terça-feira, 15 de março de 2011

Diretor de cinema trash vivia em casa com cadáver de mãe falecida há 1 ano!

EUA: Realizador vivia há 1 ano com a mãe morta
No Arizona, Estados Unidos, um realizador de cinema de terror foi detido pela polícia depois de se descobrir que vivia há um ano com o cadáver da mãe em casa.
Tim ( Timothy ) Fatting, 34 anos, dizia aos vizinhos que a sua mãe, Jill, 68 anos, estava internada em Tucson, capital do estado do Arizona.
Porém, as autoridades de Tombstone continuaram a investigar o desaparecimento de Jill e deslocaram-se a casa de Tim Fatting com um mandado de busca, acabando por descobrir os restos mortais da sua mãe.
Tudo aponta para que a principal motivação de Tim Fatting esteja relacionada com motivos financeiros, já que o realizador de cinema pretendia continuar a receber o dinheiro da segurança social.
Tim apressou-se a justificar a ocultação do cadáver por ter ficado devastado com a morte da mãe e por não aguentar tal realidade. Para já, o homem de 34 anos encontra-se detido por suspeita de homicídio por negligência com uma fiança de perto de 30 mil euros.
Caso se confirme durante a autópsia que as causas de morte de Jill foram naturais, então Tim vai responder por ocultação de cadáver.
SOL
COMENTÁRIO DO BLOG: Agora é só escrever o roteiro e vendê-lo, caro Timmy

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Golpe