terça-feira, 17 de maio de 2011

Morrissey compara a Rainha de Inglaterra a Kadhafi

O vocalista dos Smiths criticou a rainha e classificou a sua posição no trono como anti-democrática, comparando-a mesmo ao coronel Kadhafi.
O ataque à rainha surge num artigo publicado na revista irlandesa “Hot Press”, fruto da visita de Isabel II ( ???! Não é Elizabeth II? ) à Irlanda.
"A visita da rainha à Irlanda faz parte de uma nova campanha de relações públicas do Palácio e a mensagem da Rainha será a mesma de sempre. Como nascemos é mais importante do que aquilo que alcançamos na vida.”
O vocalista comparou mesmo a posição da rainha com a do coronel Kadhafi, que liderou com turbulência e violência o regime na Líbia desde o golpe militar de 1969.
"A própria existência da rainha e da sua família enorme, suportada pelo contribuinte britânico quer ele goste ou não, é totalmente contra qualquer noção de democracia e é contra a liberdade de expressão, visto ser a rainha a impor as regras. Agora olhemos para Kadhafi ou Mubarak e vejamos se encontramos diferenças”, adiantou Morrissey.
Por fim, alertou ainda para os interesses do próprio povo irlandês. “A rainha tem poder para devolver seis condados ao povo irlandês e assim permitir que a Irlanda passe a ser uma nação, no entanto num acto de puro fascismo não o faz.”
( DESTAK.PT )

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe