terça-feira, 12 de abril de 2011

Cineasta garante ter encontrado pregos que crucificaram Jesus

Simcha Jacobovici, o produtor da série "Segredos da Cristandade", mostra os pregos romanos que acredita terem crucificado Jesus

O realizador canadiano Simcha Jacobovici afirma ter encontrado dois dos pregos utilizados na crucificação de Jesus. A descoberta, feita num túmulo em Jerusalém, valeu-lhe duras críticas que o acusam de ter criado um golpe publicitário para o seu novo filme. Os detalhes da descoberta estão documentados no filme de Jacobovici, "The Nails of the Cross" (Os pregos da Cruz), onde o realizador procura, através de especialistas e documentos, provar que os pregos encontrados têm mais de dois mil anos e foram mesmo usados na crucificação de Jesus. "O que estamos a anunciar ao mundo é o melhor argumento arqueológico jamais feito de que dois dos pregos da crucificação foram encontrados", disse o realizador à agência Reuters. "Se eu tenho 100% de certeza de que são? Isso eu não tenho", explicou. O documentário sugere que as supostas relíquias foram encontradas em Jerusalém, no túmulo do sacerdote Caifás, que, de acordo com o Novo Testamento, enviou Jesus para a morte ao denunciá-lo aos romanos. A Autoridade de Antiguidades de Israel, que supervisionou a escavação do túmulo, duvida da descoberta, alertando que são muitos os investigadores que constantemente alegam ter encontrado objectos, incluindo pregos semelhantes, e até ossadas do tempo de Jesus. "Não há dúvida de que Simcha Jacobovici criou um filme muito interessante com um verdadeiro achado arqueológico", afirmou um porta-voz da Autoridade. "Mas a interpretação apresentada não tem base em achados arqueológicos ou de investigação", acrescentou a mesma fonte. O documentário chega aos cinemas dos Estados Unidos no dia 20 de Abril. ( JN )

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe