segunda-feira, 11 de julho de 2011

Christine, o Porsche assassino

Assim figurava na capa do jornal Diário de São Paulo de 10 de Julho:


DOTADO DE VONTADE PRÓPRIA?

Antes de saber melhor como se deu o ocorrido, mas desconsiderando o sugerido ( a saber: que "o Porsche" matou a mulher ) , eu fui pelo caminho mais óbvio: imaginei que a mulher estava no Porsche, como passageira, e o motorista, ávido em "papar" aquela moçoila, foi fazer pressão, mostrando como a máquina que tinha sob seu controle voava e que isso significaria, por meio de complexo simbologismo, que o cara era o maior fodão. Faria isso para demonstrar à senhorita que o melhor negócio, para ela, seria dar logo pro cara. A propaganda explora bastante isso. As pessoas, por sua vez, reproduzem isso na vida real. E tome caçada.
Mas não. O causo era outro. Pior, talvez. Vejam o que noticiou o Diário:


Porsche a 150 km/h bate e mata ( sic ) mulher em cruzamento
Uma jovem de 28 anos morreu na madrugada deste sábado em um acidente na Rua Tabapuã, no Itaim Bibi, Zona Oeste. Testemunhas disseram que o carro dirigido por Carolina Meneses Cintra Santos ultrapassou lentamente o sinal vermelho
( OOPAAA! Um típico caso de "Facas Ginsu X Meias Vivarina"...).
No cruzamento com a Rua Bandeira Paulista, seu carro, uma Tucson, foi atingido pelo Porsche, um dos veículos mais velozes e caros do mundo, dirigido pelo empresário Marcelo Malvio Alves de Lima, de 36 anos. Segundo a polícia, ele estava a 150 km por hora. Carolina não resistiu aos ferimentos e morreu. A família da jovem é de Salvador e está a caminho de São Paulo para cuidar do enterro. Lima ficou ferido e está internado em um hospital da Zona Sul de São Paulo, com escolta. Segundo a polícia, ele será indiciado por homicídio doloso, quando há intenção de matar, devido à alta velocidade. Não há confirmação de que ele estaria embriagado e a informação inicial é que o exame não foi realizado.

O mesmo jornal, traz hoje a seqüência do caso:
Defesa quer alvará para engenheiro do Porsche ficar livre
Ao que parece, o cidadão estaria mesmo embriagado - ainda que não estivesse, certo? O filhadamãe estava a 150 por hora! - e... leiam vocês mesmos:
"( ... ) No boletim de ocorrência consta que o engenheiro, também empresário, apresentava de embriaguez. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Lima sofreu pequenas lesões. Uma policial militar que esteve no local afirmou que o engenheiro demonstrava muita preocupação com o estado do seu luxuoso carro e, em nenhum momento, perguntou sobre a existência de outros envolvidos no acidente ( ... )."




Sem maiores comentários.

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe