apartamento para testar os níveis de radiação.''
Handl contou que não sabe se será processado por conta do incidente.
Por precaução, ele afirmou na entrevista à BBC que a partir de agora passará a se concentrar ao ramo teórico da física nuclear e evitará a parte prática. (
BBC Brasil )

Personagens infantis de animação adornados com símbolos satânicos?

Recebemos um email de alguém que não quis se identificar e que, além disso, não explicou porquê achou que este blog seria o palco adequado. Talvez ele esteja brincando, talvez não (*). O fato é que compartilhou conosco uma informação deveras bizarra, algo que geralmente apreciamos, quando não for bizarra ou ofensiva demais. Vejam seu testemunho:
Srs do blog FBI ( sic ),
Eu não tinha com quem falar sobre isso, mas é algo que me angustia: uma criança, filho de nossos vizinhos e coleguinha dos nossos veio em casa com um DVD que ganhara de presente do pai. Este dvd é de um desenho animado que parece igual aquele da Disney, os Carros. Acho que é uma paródia para driblar direitos autorais, ou coisa que o valha.
Pois bem. Quando eu e minha esposa pegamos o dvd para a criançada assistir, fomos tomados de um pavor que só a fé em Jesus Cristo conseguiu aplacar: alguns destes personagens automotivos trazem gravados em sua lataria, sem a menor discrição, símbolos reconhecidamente satânicos, bastante difundidos mundo afora pela cultura pop, por adeptos da Nova Era e também empregados em cultos ocultistas; aparentemente inofensivos, certos símbolos trazem consigo a maldição demoníaca e a condenação às chamas do Inferno da alma de quem os usa. Símbolos de eterna danação adornando personagens infantis, já com o intuito de corromper as almas inocentes.
Rapidamente, entreguei o dvd à criança e pedi que voltasse para sua casa, explicando que nosso aparelho de reprodução de dvds estava quebrado, e só voltasse a nossa casa sem o dvd satânico. Jamais eu poderia permitir a meus filhos que fossem expostos a desenhos animados saturados de mensagens subliminares demoníacas.
Envio-lhes esta mensagem com o intuito de alertar os pais de família para que evitem trazer para seus lares esse tipo de material, pois Satã ronda as famílias e usa todo tipo de estratégia para corromper nossas crianças.
Os personagens que trazem consigo os símbolos de invocação a Satanás são ( divulguem, por favor! ):



SIMONE



Simone, jornalista é uma Kombi roxa e é namorada de Kombo ( abaio ). Simone usa um pentagrama ( 1 ), símbolo geralmente ligado ao satanismo e à magia negra.



KOMBO



Kombo é um guincho e faz o tipo caipira, interiorano. Ele namora Simone e usa o símbolo conhecido por "Cruz de Nero" ( 2 )




OS SÍMBOLOS


( 1 ) O PENTAGRAMA
É um dos símbolos pagãos mais poderosos e mais populares entre os Bruxos e Magos Cerimoniais. O pentagrama (uma estrela de cinco pontas circunscrita num círculo) representa os quatro antigos e místicos elementos: fogo, água, ar e terra, superados pelo espírito.
Na Wicca o símbolo do pentagrama é geralmente desenhado com a ponta para cima a fim de simbolizar as aspirações espirituais humanas. Um pentagrama voltado com duas pontas para cima é um símbolo do Deus Cornífero.



( 2 ) A "CRUZ DE NERO"
É uma cruz de cabeça para baixo, também chamada de “pé-de-galinha”. Simboliza a “verdadeira” paz sem Cristo. O pé-de-galinha é uma cruz com os braços partidos e caídos. O círculo representa o inferno. Na década de 60 foi usada pelos hippies; também foi símbolo de ecologia no mundo, pois representa uma árvore de cabeça para baixo. É, também, usado pelos satanistas. Afirmam que a haste quebrada para baixo representava da derrota do Cristianismo. Foi na idade média que este símbolo passou a ter vínculo com Satanás. O ateu britânico, Bertrand Russell, usou-o como símbolo da Paz no final da década de 50 e os movimento hippies também usaram-no na década de 60. Hoje é usado pelos grupos de rock, heavy metal e black metal.




(*) Talvez ele não esteja, mas NÓS estamos, e adoramos esse negócio de "mensagem subliminar", como este post antigo testemunha!












quarta-feira, 3 de agosto de 2011

"A Indústria da Multa não existe" em: resolvendo probleminhas de Matemática

Toda manhã, Humberto leva cerca de 35 minutos para chegar ao local de trabalho { Pi=35 }, via caminhada. Na volta, ele gasta o mesmo tempo { Pv = 35 };

Se hoje, em seu roteiro de IDA, ele flagrou 5 carros sobre calçadas { 5/c } e mais 5 motoristas falando ao celular { 5.c } enquanto guiavam ( se bem que um deles, uma moça, reduziu a velocidade e fez sinal com a mão, "permitindo" a ele atravessar a rua, o que garantirá àquela boa alma umas instalações melhores no Inferno, além de uma saroba ligeiramente menos grossa e mais curta, um pouco );

E, se em seu roteiro de VOLTA, ele percebeu 7 automóveis também estacionados, parcial ou totalmente sobre calçadas { 7/c },

pergunta-se:


Quanto que a "Indústria da Multa" teria deixado de arrecadar, se ela existisse de verdade, como dizem acreditar os paulistanos?

Jornal de futebol vai pro chuveiro por insistir em jogada manjada

- Bom dia, seu Furquim? "Tira umas xerox" pra mim?
- Só um segundo que já te atendo.
( ... )
- Então?!
- Ó seu Furquim: é essa, essa, essa e essa. Tudo bem? Ah!, são duas de cada!
- Pra já.
- Enquanto isso eu vou filar a capa dos jornais lá fora.
- Tá bom.
Três ou quatro minutos depois:
- Táqui, Humberto.
- Opa, beleza. Quanto deu?
- Oito cópas, então dá um e sessenta.
- Opa, tá aqui, ó.
- OK. Obrigado.
- Ô, seu Furquim?!
- Quié?
- Eu não vi aquele jornal de futebol, o "Espanhol". Já acabou? O senhor sempre deixa exposto aberto com os outros...
- Não, hoje eu não expus. Ontem também. Parei...
- ... de vender?!
- Não. Parei de expor.
- Mas por quê?
- Ah, todo dia só sai o SCCP na capa. Todo dia, pô!
- Ora essa... Mas o senhor não é Cor...
- Eu sou, mas dá até vergonha!
- Mas que que tem?
- Semana passada eles colocaram o SCCP na capa em todos os dias, de domingo a domingo.
- !!????
- Até mesmo no dia seguinte ao jogo do Flamengo com o Santos, ô Humberto, o destaque foi o SCCP.
- E ai o senhor resolveu não expor mais, sem mais nem menos?
- Teve cliente que chegou a insinuar que eu colocava o "Espanhol" exposto só porque só fala do Cor...
- ...E já que o senhor torce por SCCP, nego já fica pensando coisa, fica um troço meio antipático, né? É ruim pros negócios, então...
- Ah, mas até que o pessoal tem razão viu? Todo dia, todo dia? Assim não dá, viu, Humberto? Então, vai ficar só no balcão. Se ninguém ver e comprar, azar deles. E tem mais: quem mais gasta dinheiro com futebol em banca, pelo menos nesta aqui, é sãopaulino. O DVD do Rogério Ceni vendi uns 7. Custa 30 reais e os caras nem piscam quando eu falo o preço. Esse "Espanhol" aí tá é iludido. Fica nesse samba-de-uma-nota-só, vai acabar é fechando as portas. Deviam ter deixado o "Hora e Meia", que o povão gostava mais.

"The White Shadow": Hitchcock no começo da carreira encontrado em arquivo na Nova Zelândia

Encontrado um dos primeiros filmes em que Hitchcock trabalhou
O National Film Preservation Foundation e o New Zealand Film Archive anunciaram esta quarta-feira a descoberta dos primeiros 30 minutos do filme "The White Shadow", de 1923, de Graham Cutts, onde o mestre do suspense Alfred Hitchcock (1899-1980), trabalhou como assistente.
As bobines do filme foram encontradas numa colecção de documentos americanos, etiquetadas como “Unidentified American film” (filme americano não identificado) deixados no New Zealand Film Archive, na Nova Zelândia, em 1989. No entanto, como o arquivo apenas era financiado para restaurar filmes vintage do seu país, nunca prestou atenção ao material estrangeiro, não se apercebendo que ali estaria um tesouro do realizador britânico.
Hitchcock, que na altura tinha apenas 24 anos, foi o argumentista, o realizador assistente, editor e designer de produção no melodrama, protagonizado por Betty Compson, como duas irmãs gémeas (uma má e outra boa), e Clive Brook. O filme mudo vai ser agora acrescentado à colecção da Academia das Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood de Alfred Hitchcock e já tem até uma estreia marcada para o dia 22 de Setembro no Samuel Goldwyn Theater, em Los Angeles.
“Estas três bobines oferecem uma oportunidade preciosa para estudar as ideias visuais e narrativas de Hitchcock quando ainda estava a começar”, disse ao “Los Angeles Times” David Sterritt, presidente da Sociedade Nacional de Críticos de Filmes e autor de “The Films of Alfred Hitchcock”, classificando este achado como “um dos mais significativos”. “Ele foi um jovem criativo que já tinha escrito algumas coisas. Nós sabemos que tipo de personalidade criativa é que tinha quando era novo e sabemos que anos mais tarde começou a realizar filmes sozinho. Aquilo que não sabemos é como é que estas coisas se juntaram na sua imaginação”, acrescentou Sterritt, explicando que “The White Shadow” poderá dar novas luzes sobre o processo de formação de Hitchcock.
O filme pertencia à colecção do neozelandês Jack Murtagh, projeccionista e coleccionador de filmes. Quando em 1989 morreu, o seu neto Tony Osborne entregou os documentos e objectos ao arquivo de filmes da Nova Zelândia. Ainda na colecção foi encontrado o filme “Upstream” de John Ford. “Desde pequeno que o meu sempre foi um aviso coleccionador, desde filmes, selos, moedas ou qualquer outra coisa”, contou à BBC o neto do coleccionador, que desconhece como é que o avô teve acesso a estes materiais.
No seu site, o New Zealand Film Archive explica que o filme está agora a ser preservado na Park Road Post Production em Wellington, na Nova Zelândia, já tendo sido feitas cópias dos negativos, uma vez que se acredita que estas bobines sejam as únicas deste filme. “The White Shadow”, até agora perdido, vai ser preservado nos próximos três anos numa parceria entre a Fundação Nacional para a Preservação do Filme, a Academia das Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, a Casa George Eastman, a Biblioteca do Congresso, o Museu de Arte Moderna e o Arquivo de Filme e Televisão da UCLA. (
Público.pt )

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Inglês teria morrido de trombose causada por vício em vídeo-game!!

Viciado em Xbox morre após maratonas de jogos
O inglês Chris Staniforth, de 20 anos, morreu de uma trombose venosa profunda causada pelo vicio em vídeo game. Ele jogava Xbox por, pelo menos, doze horas sem descanso. A TVP é um coágulo no sangue que está geralmente associada a longos períodos de inatividade, como sentar em um voo de longa distância.
Chris passou mal durante uma entrevista de emprego. Ao sair do local, ele teria se abaixado para pegar um pacote de goma de mascar, caiu para trás e começou a sofrer espasmos. Um amigo que o acompanhava chamou a ambulância, mas o jovem não resistiu e morreu a caminho do hospital.
O pai de Chris, David, disse ao jornal The Sun que o filho vivia para o Xbox e não imaginava que jogar video game poderia fazer mal ao filho. “Quando ele ganhava um jogo poderia jogá-lo por horas e horas a fio, às vezes 12 horas sem parar", disse ao The Sun.
A Microsoft recomenda que os jogadores deem um tempo para pausas e exercícios e que tenham outras atividades. ( Yahoo! Notícias )


Nota do blog: ????????????!!!!!

Perú: curandeiro detido possuía 180 crâneos humanos

Curandeiro detido em Lima com 180 crânios humanos
A polícia peruana apreendeu esta segunda-feira 180 crânios humanos que estavam em poder de um curandeiro, detido no centro de Lima.
As caveiras serviam para sessões de espiritismo e magia e eram comercializadas pelo curandeiro, Augusto Cisneros Quispecondori, 31 anos.
Quispecondori foi detido, e a polícia informou que investiga a procedência dos crânios.
No local onde se encontraram os crânios havia um altar no qual seriam realizados os rituais. (
A Bola )

LEIA TAMBÉM:
Peru: Curandeiro detido por posse de 180 crânios humanos
Lima, 02 ago (Lusa) -- A polícia peruana descobriu na segunda-feira 180 crânios humanos que estavam na posse de um curandeiro, que foi detido no centro de Lima.
As autoridades do Peru informaram que os crânios eram utilizados em sessões de espiritismo e magia negra e eram comercializados pelo curandeiro, identificado como Augusto Cisneros Quispecondori, de 31 anos.
A polícia está a investigar a origem dos crânios e confiscou também produtos que se encontravam na posse do curandeiro "sem licença" para comercialização, como polvos alegadamente mágicos. ( SIC Notícias )

Último capítulo

Local: Salã de festas da mansão do falecido Bartholomeu Gouvêia de Bulhões ( RJ )
Se encontram presentes no local, além da viúva Laurita Espinoza de Bulhões, os filhos Otávio, Plutarco, Magali, Osmar e Chico. O clima é de tensão.
Os faxineiros ( personagens cômicos da trama, aliás, em sua última participação no episódio ) Uílenelson e Elvisprésleisson recolhem os cinzeiros cheios e se retiram.
- Bem, meus filhos - começa a quebrar o gelo a viúva, Laurita - infelizmente não temos como saber quem será o herdeiro da fortuna de Bartholomeu...
- Oras, e por quê?, retruca Chico, o mais velho dos irmãos, presidente das empresas Bartholomeu Gouvêia de Bulhões.
- Porque, responde Laurita, não sabemos onde está... a chave!
( Som de tambores estilo "Carmina Burana" )
- Não sabem?, ri-se Chico. Mas acontece que... EU SEI!
- Sabe?, espanta-se Osmar, o segundo.
- Claro, hahaha. Esteve comigo o tempo todo!, responde, triunfante, Chico.
- OHHHHHHH!, fazem todos.
- Mas...como?, pergunta a viúva, Laurita.
- Eu peguei, enquanto vocês, imbecis, procuravam pela declaração firmada.
- OHHHHHHHH!, fazem todos, novamente. Entram os tambores estilo "Carmina Burana".
- Aliás, - diz, interrompendo os tambores, Magali, a filha única e ainda virgem aos 36 anos de idade - foi bom tocarem no assunto da declaração desaparecida.
- É mesmo? E por quê?, quis saber Plutarco.
- Simples. Porque ela esteve comigo durante todo esse tempo!, revela Magali, para espanto de todos. E digo mais - continua ela.
- O quê?, pergunta Laurita.
- Eu já não sou mais virgem..., diz, olhando na direção de... Otávio, o caçula, que fica branco e, depois, enrubesce.
( TCHIM, TCHIM, TCHIM, TCHIM - Som mezzo-copiado de Bernard Hermann )
Laurita desmaia. Vem os comerciais.
( 5 minutos de chatice depois... )
- Mãe. Mãe...
- UOOGHHH! O que houve?
- Você desmaiou quando soube que Magali não era mais virgem.
- UGGGGH!, gemeu Laurita, sentindo o fígado na boca.
- Na verdade, mamãe - prossegue Magali, em tom desafiador e vingativo - você desmaiou quando percebeu com quem eu perdi a virgindade: o Otavinho, o "caçulinha".
- Oras, sua dupla de vagabundos! Onde já se viu uma coisa dessas, um pecado contra a Natureza?? Seuss... seusss...VERMES! Irmão e irmã!!!!!!!
- Só que ele não é bem meu irmão, não é, mamãe?
- O que quer dizer?, indaga Chico.
- Pergunte à mamãe, sobre o instrutor de caça à raposa.
Todos olham para Laurita, que se encolhe no sofá Louis Vutton. A traição de tantos anos fôra revelada.
- Isso quer dizer que eu...?, murmura Otávio.
- ... não tem direito à herança integral, responde Magali.
- Mas como podemos saber? O testamento desapareceu durante o incêndio na fábrica - diz Osmar, lembrando o incêndio suspeito ocorrido 7 meses atrás.
- Nada disso!, irrompe uma voz.
Entra na sala o senhor...
... nome é Elias P. Adamastor Sepúlveda, do escritório Sepúlveda & Filhos. Trago comigo a cópia do testamento do sr. Bartholomeu Gouvêia de Bulhões. Devo informar à família da última vontade do sr. Bartholomeu.
- Mas como assim?, surpreende-se Laurita. "E quanto à banca que sempre serviu à família Gouvêia de Bulhões?"
- Não posso falar a respeito de concorrentes - desdenha Dr. Elias - mas a escolha do sr. Bartholomeu por nossa firma muito nos honrou.
Dito isso, Dr. Elias abre a pasta, tira um documento, e se põe a ler:
"Rio de Janeiro... data de... Eu, Bartholomeu Gouvêia de Bulhões... plenas capacidades mentais... é de meu desejo e vontade que toda a minha fortuna seja herdada por meu honrado e estimado amigo..."
- O chá está servido!, interrompe Artemus, o mordomo, trazendo o carrinho de chá.
O advogado prossegue:
"...além de leal servidor...ARTEMUS!"
O mordomo, que segurava uma bandeja de prata deixa-a cair. Laurita desmaia novamente. Magali dá uma risada demoníaca. Otávinho, que nem pertence diretamente à família, não se abala muito. Chico se desespera. Osmar fica estupefato.
Adeus, senhores - despede-se o Dr. Elias - Se um dia algum dos senhores e senhoras precisar, nosso escritório estará à disposição.
E sai porta afora.
Os "ex-herdeiros" olham para aquele mordomo. Digo, "ex-"mordomo. Ele olha a bandeja no chão, depois encara os familiares do saudoso patrão Bartholomeu. Se apruma, respita. E expira. Então:
- Senhores e senhoras... peço-lhes sua atenção, por favor...
Todos pensam a mesma coisa, sem que ninguém comunique-se um com o outro. Que ele reconhecerá não ter direito de ser considerado herdeiro do Dr. Bartholomeu, o patriarca. Que sempre foi feliz servido bandejas, e que deseja continuar assim até o fim de sua vida, servindo. Que é o que de melhor sabe fazer. Que o velho Barthô devia estar passando por alguma moléstia mental quando assinou esse documento.
Prossegue Artemus:
- Queiram por favor retirar-se de minhas propriedades, senão serei obrigado a chamar a polícia.
( TCHIM, TCHIM, TCHIM )
Entram os créditos finais.

FINAL ALTERNATIVO, DEIXADO DE LADO NO ÚLTIMO MINUTO PELOS AUTORES, QUE QUERIAM PASSAR UM SUSPENSE PROS TELESPECTADORES.
Dr. Elias lê o testamento para a platéia de familiares do Dr. Bartholomeu Gouvêia de Bulhões:
"... e que plenamente dotado de minhas faculdades mentais, eu, Bartholomeu Gouvêia de Bulhões deixo toda minha herança para meus familiares ( lista os familiares felizardos ), como minha vontade e desejo após minha morte."
- ÊÊÊBAAAAAA!, exulta a família.
Mas Dr. Elias interrompe o momento de alegria familiar:
- Calma, calma. Há um adendo.
- O quê? Que tipo de "adendo"?, pergunta Laurita, a viúva, que já faz planos de viajar pela Itália com o amante de longa data, Demerval, o motorista da limusine.
Completa Dr. Elias:
- "E em caso da morte de todos meus herdeiros, toda a fortuna será de meu fiel criado, além de leal amigo, Artemus."
- Ahhhhhh! - fazem todos, alivados, pois todos gozam de ótima saúde, graças ao ar de Petrópolis, onde viveram e foram criados.
Mesmo assim, os herdeiros começaram a discutir a validade do tal adendo, considerando que, talvez, o velho patriarca da família já estivesse perdendo a sanidade mental quando tomou tal decisão e, assim, ninguém percebeu o gosto estranho do chá que Artemus lhes servira.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe